Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

13 de abr de 2007

Nilmário Miranda - Por que Direitos Humanos



Na próxima quinta-feira (19) no auditório Dr. Mário Ribeiro da Silveira, no campus da Unimontes, o presidente do PT de Minas Gerais, Nilmário Miranda, lancará seu livro Por que Direitos Humanos, atendendo convite da professora Cláudia Regina, chefe do Departamento de Ciências Sociais da Unimontes e presidente do PT de Montes Claros
PREFÁCIO DE LULA - “Por que Direitos Humanos” (Editora Autêntica), que é prefaciado pelo presidente Lula, é o terceiro livro do ex-ministro Nilmário Miranda, atual presidente estadual do PT de Minas Gerais. Ele já escreveu “Dos Filhos deste Solo” (em parceria com o jornalista Carlos Tibúrcio) e “Memória Essencial – A Trajetória Vitoriosa do PT em Minas Gerais”.
Em “Por que Direitos Humanos” Nilmário Miranda aponta a educação em Direitos Humanos como absoluta prioridade, com o entendimento de que o povo brasileiro só vai se apropriar de seus direitos se construir uma cidadania democrática ativa, como protagonista de seus direitos.A obra tem apresentações do ministro Patrus Ananias, do Desenvolvimento Social, de Laís Abramo, especialista da OIT em gênero e trabalho, de Flávia Piovesan, doutora em Direitos Humanos e de Paulo Vanucchi, atual Secretário Especial de Direitos Humanos.

Nenhum comentário: