Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

28 de fev de 2008

FHC: "CHEGA", COMO?

Paulo Henrique Amorim Máximas e Mínimas 978 .
- O Plano Real, como se sabe, nasceu no Governo Itamar Franco.
Os Ministros da Fazenda do Plano Real foram Rubens Ricupero e Ciro Gomes.
- O Farol de Alexandria e o PIG cuspiram no prato que o Farol comeu e até hoje dizem que o Plano Real é do Farol.
- Mas, só se referem ao Plano Real do segundo mandato de FHC.
- Porque, no primeiro, houve o populismo cambial e a farra orçamentária.
- FHC quebrou o Brasil várias vezes, até que o Presidente Clinton o reelegeu com a bóia de salvamento do FMI.
- E o FMI passou a administrar o Brasil. . Agora, o Farol diz que o Presidente Lula "cospe no prato em que come" (clique aqui para ler).
. Em que come, no presente ?
- Vamos ver qual foi o desempenho do Farol no que concerne à dívida: Dívida externa em 1995 – ano em que FHC tomou posse => US$ 159,2 bilhões Relação dívida externa X PIB em 1995 – ano em que FHC tomou posse => 19,9% Dívida externa em 2002 – ano em que FHC deixou o Governo => US$ 210,7 bilhões Relação dívida externa X PIB em 2002 – ano em que FHC deixou o Governo => 41,8%
Dívida interna em janeiro de 1995 – quando FHC tomou posse => R$ 108,6 bilhões Relação dívida interna X PIB em janeiro de 1995 – quando FHC tomou posse => 20,7% Dívida interna em dezembro de 2002 – quando FHC deixou o Governo => R$ 654,3 bilhões Relação dívida interna X PIB em dezembro de 2002 – quando FHC deixou o Governo => 37,4% . Com relação ao salário mínimo, em dólar, o do Governo Lula, hoje, é quatro vezes maior do que o do Farol (clique aqui).
- O Farol, o grande campeão do Festival do Tartufo Nativo (clique aqui), diz: "chega" ! . "Chega", como ? . Isso significa um Golpe de Estado ? . Um impeachment ? . Que tal "botar fogo" no paiol, como o próprio Tartufo já sugeriu ? . Como dar um "chega" dentro dos quadros constitucionais vigentes ? Clique aqui para participar do Festival do Tartufo Nativo.
Enquete: FHC diz "chega" a Lula. "Chega" de que ? Clique aqui para votar.
Clique aqui para ler "Não Coma Gato por Lebre".

Tem cheiro estranho no ar - Um presente para os maus contribuintes

Governo de MG presenteia maus pagadores de tributos com pacote de carnaval, verdadeira festa com dinheiro dos cidadãos
A inteligência fiscal versus a inconseqüência legislativa. Os Auditores do Núcleo de Análise e Pesquisas da Receita Estadual (NAP), recentemente ficaram conhecidos como “Os Guardiões dos Contribuintes”, assim denominados por combater o crime organizado para estabelecer a concorrência legal no Estado.
Mas não é isto o que pensa o governo de Minas, ao presentear os maus pagadores de tributos com um pacote de carnaval, verdadeira festa com o dinheiro dos cidadãos mineiros.Enquanto os Auditores Fiscais de Minas Gerais usam a inteligência fiscal para combater a sonegação, os deputados mineiros, com o aval do Executivo, aprovaram a Lei 17247/07, apelidada de Parcelamento Especial, permitindo aos maus contribuintes se livrarem de boa parcela das dívidas tributárias, com as seguintes aberrações jurídicas: perdão dos valores de ICMS, multas e juros autuados, cujo fato gerador tenha ocorrido há mais de 60 meses, contando os períodos autuados retroagindo-se da intimação de lavratura do Auto de Infração.O que passar de sessenta meses, da intimação para trás, será objeto de remissão.
Na prática, o Estado, ao conceder remissão dos valores autuados com base na data de ocorrência do fato gerador, está se rebaixando à condição do particular, invertendo o princípio da supremacia do interesse público sobre o particular.Isso por que os fiscais, ao fazerem o levantamento nas obrigações tributárias do contribuinte, são obrigados, por lei (artigo 173 e 196 do CTN), a verificar os últimos cinco anos, a contar do primeiro dia do exercício seguinte em que o tributo poderia ter sido lançado.
Por exemplo: os recolhimentos de ICMS feitos pelo contribuinte no ano de 2003 podem ser conferidos pela Fiscalização Fazendária até 31/12/2008.
Tomando um caso hipotético de um Auto de Infração, cujo período do lançamento alcance os fatos geradores de janeiro de 2002 a 31 de dezembro de 2007: computando-se sessenta meses, partindo da intimação ocorrida em dezembro de 2007 para trás, o Estado de Minas está perdoando todas as irregularidades cometidas pelo contribuinte no período de janeiro a dezembro de 2002.
Seria o caso de questionar ao Ministério Público de Minas Gerais se o Estado pode abrir mão de tributo que pertence ao povo. Tributo que já foi cobrado dos particulares, quando do consumo, mas não foi recolhido, sendo embolsado pelo mau contribuinte. Para que serve a Comissão de Ética Pública?
Leia + AQUI no Novo Jornal

Lei de Imprensa: Supremo mantém liminar

O Supremo Tribunal Federal manteve a liminar concedida na semana passada pelo ministro Carlos Brito, que suspendia 22 pontos da Lei de Imprensa, de 1967. Entretanto, os ministros decidiram que os processos em curso na Justiça continuarão tramitando normalmente, independente da liminar.
Isso significa que os juízes que forem analisar processos baseados na Lei de Imprensa devem julgá-los tendo por parâmetros os Códigos Penal e Civil.
O Supremo volta a analisar o caso dentro de seis meses quando pode, em definitivo, suspender a eficácia dos 22 pontos, derrubar integralmente a lei de Imprensa ou entender que a Constituição brasileira não admite que exista uma lei para regular a atividade de comunicação.

27 de fev de 2008

Conferência Nacional de Juventude é tema de selo

Os Correios colocaram em circulação hoje (27) o selo que divulga a 1ª Conferência Nacional de Juventude, que será realizada em Brasília, no mês de abril, pelo Governo Federal por meio da Secretaria Nacional de Juventude e do Conselho Nacional de Juventude.
Programado para ser realizado a cada dois anos, o evento promove o encontro de milhares de jovens de todos os cantos do País com representantes do poder público para discutir a situação das pessoas que compõem esta faixa etária e apontar prioridades de ações e programas a serem desenvolvidos pelo governo. O lema este ano é “Levante sua Bandeira” e os temas abordados serão "juventude: democracia, participação e desenvolvimento nacional", "parâmetros e diretrizes da Política Nacional de Juventude" e "desafios e prioridades para as políticas públicas de juventude".

O selo foi criado pela artista Ariadne Decker e seu filho, Rafael Decker Nichelle, cujo nome artístico é Meik. A imagem traz um mapa do Brasil em forma de quebra-cabeça, amparado por pessoas. Foram utilizadas as cores da Bandeira do Brasil. A arte retrata a importância da participação jovem na busca de soluções para os problemas que desafiam a sociedade e as políticas públicas de juventude. Ao fundo, aparecem palavras de ordem referentes aos temas da Conferência Nacional de Juventude. As técnicas utilizadas foram ilustração e computação gráfica. O selo tem tiragem de 22 milhões de unidades e custa R$ 0,60 cada.
Fonte: MGAscom@correios.com.br

O medo não é dos blogs, é dos leitores

Carlos Cardoso (*)

Fonte: Contraditorium
Estava matutando sobre a birrinha de sempre de alguns jornalistas (mea culpa: vamos parar de generalizar, há excelentes jornalistas que não morrem de medo do Futuro) e percebi que há dois fenômenos diferentes acontecendo aqui:
Um são os veículos, que demoram muito a entender as mudanças tecnológicas, principalmente quando são acompanhadas de mudanças sociais, comportamentais. Essa coisa de mídia colaborativa pegou todo mundo de surpresa.
Outra coisa são os profissionais. Assumindo que sempre haverá espaço para gente boa, o que leva alguns representantes dessa gente boa (notem que estou excluindo os medíocres. Não me culpem, reclamações com C. Darwin) a ficarem tão presos a um modelo arcaico?
Existe o fenômeno do pedestal, é muito bom o cara pagar um de Bozó, dizendo “trabalho na Globo”, “Escrevo pra Folha”, etc. Mas será isso mesmo o único motivo para essa birra com a Nova Mídia?
O grande problema com a nova mídia é que ela é de mão-dupla. E bota a cara na janela. Nos velho tempos (ou ontem, se você trabalha no Estadão) era fácil esconder-se atrás da fachada da empresa, toda a responsabilidade ia para O Jornal. Da mesma forma todas as críticas são devidamente filtradas.
Não como blogs, onde em geral, caso o sujeito não xingue nossa mãe, deixamos o comentário no ar, por mais idiota e ofensivo que pareça.
Comentários de blog devem parecer um horrível pesadelo para quem edita sessão de cartas de jornais, onde os textos são escolhidos a dedo, cortados, mutilados (ou “editados”, como dizem) e dependem da ENORME boa-vontade de alguém, para ir ao ar.
Já nos blogs não há esse controle. Mais ainda; na INTERNET não há esse controle, daí o medo da Grande Mídia e dos Maus Profissionais. Aqui eles podem ser criticados abertamente. Se um jornalista fala uma besteira no Globo, fica por isso mesmo, exceto se for algo MUITO grande. Se um blog fala alguma besteira, meia-dúzia de leitores aparecerão apontando o erro.
E jornalista ODEIA ser pego de calças arriadas, estamos cheios de exemplos onde discreta e silenciosamente corrigem textos, sem admitir o erro anterior. Acho que o recurso tipográfico indicativo de correção é mundano demais pra esses sites sérios.
Não percebem que estamos no mesmo barco. NÓS dos blogs vivemos a mesma realidade. Somos patrulhados, no bom e no mau sentido o tempo todo. Estava conversando outro dia com o Beto Largman, e ele estava preocupado com a credibilidade dos blogueiros. Expliquei que não precisava se preocupar, nós somos muito mais vigiados (no bom sentido) do que a velha mídia, que já é considerada corrupta por natureza, e de onde nada se espera é que não sai nada mesmo. Nossos leitores nos encaram como uma alternativa a uma mídia repleta de vícios e práticas questionáveis. Isso é bom. Mesmo quando é ruim.
Esse mundo onde todo mundo é questionado o tempo todo, onde não importa se você é O Maior Jornal do Pais, desde 1891, onde importa apenas a coerência da sua notícia, e onde sua credibilidade está em jogo a cada texto, esse mundo não é atraente para todos, mas esse é o mundo do futuro, e o futuro está na esquina, já.O que os dinossauros temem, eu percebo, não é a concorrência dos blogs, mas os leitores, que estão descobrindo que é muito melhor um relacionamento de mão-dupla do que a velha mídia que se acomodou em sua posição de arbusto flamejante escrevendo em uma pedra com raios.*
*Eu sei que na versão bíblica do mito não há raios, mas a imagem do filme do Charlton Heston é muito melhor.
(*) Analista de sistemas, ex-publicitário e tem se dedicado aos blogs desde o final de 2005.

26 de fev de 2008

O AVIÃO QUE FAZ "VRUM"

Mônica Veloso vai à luta e estréia programa sobre carros na TV Alterosa
A jornalista Mônica Veloso, que ficou conhecida nacionalmente por ser o pivô do caso que resultou com a renúncia de Renan Calheiros (PMDB-AL) à presidência do Senado, vai ser apresentadora do novo programa da TV Alterosa, emissora afiliada do SBT em Minas Gerais.
O programa "Vrum" será exibido em rede nacional pelo SBT, estréia no dia 2 de março, e será exibido todo domingo, às 11h00. Mônica será âncora do programa sobre automóveis apresentado pelos jornalistas especializados Boris Feldman e Emílio Camanzi, responsáveis pelo conteúdo.
"Vrum" terá como público-alvo aquele motorista que não entende de mecânica e usa o carro essencialmente para seu transporte no dia-a-dia. A idéia é levar aos espectadores matérias que mostrem comparações entre as várias opções de mercado, saber se vale mais a pena usar álcool ou gasolina, ou com que quilometragem trocar o óleo do motor. Serão mostradas ainda todas as novidades do mercado automotivo brasileiro e internacional, os lançamentos, testes e comparativos.
A escolha de Mônica Veloso, contratada recentemente pela TV Alterosa, deu-se por ela ser jornalista e ter experiência e carisma como apresentadora de TV. A jornalista já apresentou durante anos o telejornal DF TV, similar ao programa local que as afiliadas da Rede Globo levam ao ar nos demais estados.
A bela morena brilhou como cometa durante o ano de 2007. Algum tempo após ser alçada à posição de celebridade com a revelação de que tinha uma filha com o senador Renan Calheiros, a jornalista lançou, no final do mês de novembro, o livro o “O poder que Seduz”. No livro, Mônica roteiriza seus dias de romance com o senador Calheiros, que foi acusado de lançar mão de recursos de uma empreiteira para pagar a pensão da filha que resultou do relacionamento extraconjugal com a jornalista. A vendas do livro ficaram abaixo das expectativas.
O telespectador tem agora a oportunidade de ver na telinha os atributos da morena que fez um dos poderes da República tremer durante os meses em que Renan Calheiros moveu céus e terras para não perder a cadeira de presidente do Senado.
http://luisclaudioguedes.uniblog.com.br/

25 de fev de 2008

Isto é jornalismo?

Não, nitidamente, não é jornalismo. Se alguém tinha alguma dúvida, a capa de Veja desta semana, reproduzida acima, é esclarecedora: trata-se de um panfleto de direita e não uma revista informativa. O jornalista Luis Nassif, que está escrevendo um dossiê sobre a revista Veja em seu blog, é até gentil ao classificar de “jornalismo de esgoto” o que é publicado na revistona mais vendida do país. Na verdade, não há jornalismo algum ali, apenas um apanhado de comentários e textos, muitos deles claramente ficcionais, sobre o que de mais importante a ultradireita considera ter ocorrido na semana. É, digamos assim, uma revista de formação e não de informação – e muito bem feita, por sinal.Sem mencionar o conteúdo das “reportagens” internas, uma rápida análise da capa desta semana é suficiente para provar o caráter da revista. “Já vai tarde - o fim melancólico do ditador que isolou Cuba e hipnotizou a esquerda durante 50 anos” é uma chamada e tanto. Bem, “Já vai tarde” é o que pensa a família Civita e os muito bem pagos puxa-sacos que trabalham na árdua função de “editar” (editorializar seria mais preciso) Veja. Até aí, o script da ultradireita caminha bem. “Fim melancólico do ditador que isolou Cuba”, porém, já força um pouco a barra. Primeiro, porque não há nada de melancólico na renúncia de Fidel. Ele soube sair de cena, preparou a sua sucessão, continua escrevendo e divulgando as suas idéias (bem mais lidas do que as da família Civita, é bom que se diga). Ora, o que há de melancólico na troca de comando em Cuba? Ao contrário do que certamente desejavam a família Civita e os cubanos de Miami, não houve revolta popular contra o regime de Fidel e nem ele morreu no poder para que pudessem dizer que em Cuba a presidência era vitalícia.Em segundo lugar, não foi Fidel quem isolou Cuba, mas os Estados Unidos da América - pátria dos Civita –, por meio do desumano embargo que já dura décadas. Outra incorreção da chamada é dizer que Fidel “hipnotizou” a esquerda mundial. Trata-se apenas de uma figura de linguagem ruim, pois a esquerda não foi “hipnotizada” por ninguém, ao contrário, estava lutando ao lado de Fidel, como esteve ao lado do camarada Stálin, por exemplo. A esquerda pode ter cometido erros, mas “hipnotizada” pelo comandante, definitivamente não foi.A cereja no bolo desta edição de Veja é a pequena foto do presidente Lula no alto da capa, acima de Fidel e com pose de Superman. “Popularidade - Lula surfa nos bons números do capitalismo brasileiro” é a chamada que acompanha a imagem. Claro, trata-se de uma referência ao excelente desempenho do presidente brasileiro na pesquisa CNT/Sensus divulgada na semana passada. A revista já traz a explicação do aumento da popularidade logo na capa, para não deixar dúvidas: é a “rendenção” de Lula à economia de mercado o que o faz o mais popular dos presidentes brasileiros desde a redemocratização, a despeito da vergonhosa campanha da própria Veja contra o presidente. Ou seja, Lula é a esquerda que, domesticada, “deu certo”. Embora também não tolere o governo do presidente-operário, o panfletão da Abril deixa claro que, pelo menos até aqui, Lula e Fidel são diferentes.Tudo somado, a edição de Veja desta semana devia ser estudada não nos cursos de jornalismo, mas nos de publicidade. É um bom jeito para os futuros marqueteiros dos futuros Malufs, Pittas e afins aprenderem como vender gato por lebre. Isto, melhor do que Veja ninguém faz.

Fim da novela - Zé Helber é o presidente do PT de Montes Claros

A comissão eleitoral do PT estadual, presidida pelo deputado federal e presidente do PT de Minas, Reginaldo Lopes, bateu o martelo sobre o PT de Montes Claros e por seis votos a dois manteve a decisão do PED local, que elegeu o advogado e sociólogo Zé Welber, na presidência do Partido dos Trabalhadores de Montes Claros.

FINATEC estoura no colo dos Tucanos

O Partido da Imprensa Golpista (PIG) esconde
e a gente mostra

Atendendo o pedido de Helena Sthephanowitz e ZéAugusto estamos espalhando essa notícia porque o PIG não publicou, só mostrou os contratos da FINATEC com prefeituras petistas, escondendo a ala demo-tucana que é muito maior, inclusive em valores, como demonstra abaixo.
A FINATEC já é velha conhecida dos demo-tucanos, de longa data. Alguns fatos:Entre 1997 e 2003 (era FHC), a FINATEC firmou 4 contratos com o Ministério da Agricultura que somam somam R$ 41 milhões.Chama atenção o fato de a FINATEC ser contratada para realizar tarefas que requerem uma especialização que ela não possui: monitorar safras agrícolas, executar e implementar zoneamento agroclimático e pedoclimático.Uma fiscalização do TCU - Tribunal de Contas da União, realizada a pedido da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados, encontrou irregularidades nos 4 contratos com Min. da Agricultura do governo FHC. Será que os Deputados tucanos e dos demos não sabem disso que aconteceu debaixo do nariz deles, dentro da Câmara dos Deputados?A RECEITA FEDERAL auditou a atuação da FINATEC, e concluiu que houve abandono dos objetivos estatutários e pediu o fim da isenção fiscal da fundação. Ponto para o governo do Presidente Lula.

A FINATEC tem até filial em Goiânia-GO. O Senador Marconi Perillo contratou a FINATEC quando era governador de Goiás (sabe-sa lá para quê) através de sua secretaria de Educação em 2004.

Será que o Senador Demóstenes Torres, também de Goiás, também NÃO sabe disso? A FINATEC já é objeto de investigação pelo Ministério Público do Distrito Federal desde 2003, pelo menos. Será possível que o PIG NÃO sabe disso? Em 13 de maio de 1998, quando Luis Carlos Mendonça de Barros era Ministro das Comunicações, a FINATEC firmou contrato com os Correios, com DISPENSA de LICITAÇÃO.

Os serviços prestados que constam são assessoria e consultoria nos projetos:- Sistemas de Telemática, envolvendo atividades de desenvolvimento, implantação e manutenção, cujo valor global é de R$ 1.785.390,84;- produção gráfica da Revista Correio Hoje, cujo valor global é de R$ 19.198,00;- sistemas de transmissão de arquivos, cujo valor global é de R$ 50.929,54;- realização dos serviços com o objetivo de atender às metas setoriais do Plano de Negócios, Projetos Corporativos, solicitação de órgãos da empresa e dos Projetos Prioritários relativos ao Treinamento no Local de Trabalho (TLT), dentre outros.

Estes serviços prestados aos Correios, por lei, não poderiam ser contratados sem licitação, e não é função da FINATEC prestar tais serviços. Em 5 de julho de 1999 quando Paulo Renato de Souza era Ministro da Educação, a própria Universidade de Brasília contratou a FINATEC com DISPENSA de LICITAÇÃO para prestar apoio na implementação e gerenciamento do plano de assistência odontológica aos servidores da Universidade de Brasília.Esse tipo de contrato está fora das atribuições de ensino e pesquisa da FINATEC. 14 de abril de 1998, houve contrato com a própria Universidade de Brasília (também quando Paulo Renato de Souza era Ministro da Educação), com DISPENSA de LICITAÇÃO, para apoio a atividades desenvolvidas pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos - CESPE. O valor estimado foi de R$ 15 milhões.

É importante salientar que foram desenvolvidas atividades que a FINATEC não poderia realizar em parceria com a Universidade como, por exemplo, a prestação de serviços relacionados à assessoria e consultoria técnica para atender contratos firmados entre a FUB e SEBRAE, INSS, MPAS, EBCT, PMDF, MRE, BACEN e outros.Tudo indica que o contrato foi uma forma de retirar dinheiro público da educação (do orçamento da Universidade) para dar destino privado através da FINATEC.10 de setembro de 1998, Contrato com DISPENSA de LICITAÇÃO firmado com a própria a Universidade de Brasília para serviços automotivos, que abrange o POSTO de abastecimento de COMBUSTÍVEIS, centrais de LUBRIFICAÇÃO e de LAVAGEM de VEÍCULOS, BORRACHARIA, LOJA de conveniência, unidade de alimentação e outros que se fizerem necessários, situado no Campus Universitário Darcy Ribeiro - UnB.

Aí também já é demais! Na época em que Paulo Renato de Souza era Ministro, o dinheiro Público que ia para uma Universidade Federal, era usado para contratar uma Fundação Privada de Ensino e Pesquisa para gerenciar POSTO DE GASOLINA e BORRACHARIA! Quando a gente pensa que viu tudo em termos de abuso do dinheiro público para a educação, os demo-tucanos ainda conseguem nos surpreender.

Em tempo: A FINATEC é apenas uma de seis Fundações semelhantes ligadas à Universidade de Brasília. Pelo menos outra destas fundações também tem atuação suspeita. Existem casos semelhantes de desvios de dinheiro público da educação e uso privado de fundações que deveriam ser públicas, em outras Universidades Federais e Estaduais: UFF - Universidade Federal Fluminense, USP - Universidade de São Paulo (Estadual), UNICAMP - Univesidade de Campinas (Estadual), e várias outras.

23 de fev de 2008

Seis anos de impunidade


A vida perdida para a ignorância

Igor Xavier era um artista talentoso e uma pessoa querida pela comunidade de Montes Claros, MG. Foi assassinado com cinco tiros em março de 2002 por Ricardo Athayde Vasconcelos, réu confesso.
O promotor público, Wesley Leite Vaz, está convicto de que o filho de Ricardo, Diego Athayde, participou do crime. A defesa nega. Diz que Ricardo descontrolou-se ao ver seu filho (um adulto) sendo assediado. O promotor acredita em outra versão. A família e a sociedade local pensam que a morte de Igor, homossexual assumido, foi um ato extremo de homofobia.
Passados seis anos, o juri ainda não aconteceu. Ricardo espera o julgamento em liberdade. Na família do assassino há políticos, que os pais de Igor desconfiam que possam, de alguma forma, ter influenciado para este longo tempo de impunidade. O primeiro advogado de defesa, Maurício de Oliveira Campos Júnior, é hoje Secretário de Segurança do governador Aécio Neves.
Veja AQUI o vídeo sobre a última reportagem da série sobre homofobia, que o Coletivo Catarse produziu para a TV Brasil, tentamos registrar um pouco do sentimento da família e dos amigos de Igor, a falta que ele faz para as pessoas que o amavam (o amam), e a inconformidade com um ato bárbaro que revela, ainda, o estágio de ignorância em que se encontram alguns de nós.

Jornalistas comemoram liminar do STF que suspende artigos da Lei de Imprensa

A repercussão da decisão do Supremo Tribunal Federal de revogar alguns artigos da Lei de Imprensa foi positiva. Datada de 1967, a Lei de Imprensa é vista como um dos últimos resquícios da época do regime militar.

Diretora de jornalismo da TV Brasil, Helena Chagas define a Lei de Imprensa como um “entulho autoritário da ditadura”. “O STF provocou essa discussão num momento em que é preciso também lembrar dos novos meios de comunicação, como os veículos online, blogs.”

“Já era para ter acabado. A Lei de Imprensa é anacrônica e da época da ditadura, que está morta e enterrada”, observou o jornalista esportivo Juca Kfouri.

José Hamilton Ribeiro, repórter especial do Globo Rural, acredita que a imprensa não precisa de uma lei específica. “Para jornalista canalha, existe o Código Penal. Precisamos de uma boa Constituição, que defenda a liberdade do povo e, automaticamente, a liberdade de expressão através de todos os veículos. Jornalista que calunia, difama ou injuria deve ir para a cadeia, como qualquer outra pessoa”.

Ex-assessor da Presidência da República nos dois primeiros anos do governo Lula, Ricardo Kotscho acha que Miro Teixeira fez bem ao entrar com a Argüição de Descumprimento de Preceito Fundamental no STF em vez de pensar apenas do anteprojeto do qual é autor sobre a revogação da Lei de Imprensa. “Quanto mais rápido acabar com ela, melhor. O Miro é jornalista também e meu colega no conselho da Associação Brasileira de Imprensa. Vivemos num país democrático e a Lei de Imprensa é um dos últimos resquícios que ficou na legislação brasileira.”

Apresentador da TV Bandeirantes, Ricardo Boechat lembra que “não há registro na memória da democracia de mau uso de excesso de liberdade de imprensa. Se é que existe excesso quando se trata de liberdade de imprensa. E a memória das ditaduras também, ao longo da história, está repleta de leis que, como essa, só serviram para prejudicar os povos.”

http://www.comunique-se.com.br/

21 de fev de 2008

IGOR VIVE - 4ª SEMANA CULTURA IGOR XAVIER (11 A 15 DE MARÇO)

APRESENTAÇÕES - Entrada franca
DIA 11 de Março - 3ª feira - 19:30hs – ABERTURA OFICIAL - Exposição Artes Plásticas: “6 Anos Sem Igor e Suas Inventivas Poéticas Urbanas” - - Declamação de Poesia - Performance: Simone Xavier e Thaís Freat LOCAL: GALERIA GODOFREDO GUEDES – Centro Cultural 20:30hsATRAÇÕES POÉTICAS E MUSICAIS Banda O Quanto, Elthomar Santoro, Bob Marcílio, Albino José dos Santos, Thaise Diaz, Ribeiro e Ribeirinho, Wagner Rocha, Grupo Meninas de Minas, Dóris Araújo, Élcio Lucas, Maristela Cardoso, Karla Celene Campos, Fred Gonçalves, Renilson Durães, Mirna Mendes, Aroldo Pereira, Grupo de Literatura e Teatro Transa Poética. LOCAL: AUDITÓRIO CÂNDIDO CANELA – Centro Cultural DIA 12 de Março - 4ªfeira 20:30hs – TEATRO PERFORMANCE E MÚSICA - Expiralado: Arte Contemporânea – Apresenta: “Alguns Exageros e a Flor Roxa” - Diva – Melissa Bruni - Banda O Quanto LOCAL: AUDITÓRIO CÂNDIDO CANELA – Centro Cultural DIA 13 de março - 5ªfeira 20:30hs – MOSTRA DE CINEMA Filme: O SEGREDO DE BROKEBACK MOUNTAIN Diretor: Ang Lee Local: Auditório Cândido Canela – Centro Cultural Hermes de Paula DIA 14 de Março - 6ªfeira 20:30hs – DANÇA - “Saudação ao Sol” - Renilson Durães e Convidados Studio de Ballet Jaqueline Pereira Balé de Câmara e Convidados Cia. Riscas de Ribeirão Preto – Direção: Edson Fernandes LOCAL: AUDITÓRIO CÂNDIDO CANELA – Centro Cultural DIA 15 de março - sábado Aniversário de Vida de Igor Xavier – 36 Anos 10:00hs – Mesa temática A dança contemporânea – Edson Fernandes LOCAL: AUDITÓRIO CÂNDIDO CANELA – Centro Cultural 16:00hs AULÃO DE DANÇA POPULAR “Dançando nas Alturas” Fabian Queiroz 18:00hs Aula de Yoga e Apresentação de Mantras Renilson Durães e Convidados 19:00hs Apresentação – Imagens de Igor 19:30hs Apresentações Musicais Ruído Jack, Bruno e Fabiana, Herberth Lincoln, Grupo de Seresta Namorados da Lua, Jukita Queiroz, Sholmes Souto, Wagner Black, Ariel Xavier, The Dragons, Terceira Margem, Bob Marcílio, Thais Freat. LOCAL: PRAÇA BAILARINO IGOR XAVIER – MORADA DO PARQUE

OFICINAS DE 12 A 14 de Março
OFICINA DE DANÇA CONTEMPORÂNEA - CIA. Riscas de Ribeirão Preto/Edson Fernandes LOCAL: AUDITÓRIO CÂNDIDO CANELA – Centro Cultural OFICINA DE DANÇAS POPULARES NORDESTINAS - Fabian Queiroz
LOCAL: UNIMONTES - Prédio 2CCH/sala 53C - Fone: (38) 3229-8165 Coordenadoria de Extensão Cultural OFICINA DE PERNA-DE-PAU - Fabian Queiroz
LOCAL: PRAÇA BAILARINO IGOR XAVIER - MORADA DO PARQUE OFICINA DE VÍDEO Edição de Imagem – Estética da Imagem – Direção - Roteiro e Fotografia Diego Kartz
LOCAL: AUDITÓRIO CÂNDIDO CANELA – Centro Cultural Inscrições a partir de 03 de março - Informações: (38)3214-9271 / 3083-0437 ACIV (38)3229-3456 / 3458 Centro Cultural REALIZAÇÃO: ASSOCIAÇÃO SÓCIOCULTURAL IGOR VIVE - ACIV
ASSASSINOS
No dia 1º de Março de 2002, a cidade de Montes Claros foi surpreendida com a notícia do bárbaro assassinato do bailarino e ator IGOR LEONARDO LACERDA XAVIER, cometido pelo assassino confesso RICARDO ATHAYDE VASCONCELOS tendo como comparsa seu filho DIEGO ATHAYDE. Até hoje eles continuam impunes graças ao poderio econômico...

Cuba - A renúncia de Fidel

Frei Betto *

Fidel Castro, 81, renunciou às suas funções de presidente do Conselho de Estado de Cuba e Comandante-em-Chefe da Revolução. Entregue aos cuidados de sua saúde, prefere manter-se fora das atividades de governo e participar do debate político - que sempre o encantou - através de seus artigos na mídia. Permanece, porém, como membro do Birô Político do Partido Comunista de Cuba.

No próximo domingo, 24, Raúl Castro, 77, será eleito, pelos novos deputados da Assembléia Nacional, para ocupar as funções de primeiro mandatário de Cuba.

Esta é a segunda vez que Fidel renuncia ao poder. A primeira ocorreu em julho de 1959, sete meses após a vitória da Revolução. Eleito primeiro-ministro, entrou em choque com o presidente Manuel Urrutia, que considerou radical as leis revolucionárias, como a reforma agrária, promulgadas pelo conselho de ministros. Para evitar um golpe de Estado, o líder cubano preferiu renunciar. O povo saiu às ruas em seu apoio. Pressionado pelas manifestações, Urrutia não teve alternativa senão deixar o poder. A presidência foi ocupada por Osvaldo Dorticós e Fidel voltou à função de primeiro-ministro.

* Frei dominicano. Escritor.

Veja o artigo completo AQUI no site da Adital

Enquanto a polícia de Aécio atende interesses particulares a população padece com a insegurança nas ruas

A Polícia de Aécio foi acionada na última segunda-feira (18) pela Faculdade Santo Agostinho para dissolver manifestação pacífica dos estudantes. Enquanto isso, a criminalidade continua solta na cidade.
Leia
AQUI no EM: Trote em faculdade termina em confusão no Norte de Minas
Veja o vídeo abaixo

Polícia de Aécio dissolve manifestação pacífica de Montes Claros

video

NÃO ÀS DEMISSSÕES DA COTEMINAS

INDÚSTRIAS DE M ONTES CLAROS OPRIMEM TRABALHADORES
Desde a implantação do pólo industrial em Montes Claros, nos anos 70, através de incentivos fiscais do governo federal, de doação de terrenos e isenção fiscal do município, várias industrias se instalaram aqui. Chegaram empresas como Pegeuot, MECA, TRANSIT e outras. As empresas se estruturam, ganham muito dinheiro, e se estruturam em outros Estados com o capital acumulado na cidade. Quando o período de benefícios fiscais termina, estas empresas fecham e deixam vários trabalhadores demitidos sem seus direitos trabalhistas.
Diante das pressões, os trabalhadores se organizaram para defender seus direitos e as opressões se intensificaram. No grupo da Coteminas, logo após a fundação da Associação de Trabalhadores, vários dos seus diretores foram demitidos.
A CUT –Central Única dos Trabalhadores vem repudiar toda a história de opressão da Coteminas, desde à perseguição às lideranças sindicais até essa escandalosa demissão em massa, com o argumento de modernização dos seus equipamentos e alta taxa da energia elétrica. Como sempre, o sacrifício cai em cima das famílias trabalhadoras.
O grupo Coteminas é um dos mais lucrativos do mundo. Isto se dá ainda mais com os baixos salários pagos aos trabalhadores. Os benefícios sociais da empresa ajudam, mas também mascara a opressão salarial e sindical.
Nós, sindicalistas da CUT, estamos nos colocando à disposição dos trabalhadores na luta pela garantia dos seus direitos. Chamamos a atenção do nosso vice-presidente da República, José de Alencar, que diz ter um compromisso político e social com Montes Claros e norte de Minas. Na campanha eleitoral esteve com os trabalhadores na fábrica, criando expectativa de garantia de mais empregos, com o fortalecimento industrial de Montes Claros. O que estamos vendo é justamente o contrário. Em vez de mais empregos, demissões em massa, e várias fábricas fechando suas portas.

Não às demissões!
Pela garantia do emprego e dos direitos dos trabalhadores!
CUT - Central Única dos Trabalhadores
Norte de Minas

Defesa das reformas democráticas une partidos de esquerda

O Ato de Lançamento da Campanha em Defesa das Reformas Democráticas, na tarde/noite desta quarta-feira (20), em Brasília, reunindo cinco partidos políticos – PSB, PCdoB, PT, PDT e PRB - representa a retomada do fio da história brasileira iniciada em 1950. Os oradores – presidentes e líderes dos partidos políticos – destacaram a importância da unidade das legendas em torno das reformas necessárias ao desenvolvimento do país.
O presidente do PCdoB, Renato Rabelo - o primeiro orador e o que fez o discurso mais longo - disse que ''essa iniciativa de se discutir as reformas democráticas tem sentido político importante para os partidos de esquerda e progressistas e para o governo do Presidente Lula. Segundo ele, ''a luta pelas reformas democráticas – em um país de grandes desigualdades sociais e regionais, discriminações e dependências - comparado aos diversos períodos da nossa história, em que teve momentos de assenso e descenso, é a expressão no campo político dessa realidade estrutural''.
Para o senador Cristovão Buarque (PDT-DF), a luta deveria ser para que a escola do filho do trabalhador seja a mesma escola do filha do patrão. Ele, que foi recebido com o canto de ''Parabéns Prá Você'', disse que "nós estamos aqui porque temos um lado, que é diferente da elite brasileira que defende a continuação do que se tem desde o começo do nosso País. Vamos procurar a causa comum que nos faz igual apesar das siglas diferentes'' e estendeu os parabéns a todos os presentes, ''porque somos diferentes, sonhamos e sabemos o nosso lado''.
Veja a matéria completa AQUI no site Vermelho

Lançamento do Movimento das Reformas Democráticas

Enquanto a oposição sem rumo procura um caixote para subir e fazer discursos vazios, através de coisas pouco produtivas como a CPI dos cartões corporativos, cinco Partidos da base governista (PT, PCdoB, PSB, PDT e PRB), organizaramm uma ambiciosa agenda nacional de reformas transformadoras.
O objetivo do movimento é mobilizar a sociedade em torno da necessidade das reformas:- tributária- política- educacional- agrária- urbana.
O lançamento em ato político aconteceu ontem no Auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados, em Brasília.
Os partidos apresentaram propostas a partir de estudos em suas Fundações e promoverão ciclos de debates que levem à mobilização da sociedade para destravar a agenda destas reformas no Congresso Nacional.
Mais informações:
Fundação Perseu Abramo (PT) – (11) 5571-4299
Fundação João Mangabeira (PSB) – (61) 3365-4099
Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini (PDT) - (61) 3226-0949/(21) 22320121
Fundação Maurício Grabois (PCdoB) – (11) 3266-8368
Fundação Republicana Brasileira (PRB) – (61) 3366-2487

20 de fev de 2008

Imprensa enfrentará enxurrada de ações de fiéis da Universal

A quantidade de telefonemas de fiéis para a Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) aumentou consideravelmente, depois da reportagem que a TV Record fez no Domingo Espetacular. Apesar de divulgar a reportagem, a Universal nega qualquer interesse em “orquestrar” e “incentivar” os processos judiciais que seus fiéis estão movendo na Justiça. O comunicado informa, ainda, que a própria Igreja entrou na Justiça contra os veículos, sem afirmar em que comarca e contra qual. Em várias tentativas de entrevista com a Iurd, a imprensa consegue apenas comunicados oficiais. Não há a possibilidade de entrevistas com seus líderes. A Iurd afirma que é a favor da liberdade de imprensa: “A Iurd respeita a liberdade de imprensa, os jornalistas e suas entidades representativas, porém, não admite que reportagens sejam usadas para ofensas de outras garantias constitucionais como a dignidade da pessoa humana, o acesso à Justiça, a liberdade de crença e à inviolabilidade da honra.” A Universal também contesta o termo usado pela reportagem do Globo para designar a crença: a palavra seita. “É inaceitável que, no uso de suas prerrogativas, a mídia utilize denominações ofensivas e preconceituosas como seita, bando e facção em referência à Iurd.”

Câmara dos Deputados aprova MP da TV pública

A Câmara dos Deputados aprovou por 336 votos a 103 o projeto de lei de conversão do deputado Walter Pinheiro (PT-BA) para a Medida Provisória 398/07, que cria a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) para gerir a TV Pública. Houve três abstenções. Treze destaques da matéria (artigos alíneas e incisos) ficarão para esta quarta-feira.

19 de fev de 2008

Lula socorre flagelados da seca

Por telefone, em conversa com o vice-presidente José Alencar, o presidente Lula respaldou a adoção das medidas pretendidas por lideranças do Norte de Minas, como forma de combater os efeitos da longa estiagem na região. Foi uma resposta imediata à comitiva de lideranças regionais, comandada pelo prefeito de Montes Claros, Athos Avelino. O grupo foi recebido às 11 horas desta terça-feira, 19, no gabinete do vice-presidente, em Brasília. A ligação para Lula foi logo após o encontro. "A presença das lideranças foi expressiva e estamos na expectativa de que nossos pleitos serão atendidos, pois somente assim estaremos amenizando uma situação dramática que vive a agropecuária da região, com reflexos em toda a economia", enfatizou Athos Avelino. O prefeito Athos reafirmou a Alencar a situação de calamidade que vive a agropecuária norte-mineira em conseqüência da falta de chuvas e lamentou que as reivindicações feitas em 21 de novembro do ano passado, até o presente momento, não tenham sido implementadas, apesar de o presidente Lula ter determinado aos ministros uma ação enérgica e imediata. O prefeito apresentou ao vice-presidente um documento resultante de reunião das lideranças com os produtores, no qual cinco itens foram considerados de vital importância para o setor: renegociação de dívidas vencidas e a vencer; recursos específicos para recuperação de pastagens; financiamento de estrutura hídrica (perfuração de poços, construção de pequenos açudes) e aquisição de equipamentos de irrigação, objetivando cultivar forrageiras e constituir reservas estratégicas para a alimentação do rebanho, compatível com a realidade regional; liberação de recursos orçamentários previstos para o Dnocs e Codevasf; e que seja estendida à agricultura irrigada o benefício da tarifa noturna, bem como para os horários diurnos dos sábados, domingos e feriados De imediato, José Alencar manteve contatos com o ministros da Fazenda, Guido Mantega, e da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, e com o presidente do Banco do Nordeste, Roberto Smith, apresentando as questões relacionadas a cada um e solicitando o empenho para uma decisão imediata.

Primeira vitória do governo Lula

Supremo Tribunal Federal (STF) negou ontem o pedido de liminar feito pelo PPS para tornar públicas todas as despesas realizadas pela Presidência da República por meio de cartões corporativos. Com isso, os partidos de oposição que contestam o sigilo dos gastos terão de aguardar que a matéria entre na pauta do plenário.
Em parecer, o relator do caso, ministro Ricardo Lewandowski, afirmou reconhecer a legitimidade do partido para apresentar a ação, mas ressalvou que a decisão sobre o assunto deve ser tomada pelo plenário da Corte junto com o julgamento do mérito do pedido.
A ação de argüição de preceito fundamental (ADPF) em análise foi apresentada no último dia 12 pelo presidente do PPS, Roberto Freire. “A CPI pode quebrar o sigilo. Nossa ação pretende anular o Decreto-Lei 200 de 1967 que permite esse sigilo. Mas antes mesmo da votação da matéria pelo Supremo, é possível para os parlamentares terem acesso aos dados, porque a comissão possui poder para isso”, disse Roberto Freire. Também em tramitação no Supremo, um mandado de segurança apresentado pelo líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), requerendo acesso aos dados sigilosos dos cartões corporativos da Presidência da República, deve demorar ainda mais para entrar na pauta.
Isso porque a matéria ainda está aguardando parecer do relator, ministro Celso de Mello, sobre o pedido de liminar. A assessoria do ministro não soube informar qual a situação da análise da ação.
Mas, apesar da indefinição sobre a data em que deverá ser votada, alguns tucanos ficaram otimistas com a designação do relator, visto que Celso de Mello já deu declarações defendendo a publicidade dos gastos da Presidência.Cortes no JudiciárioO principal assunto no Judiciário, não é o problema com cartões corporativos, mas sim a questão de cortes nas despesas do poder depois do fim da CPMF. Na quarta reunião para discutir cortes do Judiciário programados para 2008, a cúpula do poder finalmente deu o braço a torcer e concordou em enxugar os gastos. Porém, ainda bate o pé em relação a valores. Enquanto a Comissão de Orçamento do Congresso recomenda passar a tesoura em R$ 735 milhões, os magistrados admitem abdicar de apenas R$ 526,7 milhões.
A única voz dissonante é a do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Marco Aurélio Mello, que disse que não abre mão de sequer um centavo em seu orçamento. O problema é deles, congressistas.
Será uma opção política escolher onde cortar”, disse Marco Aurélio.

18 de fev de 2008

Blogs e sites direitosos entram em depresssão

A pesquisa apontando crescimento da popularidade do governo e do presidente Lula parece ter chateado os blogueiros direitistas. Reinaldo Azevedo, por exemplo, até agora não se manifestou sobre o tema. O tal Coronel do Coturno Noturno, aquele que sempre tinha uma "pesquisa interna do PSDB" com resultados favoráveis a Alckmin na campanha de 2006, ainda não escreveu palavra sobre o crescimento de Lula. Além do Montes Claros. com, que adora copiar as matérias tendenciosas da Folha, do Estado de Minas, do Estadão... usando as teclas Ctrl C e Ctrl V (copia e cola).
Há alguns remédios na praça, como o Proazc, que podem ajudar esta turma.

Governo Lula tem a melhor avaliação desde a posse em 2003, aponta CNT/Sensus

BRASÍLIA - A avaliação positiva do governo Luiz Inácio Lula da Silva está em 52,7%, segundo dados da pesquisa da Confederação Nacional do Transporte e Instituto Sensus (CNT/Sensus). O índice é recorde desde a posse do presidente em janeiro de 2003. No levantamento anterior, em outubro de 2007, esse percentual correspondia a 46,5%.
A avaliação do desempenho de Lula também está em alta. Segundo dados da pesquisa, 66,8% dos entrevistados disseram que aprovam o presidente, contra 28,6% de desaprovação. A CNT/Sensus foi realizada entre os dias 11 e 16 de fevereiro e entrevistou 2 mil pessoas em todo o País.
A pesquisa também aponta que 36,8% dos entrevistados afirmam poder votar em um candidato apoiado por Lula. Somente 25,9% do eleitorado não votaria de jeito nenhum em um político indicado pelo atual presidente.
Nos questionamentos sobre as eleições de 2010, na pesquisa espontânea, Lula aparece em primeiro com 18,6% contra 5,1% de José Serra. Nas pesquisas estimuladas, os dois nomes mais votados nas simulações são de José Serra e Ciro Gomes, sempre com o tucano na frente do deputado do PSB. Na pesquisa estimulada, o nome de Lula não aparece nas alternativas.
A proporção com impressão negativa do governo caiu para 13,7% no estudo de fevereiro ante os 16,5% do último levantamento, de outubro do ano passado. Também houve recuo na parcela dos entrevistados que classificaram a gestão atual como regular - de 35,9% para 32,5%.
Os números mais recentes fazem parte da 91ª Rodada da Pesquisa de Opinião Pública Nacional. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.
Último Segundo - IG

JACINTO DE NIQUIM

*João Avelino Neto

Passava os dias de carnaval no Quilombo. No domingo, Gôda diz que Jacinto estava internado no São Lucas. Na segunda, de manhã, antes de ir para a lida roceira, ouço no rádio da cozinha de Dona Therezinha, minha mãe, enquanto tomava café feito por ela no fogão de lenha, a notícia da morte de Jacinto Leite Nonato.
Vi Jacinto, de corpo presente, no final do ano passado, de passagem, defronte à Caixa Econômica. Estava esbelto, saudável. Foi só um olá, como está, precisamos encontrar, falar, relembrar e sonhar. Subi a Dr. Santos, com os olhos meio turvos, porque Jacinto lembra Joelisa e Pimenta.
Tudo leva a crer que Jacinto se achava só no Pradinho, depois que se foram Seu Pimenta, Dona Joelisa, Daniel Pereira, Antônio Avelino, Izidro, Dilo Brandão, Nenca, Zé Pranchinha, Zé Madureira, João congo e tantos outros que margearam os rios do Valo, Pacuí, Quilombo, Santa Maria, São Lamberto, Traíras.
Porém, na mesma segunda, fui a cavalo na casa de Geraldim de João Élcio Rocha, nosso vizinho de cerca, assim como Arnaldo Gonçalves de Oliveira. Depois de passar por três a quatro colchetes de arame, chego na porteira da nova morada de Geraldim, encosto o green para destremelar a cancela, passo a mão na tramela e sou recepcionado por um pequeno enxame de maribondo. Instintivamente recuei o cavalo, que não levou nenhuma ferroada e tudo foi resolvido com a interferência de Geraldim que levou algumas picadas.
Jacinto é um dos últimos dos moicanos das Gerais de Montes Claros. Cada um deles tem uma historia e precisa ser contada. No começo de 1968, faz 40 anos, antes do AI-5, peguei uma empreitada de Arnaldo para destocar uma manga e tive a ajuda solidária de Jacinto, Sinfrônio, Ataíde, emprestando juntas de boi e pegando no arado, o último.
São marcas indeléveis de um tempo que se foi e de uma saudade danada que invade a nossa alma.
*João Avelino Neto é advogado trabalhista e militante petista

JUVENTUDE REALIZA CONFERÊNCIA REGIONAL EM BUSCA DE DIREITOS

O DCE Diretório Central de Estudantes da Unimontes – Gestão a Hora é Agora, convoca todos os jovens do norte de Minas e Vale do Jequitinhonha para participarem da I Conferência Regional de Políticas Públicas da Juventude. O evento se realizará no dia 22 de fevereiro, sexta-feira, de 9 às 16 horas, no Auditório Mário Ribeiro, no campus da Unimontes, em Montes Claros.
Segundo Juliano Gonçalves Pereira, Diretor de Esporte, Cultura e Lazer do DCE, e Coordenador do evento, a Conferência tem o objetivo de debater não só os problemas vividos pela juventude, mas também ouvir a juventude se posicionar e levantar alternativas de soluções vivenciadas em diversos projetos espalhados pelo norte de Minas e Vale do Jequitinhonha.

Leia + AQUI

Polícia mata ciclista

A polícia de Aécio Neves em Montes Claros atropelou um ciclista que bateu a cabeça na viatura e morreu na hora. O fato ocorreu ontem, quando o carro dirigido pelo cabo Gilmar Santos se deslocava para atendimento de ocorrência na MG-308 e atropelou José Pereira Lopes, de 39 anos.

Classificados - 3° Festival de Música da 18ª Festa Nacional do Pequi

Relação das 30 músicas selecionadas dentre mais de duzentas inscritas para participar do 3° Festival de Música da 18ª Festa Nacional do Pequi de Montes Claros. A Festa vai ocorrer de 28 de fevereiro a 02 de março, na Praça de Esportes de Montes Claros. O Festival terá duas etapas eliminatórias:
29/02/08 – Apresentação de 15 músicas, sendo classificadas 06 para a etapa final.
01/03/08 – Apresentação de mais 15 músicas e classificação de 06 para a etapa final.
02/03/08 (domingo) – Serão apresentadas as 12 músicas finalistas, concorrendo ao prêmio total de R$7.500,00 (sete mil e quinhentos reais).
Distribuídos da seguinte forma:
1° lugar ... R$ 3.000,00 (três mil reais)
2° lugar ... R$ 2.000,00 (dois mil reais)
3° lugar ... R$ 1.000,00 (mil reais)
Melhor Intérprete... R$ 750,00 (setecentos e cinqüenta reais)
Melhor Arranjo ......R$ 750,00 (setecentos e cinqüenta reais)
Artista Cidade Canção

17 de fev de 2008

O PIG - Partido da Imprensa Golpista -, BUSCA DESESPERADAMENTE UMA CRISE

Paulo Henrique Amorim - Máximas e Mínimas 949

Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PIG, Partido da Imprensa Golpista.


. O senador José Agripino Maia, líder do PFL, diz que não vai se "submeter a uma farsa".
. A farsa a que se refere o senador pefelista é a maioria controlar a CPI.
.Logo, o senador tem um problema doutrinário com a Democracia.
. Democracia, desde Aristóteles, é o regime da Maioria.
. Por isso, o PIG vive neste sábado uma crise profunda: qual é a crise?
. O furto dos dados da Petrobras ?
. A carne para a Europa ?
. A ida de Lulinha à Antártida ?
. A febre amarela no Paraguai ?
. A culpa de Lula no sistema de rebatimento do banco traseiro do Fox, da Volkswagen ?
. A demissão do médico que trabalhava para a CBF e denunciou que Ronaldinho, o Fenômeno, usava anabolizantes ?
. O desmatamento da Amazônia ?
. A recessão americana ?
. A fim do horário de verão ?
. A iminente consagração de FHC como o Tartufo Nativo número 1 ?
. A suspeita de que a Veja venda notícias ?
Clique aqui para ler "Crise ? Que crise ? Qualquer crise !"
Clique aqui para ler "Não Coma Gato por Lebre".
Dos 24 integrantes da CPI mista da tapioca – clique aqui
para votar no IVDL – 14 são da base que apóia o Presidente Lula.

Fim do horário de verão - Principais conseqüências da mudança são sonolência, cansaço e má alimentação. Adaptação leva em média uma semana

O horário de verão terminou na virada de ontem (16) para hoje (17). Os moradores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste devem atrasar os relógios em uma hora. Apesar de permitir um fim de semana com uma hora a mais, a mudança de horário pode interferir no relógio biológico.De acordo com a médica Dalva Poyares, coordenadora do Instituto do Sono e professora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), não são todas as pessoas que sofrem com a alteração no relógio, mas a alternância de atividades com a noção de claro e escuro pode interferir nos períodos de sono. De acordo com Dalva, o tempo médio de adaptação do organismo é de uma semana. A adaptação com horários de alimentação deve demorar de três a quatro dias.

Parabéns para os repórteres!

Ontem, 16 de fevereiro comemorou o Dia do Repórter. Como estamos no Brasil, país em que mais se processa jornalistas no mundo, decidimos prestar nossa homenagem aos repórteres brasileiros na figura do jornalista Luís Nassif, que acaba de receber cinco processos por seus trabalhos. Muito embora seja uma profissão notória, poucos sabem realmente o que ela exige e qual deve ser o perfil deste profissional. O Dicionário Houaiss dá a seguinte definição: "Jornalista que recolhe informações, notícias de qualquer natureza, para transformá-las em matéria de noticiário. Noticiarista de periódicos, rádio, televisão etc." Teoricamente, seria apenas isso. No entanto, na prática é preciso muito mais. Dia do Repórter: momento de comemoração ou de reflexão?, pergunta o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Ceará, uma das poucas entidades dos jornalistas que lembrou a data, para emendar: "Não dá para fingir que estamos com uma venda nos olhos e não enxergarmos que, no Dia do Repórter (16 de fevereiro) e em quase todos os outros do ano, os jornalistas estão sendo submetidos ao excesso de trabalho, a salários humilhantes e ao desrespeito à profissão que abraçaram por amor."
Parabéns para os repórteres!
homenagem do site
O Jornalista

15 de fev de 2008

Lula assina adesão do Brasil à convenções da OIT

Para atender a um antigo pleito do movimento sindical, o governo brasileiro aderiu a duas convenções da OIT - Organização Internacional do Trabalho: à 158, que extingue a demissão sem justa causa, e a 151, que regulamenta o direito de greve dos funcionários públicos.Foi uma atitude corajosa do presidente Lula, e por isso a assinatura dos documentos, para envio à aprovação do Congresso Nacional, contou com a presença de sindicalistas de todas as centrais sindicais do país no Palácio do Planalto.A questão se arrastava desde o governo Fernando Henrique Cardoso. O Brasil já havia aderido ao documento internacional - como 180 outros países já o fizeram - mas, em 1996, FHC suspendeu a adesão alegando que ela provocaria "um engessamento nas relações de trabalho".Agora, se aprovada pelo Congresso, a Convenção 158 deverá frear a elevada rotatividade no mercado de trabalho, porque acaba com as demissões sem justa causa, que não sejam motivadas por faltas graves ou dificuldades financeiras das empresas. No ano passado, 14,3 milhões de trabalhadores foram contratados, e 12,7 milhões, demitidos no Brasil. Em resposta ao temor de alguns sindicalistas que vêem na mudança a extinção da multa rescisória de 40% do FGTS, o Ministério do Trabalho garante que a ratificação não acaba com esta indenização porque ela está embutida na fixada e definida em lei complementar.O presidente da CUT - Central Única dos Trabalhadores - Artur Henrique considera a ratificação "fundamental não para o trabalhador ter estabilidade no emprego, mas para criar obstáculos à demissão".

Montes Claros recebeu a Caravana da Educação e aderiu ao PDE

Montes Claros foi o primeiro município do estado visitado pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, na passagem da Caravana da Educação por Minas Gerais, devido a carência dos poucos investimentos em educação, na região norte mineira.Haddad afirmou que Montes Claros receberá seis creches com recursos federais e, ainda neste semestre, vão começar as obras de construção da escola técnica. Montes Claros é um dos 12 municípios mineiros contemplados com uma escola técnica na segunda fase do plano de expansão da rede federal de educação profissional e tecnológica. O processo de implantação, que abrange definição e doação do terreno e aprovação do projeto arquitetônico, já está em andamento. O investimento do governo federal será de R$ 5 milhões para a construção da unidade e aquisição de equipamentos e de mobiliário. O Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet) de Minas Gerais é o responsável pelas obras, que devem começar ainda neste semestre. A licitação será aberta em março. Pirapora e Curvelo, cidades-pólo próximas a Montes Claros, também receberão escolas técnicas federais. Dos R$ 60 milhões que o governo Lula, através do Ministério da Educação irá investir no Estado, R$ 35 milhões será abocanhado pelo Norte de Minas.
ADESÃO
Montes Claros já aderiu ao Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), do Governo Federal. O termo de adesão foi assinado pelo prefeito Athos Avelino e pelo ministro Fernando Haddad, na manhã desta sexta-feira, 15, em solenidade realizada no auditório da Sociedade Rural, na presença de centenas de educadores, prefeitos e de deputados federais e estaduais. O objetivo é ampliar as ações do município, em parceria com a União, proporcionando melhor qualidade no aprendizado de crianças, jovens e adultos.
Enquanto isso, o governo de Minas ignora os avanços na educação do governo Lula e prefere continuar na contra-mão da história, com sua política educacional nefasta e arcaica, juntamente com seu colega tucano José Serra, de São Paulo.
Já o Rio Grande do Sul - estado também governado pelo PSDB - aderiu ao Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), e vem recebendo muito mais recursos do que os estados café com leite, após sua adesão.

Direção do Grupo Coteminas não consegue explicar motivos das demissões

Ontem à noite na Câmara Municipal de Montes Claros ocorreu a Audiência Pública para discutir as demissões de trabalhadores da Cotenor (empresa pertencente ao Grupo Coteminas). O requerimento que originou a Audiência Pública foi apresentado pelo vereador Ademar Bicalho (PTB) e subscrito pelo vereador Lipa Xavier (PCdoB), foi aprovado na reunião ordinária da última terça-feira, quando dezenas de trabalhadores estiveram na Câmara denunciando as demissões.
Leia + AQUI no blog do Ramon

14 de fev de 2008

COTEMINAS: SINDICATO QUER GARANTIR DIREITOS DOS TRABALHADORES

A Diretria do Sindicato dos Trabalhadores na Fiação e Tecelagem de Montes Claros tem feito todos os esforços para garantir aos cerca de 800 trabalhadores demitidos pela Coteminas todos os seus direitos. Segundo a presidente, Maria Eliana Ferreira dos Santos, a preocupação principal é manter o maior número de empregos, orientar o trabalhadores dos seus direitos e garantir todos aqueles assegurados em lei e outros acordados com a empresa, inclusive com a mediação do Ministério do Trabalho, além de um acompanhamento social e afetivo às famílias atingidas pelo desemprego.
Leia a matéria completa AQUI

Ministro recebe reivindicações dos professores em Montes Claros

O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais – Sind-UTE de Montes Claros –, apresenta nesta sexta-feira (15) ao Ministro da Educação Fernando Haddad, que chega à cidade por volta das 9h30, para apresentar o PDE (Plano de Desenvolvimento de Educação), documento em favor do Piso Salarial Profissional Nacional - PSDN.
Para o coordenador do Sind-Ute, José Gomes Filho, o governo de Minas não implantou o piso e sim uma remuneração inferior ao teto salarial, proposta que não agrada a categoria. Segundo Zé Gomes, a remuneração básica implantada pelo governador Aécio Neves é deficiente e é por isso que o sindicato defende o Piso Salarial Profissional Nacional. O Sind-Ute aproveitará a presença do ministro para protestar contra a política salarial do governo Aécio Neves.
Zé Gomes afirmou ainda que a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) marcou para 14 de Março, o Dia Nacional de Greve, em defesa do PSDN.

Homem que roubou cachaça de R$ 1,50 segue preso

Imbróglio judicial impediu cumprimento de alvará de soltura de catador de papel
O catador de papel acusado de tentar furtar uma garrafa de cachaça adoçada que custa R$ 1,50 segue preso no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Osasco, na Grande São Paulo, mesmo depois de a Justiça ter expedido na última segunda-feira (11) um alvará de soltura. Ele foi preso em julho de 2007 porque teria ingerido a bebida no interior de um supermercado na Avenida Santo Amaro, na Zona Sul de São Paulo.
Pelo crime, foi condenado pelo juiz da 27ª vara criminal de São Paulo a oito meses e 16 dias de reclusão, além de oito dias-multa.
Fonte: G1 - Globo

BIODIESEL: EQUILÍBRIO DA NATUREZA E A REDENÇÃO DO SERTANEJO

Muito se tem falado sobre a Usina de Biodiesel que a Petrobrás está construindo em Montes Claros. Alguns alegam que antes deviam investir na formação de culturas próprias, como, mamona, pião manso, girassol, etc.
Outros defendem que as coisas devem acontecer simultaneamente, como vem ocorrendo.
A Usina de Montes claros é uma das três que vem sendo implantadas no semi-árido, para incrementar a produção de biodiesel, a economia e a Inclusão Social do Sertanejo, através da Agricultura Familiar e do Associativismo, com ênfase nos assentamentos da Reforma Agrária.
Para isso, a Petrobrás vai comprar no mínimo de 30% da matéria-prima do biodiesel desse segmento. Estima-se a geração de 20 mil empregos diretos e indiretos no Norte de Minas. O Setentrião Mineiro tem vocação na cultura de mamona e algodão. Espécies resistentes à escassez de água. Ajudou a construir fortunas individuais. A ausência de Políticas Públicas, de uma Reforma Agrária e o avanço do reflorestamento provocaram o êxodo rural e a decadência da mamona e do algodão, este também vítima do “bicudo” de década de 1980.
O biodiesel é uma fonte de energia renovável, ecológica e politicamente correta.
Ao contrário do petróleo que não se renova, polui e degrada a natureza, de forma inexorável.
A implementação da Usina de Biodiesel em Montes Claros não aconteceu por acaso. É o resultado do trabalho da Administração ATHOS/SUED, de Parlamentares do PT, junto a Petrobrás e ao Presidente LULA, que, queira ou não, está tornando o Brasil um País de Todos.
João Avelino Neto
Advogado Trabalhista

13 de fev de 2008

A nova plástica de Ângela Bismarchi

Confira a entrevista da modelo Ângela Bismarchi e seu noivo, o cirurgião-plástico Wagner Moraes, deram ao colunista do Bruno Astuto, do O Dia. Eles contam sobre a próxima plástica de Ângela (a 43ª), uma reconstituição de hímen.
Qual sua próxima cirurgia?
Ângela - A de reconstituição de hímen. Vou casar dia 16 de maio e quero dar esse presente ao meu marido.
E o bisturi já tem data marcada?
Wagner - Será no dia 17 de abril, um mês antes do nosso casamento. Nossa união será na Cidade do Samba e será diferente das outras. Ao invés de entrar de limusine, Ângela vai surgir em cima de um carro alegórico.
Vai fazer uma cirurgia que você mesmo vai estragar?
Wagner - Dura só uma hora. É um fetiche meu. Fazemos sexo todos os dias. Vou ter de agüentar ficar um mês sem.
Além dessa nova plástica, alguma outra em vista?
Wagner - A Ângela já é o recorde nacional, mas logo ela vai bater a americana Cindy Jackson que fez 48 cirurgias e vai entrar no Guiness Book.
E isso nunca vai parar?
Wagner - Enquanto a Globo não der uma fala para a Ângela, ela vai continuar a fazer plástica para ser notícia. Kelly Costa - O Povo. Filado do blog de Daniel Pearl

10 de fev de 2008

Esbórnia com o dinheiro da saúde em Januária, administrada pelo PSDB

Sílvio Aguiar e Ademir Paraguai acusados de tentar desviar
R$ 1.190,00 da saúde para dar a amante do prefeito
A transparência está sob suspeita na administração do prefeito de Januária, Sílvio Joaquim de Aguiar, do PSDB. Ele, que elegeu como mote de sua gestão o slogan “Administrando com Transparência”, tornou-se alvo de várias denúncias. Elas vão da tentativa de fraudar licitação destinada à contratação de empresa para realizar concurso público, com intuito de favorecer a Sérgio Bassi & Auditores e Consultores Associados, passando por má-gestão, até falsificação de documentos para desvio de verba pública.

O município, de 64,5 mil habitantes, no Norte de Minas, a 603 Kms de Belo Horizonte, parece não ter sorte com prefeitos. De 2004 até agora, seis pessoas ocuparam o cargo. Enquanto avolumam-se as denúncias contra o atual ocupante da cadeira de chefe do Poder Executivo, a administração promove seguidas festas e shows, na tentativa de passar imagem positiva de uma gestão que deixa faltar de café da manhã até almoço e jantar no único hospital da cidade, recentemente transformado em ringue por duas amantes do prefeito.
Matéria completa AQUI

Em resolução, PT prega contra-ofensiva para barrar retomada da agenda neoliberal

Em resolução política aprovada na noite de ontem (9), o Diretório Nacional do PT classificou a nova ofensiva da oposição e de seus aliados na mídia, em especial a ação que resultou no fim da CPMF, como uma tentativa de retomada da agenda neoliberal derrotada nas eleições de 2006. Segundo o documento, o objetivo é reduzir a presença do Estado e inviabilizar os investimentos do governo Lula em políticas sociais e de infra-estrutura, bem como sua agenda de mudanças para país. O texto considera que, embora tenha saído vitoriosa dessa batalha, a direita ficou isolada na sociedade com a decisão “irresponsável” de inviabilizar toda a saúde pública no país – já que o fim da CPMF acarretou a perda de R$ 120 bilhões no orçamento da União até 2010, recursos que também atenderiam a previdência e assistência social.
“As condições são favoráveis para uma contra-ofensiva na sociedade”, conclui o documento, afirmando que PT, de modo algum, pode permitir que “a ofensiva da direita venha a restringir os direitos sociais e a evolução econômica do país". A resolução diz que o partido e o governo não devem ceder às pressões por cortes nos investimentos públicos e na estrutura do Estado brasileiro. "Devemos assegurar que nenhum corte ocorra nas políticas sociais, nos investimentos do PAC e na necessária adequação do Estado a novos, mais qualificados e mais universalizados serviços públicos".
Eleições 2008
O texto aprovado traz ainda uma avaliação sobre as forças políticas que estarão presentes nas eleições municipais deste ano, a título de suporte para as alianças locais do PT nas disputa pelas prefeituras brasileiras. Segundo essa avaliação, os partidos da Frente de Esquerda – PSB, PCdoB e PDT – devem ser considerados aliados "preferenciais e estratégicos". Por outro lado, o PSDB é apontado como o partido que organiza e radicaliza a "oposição sem quartel" ao governo Lula, além de ser o principal defender a volta do projeto neoliberal. A resolução informa que a próxima reunião do Diretório Nacional deverá discutir a política de alianças, que será objeto de uma resolução específica.
Organização partidária
Temas da organização interna do PT também foram abordados no texto, com destaque para a Escola Nacional de Formação, o projeto de comunicação do partido e a elabora de um Código de Ética. Sobre este último, o documento afirma: “A Direção Nacional do PT deve tomar providências imediatas para, ainda no primeiro semestre deste ano, desencadear um amplo processo de elaboração, discussão e aprovação de um Código de Ética que discipline a conduta de todos os petistas. Seu texto deverá assegurar a dimensão republicana da nossa atuação partidária, estabelecendo regras claras que vedem internamente todas e quaisquer práticas indutoras de abuso do poder econômico ou político”.
No plano da identidade partidária, o texto recorda a ética socialista e republicana do partido, “que visa conquistar o poder para as maiorias e não para si próprio, e muito menos para parcelas do próprio partido”.
Fonte: Portal PT