Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

29 de nov de 2007

Polícia arbitrária e despreparada

Na última segunda-feira, 26, a Polícia Militar de Montes Claros, em ação arbitrária e desprezível, comandada pelo cabo Jarbas, agrediu com palavras de baixo calão e mostrou arrogância, sem nenhum motivo justificável, durante abordagem a grupo de universitários, para mostrar para a população que “a bandidagem aqui não tem vez”. A postura já seria absurda se se tratasse de bandidos. Passa a ser inaceitável quando se sabe que as vítimas são pessoas de bem, caso do assessor parlamentar Gustavo Xavier, uma das vítimas da truculência. Não se pode continuar convivendo com uma polícia despreparada, mal treinada e preguiçosa. Que não gosta de trabalhar, de se qualificar, estudar para aprender a investigar. Uma polícia que não apura e prefere o comodismo covarde do uso da força, geralmente contra gente indefesa.
No dia seguinte ao episódio envolvendo os universitários, integrantes de duas viaturas, uma delas do GATE, se revezaram no espancamento a um homem. Era final da noite do dia 27 de novembro, uma terça-feira. A viatura do GATE parou debaixo de algumas árvores na avenida Dr. João Luiz de Almeida, altura do número 900, próximo à Ponte Preta. Os policiais arrancaram alguém do veículo e iniciaram uma sessão de pancadaria. Depois, chegou uma outra viatura. Seus integrantes se juntaram aos colegas no espancamento. Eles jogavam um cobertor sobre a vítima, enquanto batiam. Uma prática que a polícia utiliza para evitar que a agressão seja descoberta no exame de corpo de delito. Em recente palestra realizada em Montes Claros, o jornalista Caco Barcelos mostrou o lado bandido da polícia brasileira.
A sociedade não pode ficar submetida a uma situação em que há duas polícias divididas, que só estão juntas na ficção estampada nas páginas dos jornais, a mando do governador. É uma embromação dizer que elas trabalham integradas. E mais ainda que atuam com eficácia. Nossa polícia é arbitrária e despreparada, resquício da ditadura militar. Tem a violência como lema. Suas vítimas preferenciais são os pobres e os negros. A polícia não está somente agora desacreditada, sempre o foi. Ocorre que a maioria das pessoas não sabe o que acontece nos bastidores policiais. A imprensa, que tem um papel fundamental em mostrar a realidade policial, o faz de forma tímida, principalmente neste governo fascista do PSDB, que calou todo mundo.
O controle da polícia, para o qual podem contribuir as Ouvidorias, é tarefa inadiável numa cidade que pretende reduzir níveis de criminalidade e violência dentro da legalidade. Ninguém tem coragem de denunciar as arbitrariedades policiais. O Ouvidor das polícias no Estado, José Francisco da Silva, o “Chico Perneta”, revelou certa vez, que em Montes Claros o número de reclamações contra policiais é baixíssimo, quase nenhum, e que ele não acreditava nessa estatística, estimulando a população a denunciar mais.
Maus profissionais são exceção nos demais segmentos. Na polícia, entretanto, isso é regra. É necessário, de uma vez por todas, acabar com a hipocrisia, desmascarar a falida instituição policial: despreparada, arbitrária e corrupta. Não se pode permitir que raposa tome conta do galinheiro, que bandido combata bandido. É urgente uma faxina geral na instituição, quem sabe até fechar as portas dessa instituição e constituir outra, com forte disciplina ética.
Certamente que a polícia não deve receber bandido com flores, mas também não pode atirar primeiro e perguntar depois. Não é essa a polícia que esperamos. Esperamos sim, uma instituição com autoridade, dentro do princípio da legalidade, mas não autoritária. Tempos atrás, na era FHC publicou-se a seguinte pesquisa sobre corrupção policial. Corrupção na Polícia Civil: 95%; Polícia Militar: 75%; Polícia Federal: 17%. De lá pra cá pouca coisa mudou, apenas um crédito maior que a Polícia Federal recebe hoje. No mais, noventa por cento das questões criminais continuam sendo resolvidas nas delegacias, com o chamado "acerto". Uma vez feito o acordo, não há inquérito e a questão se encerra. Portanto, a corrupção policial é prática habitual. Advogados éticos preferem não prestar serviços em delegacias. Aliás, eles são maus vistos pelos policiais. Sem falar na burrice de uma grande maioria de policiais, que não sabe fazer sequer uma ocorrência e muito menos um inquérito, conforme denunciou um juiz criminal de Montes Claros.

26 de nov de 2007

Marajás na Assembléia de Minas - Deputado ganha R$4 mil por dia trabalhado

O contribuinte de Minas Gerais desembolsa R$700 mil por ano para bancar o mandato de cada um dos 77 deputados estaduais, que chegam a receber, entre salário e benefícios, cerca de R$700 mil por ano, ou seja, quase R$4 mil por dia trabalhado, uma vez que eles trabalham apenas 12 dias por mês (só de terça a quinta-feira). Isso não inclui gastos de telefone, computadores, correspondência e material de escritório e os mais de R$35 mil que são pagos mensalmente a assessores. No mês de outubro, apenas com subsídio, auxílio-moradia, reunião extraordinária e verba indenizatória, os parlamentares gastaram R$3,36 milhões, o que daria um custo de R$44 mil por parlamentar. O orçamento total da Assembléia de Minas é de R$496 milhões. Apesar de trabalhar apenas três dias por semana, os deputados têm outras bonificações, como R$620 pagos por cada reunião extraordinária. Os parlamentares participam de oito sessões extraordinárias no mês, o que aumenta o salário em R$4,9 mil. Outros vencimentos são R$12,3 mil de subsídio e R$2.250 de auxílio-moradia, pagos até para os deputados que já moravam em Belo Horizonte. Também têm direito a R$7 mil anuais para passagens aéreas e auxílio-paletó. Até 2001, os vencimentos dos parlamentares mineiros chegavam a R$90 mil mensais. O presidente da Assembléia, deputado estadual Alberto Pinto Coelho (PP), que à época era o vice-presidente do Legislativo, ganhava R$72 mil mensais. Os deputados mineiros recebem R$20 mil mensais de verba de atividade parlamentar. Para recebê-la, basta apresentar as notas, que podem ser de contratação de consultoria, combustível, aluguel de carros e até de despesas pessoais. No aluguel de veículo, os deputados encontraram um jeitinho para burlar a lei, alguns parlamentares financiam o automóvel e apresentam despesas como se fosse aluguel de carros. O leasing é feito através de financeiras e notas são emitidas como locação de carros. Até o pagamento final, o automóvel fica no nome da locadora. O deputado fica com um certificado da locadora garantindo que ele é o proprietário. Os técnicos da Assembléia até tentam ser rigorosos na análise da documentação apresentada, o problema é que a avaliação é meramente contábil. Os técnicos apenas analisam se os gastos são pertinentes. Não é feita qualquer checagem das informações prestadas. Os deputados assinam um termo de responsabilidade e os técnicos são obrigados a acreditar. Outro recurso para aumentar o salário indireto dos deputados são os R$4,6 mil de verba de gasto de servidor. Há cerca de três meses, para receber o dinheiro, cinco dos 23 assessores de cada parlamentar preenchiam um requerimento solicitando a diária. Atualmente, a Assembléia mudou o nome do benefício e facilitou as regras para o suposto reembolso. A verba ganhou o nome de Gratificação de Trabalho Estratégico. Para liberar o dinheiro, basta que o deputado indique cinco de seus assessores para receber R$800 cada um. O dinheiro, em muitos casos, é devolvido para o bolso do parlamentar. A Assembléia paga mensalmente cinco diárias de R$800 e uma de R$600.

Jornalistas de mentira

Rogeriano Cardoso (*)
No mundo de hoje temos que aprender a conviver num mundo heterogêneo, onde é indispensável ter jogo de cintura para lidar tanto com inimigos quanto com amigos. Baseado no fato de serem raros os verdadeiros amigos, vivemos rodeados por adversários. Esbarramos com eles o tempo todo. Menos mal quando sabemos quem é quem. O pior é que na maioria das vezes não sabemos onde estamos pisando. É que muitos se dizem amigos, enquanto te apunhalam pelas costas. Agem com conveniência. Com o pretexto de nos ajudar, estão, na verdade, cuidando dos seus próprios interesses.
É preciso ficar alerta. Nem sempre podemos confiar nas pessoas. No jornalismo, essa situação se mostra de forma ainda mais cruel, pelo fato de se tratar de um mundo marcado por vaidade, perseguição e desunião. A invasão do meio por pseudo-jornalistas acaba por agravar ainda mais esse estado de coisas. Sim, porque junto com eles também vem vícios e interesses inconfessáveis. Muitos entram na atividade pela porta dos fundos. São clandestinos que aí estão apenas para defender interesses pessoais. Falam bem ou mal de alguém apenas por interesse financeiro. Logicamente, cria-se um ambiente propício às desavenças e perseguições.
Falar mal de alguém é fácil. É sempre mais cômodo destruir que construir. Muitos repórteres utilizam a mídia para bajular determinada pessoa ou grupo. Não têm a menor idéia do que seja jornalismo sério. O que importa é denegrir a imagem dos que trabalham com honestidade, ética e bravura. O verdadeiro jornalismo pressupõe sair a campo, correr em busca da notícia. Conviver no meio dessa gente, que está contaminando a imprensa de Montes Claros, é constrangedor. O papel do repórter é retratar fatos, mantendo o publico bem informado.
O tempo de estrada e os professores de redação me mostraram como fazer um verdadeiro jornalismo.
*Jornalista
rogerbuiu@bol.com.br

25 de nov de 2007

Mensalão tucano: Procurador-geral manda investigar secretário e líder de Aécio

Cobertura capenga cava a cova. Simples assim. O povo não é bobo, nem a Rede Globo. Presumir que o público não consegue enxergar as distorções, manipulações e omissões praticadas nas redações brasileiras é subestimar os leitores, ouvintes e telespectadores. O que se dá é um processo de aprendizagem. Leia a matéria completa AQUI no Vi o mundo
Reportagem de Thiago Guimarães na Folha de S.Paulo hoje informa que procurador-geral Antonio Fernando de Souza solicitou que se aprofundem investigações sobre o secretário de Governo de Minas, Danilo de Castro, e o líder de Aécio na Câmara, Mauri Torres.
Ambos foram avalistas de um empréstimo de R$ 707 mil da agência SMP&B (aquela do mensalão), que tem entre seus sócios Marcos Valério, junto ao banco Rural (aquele do mensalão). Afirma o procurador:
"Coincidentemente, as empresas de Marcos Valério (SMP&B Comunicação e DNA Propaganda) venceram licitações para a publicidade do governo do Estado de Minas Gerais, justamente com Danilo de Castro como secretário de Estado responsável pelo certame."

Segundo o blog do Mello, realmente, muita coincidência.
O procurador quer saber o destino do dinheiro, já que a SMP&B foi repassadora de valores para políticos nos dois chamados mensalões. Se o destino foi o bolso de algum político, a bomba explode no governo Aécio. Se foram os bolsos do secretário e do líder, “eles poderão ser denunciados por corrupção (receber vantagem indevida em razão do cargo)”.
Procurados pela reportagem do jornalão paulista, Danilo e Mauri procuraram minimizar o fato. O secretário de Aécio chegou a declarar que só deu o aval em atenção a Mauri Torres e porque lhe foi afirmado que o valor seria quitado em 120 dias.
Ô trem louco sô! Por nadica de nada o sujeito assina um espeto de R$ 707 mil, credo!

Tem cheiro estranho no ar...
Leia mais sobre o caso no site Fora Aécio

Não existe imprensa independente nem liberdade de imprensa

"Não existe imprensa independente" e a neutralidade informativa "é um disparate". A afirmação feita na última quinta-feira (22), pelo ex-catedrático de Ética Jornalística da Universidade Nacional de Assunção, profissional da comunicação durante mais de duas décadas e atual presidente do Paraguai, Nicanor Duarte, soa meio exagerada, mas não deve ser deprezada ou tratada como um completo disparate. "Os senhores [os jornalistas] não são livres, não existe a liberdade de imprensa", setenciou o presidente do Paraguai, antes de afirmar que a liberdade de imprensa "no mundo capitalista, na sociedade de mercado, é uma ilusão", porque, segundo sua opinião, "para ser livre, um meio não deveria ter nem financiamento estatal nem do setor privado". Nicanor ainda arrematou que não existem nem liberdade nem independência da imprensa em seu país. Paraguai Piorado Se Nicanor estiver certo, pelo menos no que diz respeito ao Paraguai, imagine o que ele não diria se fosse brasileiro. Afinal, no Brasil, dos 81 senadores, 23 deles - quase um terço do total - aparecem como proprietários de empresas do gênero, segundo recente reportagem do jornal O Estado de S.Paulo. Sem falar nos nossos políticos suspeitos de utilizar "laranjas" para controlar veículos de comunicação, inclusive rádios ditas comunitárias. Se analisarmos as nossas concessões públicas de rádios e TVs, que mais se assemelham às capitanias hereditárias do tempo do Império, podemos acabar concluindo que pelo menos em matéria de imprensa independente e liberdade de imprensa, estamos, com todo o respeito que o país vizinho merece, bem pior que o Paraguai.
Fonte: O Jornalista
Presidente Lula e os presidentes do Paraguai, Nicanor Duarte Frutos, da Venezuela, Hugo Chávez, e da Bolívia, Evo Morales, durante cerimônia de assinatura de acordo entre a Brasken e a Pequiven para a construção do Complexo Petroquímico de Jose, na Venezuela.

PROMOÇÃO IRREGULAR - TSE cassa tempo de propaganda partidária do PSDB

O PSDB perdeu os 10 minutos de programa partidário que seria exibido, nesta quinta-feira, 22, em cadeia nacional no rádio e TV. O programa foi cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral por má utilização do mesmo espaço em junho de 2006. O pedido de cassação do programa partidário foi feito pelo PT. O partido ajuizou representação contra o PSDB e o ex-candidato à Presidência da República, Geraldo Alckimin.

Na representação, o PT alegou que houve má utilização do espaço destinado à propaganda partidária dos tucanos no dia 22 de junho de 2006. De acordo com o PT, o tempo destinado ao PSDB foi utilizado para a promoção pessoal de Geraldo Alckimin. Isso configura propaganda extemporânea, irregularidade que prevê aplicação de multa, de acordo com o parágrafo 3º do artigo 36 da Lei 9.504/97. O TSE acolheu a representação do PT e condenou o PSDB à perda dos 10 minutos de propaganda partidária em rádio e TV a que tinha direito no segundo semestre de 2007. O próximo programa político será do PCdoB, no dia 29 de novembro, às 20 horas, no rádio, e às 20h30, na televisão. A geração de sinal é do Sistema Globo, do Rio de Janeiro. O programa terá duração de 10 minutos.


O artigo 45 da Lei 9.096/95 (Lei dos Partidos Políticos) assegura aos partidos o acesso gratuito ao rádio e à televisão, das 19h30 às 22 horas, para divulgar os ideais partidários, transmitir mensagens aos filiados e difundir a posição do partido em relação a temas de interesse da sociedade. (Fonte: Consultor Jurídico)

24 de nov de 2007

¿Por qué no te callas FHC?

Num discurso de racismo e preconceito social o presidente de honra do PSDB, Fernando Henrique Cardoso, desfiou um rosário de preconceitos e ódio revanchista ao discursar durante o 3º Congresso Nacional do PSDB, nesta sexta-feira, em Brasília. FHC defendeu a aproximação do partido com o povo, visando ganhar as eleições presidenciais de 2010, e, indiretamente, disse que o Presidente Lula despreza a educação. O Planalto reagiu e acusou FHC de não agir como se espera de um ex-presidente.
Conversa Afiada


FHC TEM PRECONCEITO DE CLASSE E É RACISTA



O ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso chamou o Presidente Lula de analfabeto.
Disse que o Presidente Lula não sabe falar a Língua Portuguesa (
clique aqui).

PIG ALIVIA FHC
Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil.
. As estarrecedoras declarações do Farol de Alexandria no Congresso do PSDB – declarações com conteúdo de preconceito de classe e preconceito racial (
clique aqui para ler o que o Conversa Afiada já disse sobre o preconceituoso FHC) - “sumiram” no PIG.


CLINTON NÃO FAZ O QUE FHC FAZ

O Farol de Alexandria se considera amigo íntimo de Bill Clinton.
. Aliás, tem motivos para isso.
. Foi Bill Clinton quem deu a segunda eleição a FHC, ao obrigar o FMI a salvar o Real, já moribundo, até a re-eleição.
. Mas, essa é outra história.
. O interessante é o que Clinton disse a Lula sobre o papel de ex-presidentes. Veja
AQUI

23 de nov de 2007

SOEBRAS tem imunidade tributária suspensa!

A Receita Federal do Brasil suspendeu a imunidade tributária da Associação Educativa do Brasil (Soebras), confirmando que foi acertada a decisão do Conselho Municipal de Assistência Social de Montes Claros que suspendeu o registro da entidade, diferentemente do que a entidade tentou demonstrar para a população de Montes Claros. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União no dia 16 de novembro de 2007, na Seção n° 1, página Ministério da Fazenda. A direção da Soebras sentiu o golpe. Além de ter perdido a imunidade, o grupo comandado pelo deputado Ruy Muniz, do Demo, ainda se vê às voltas com a fiscalização do MEC, que mandou representantes a Montes Claros para verificar o cumprimento das normas legais nas faculdades ligadas à Soebras. Ruy Muniz orientou pessoalmente a adoção de medidas para causar boa impressão aos fiscais. Até papel higiênico e sabão para lavar as mãos passaram a ornamentar os banheiros das faculdades, fato que surpreendeu os alunos.

22 de nov de 2007

Mensalão mineiro derruba Mares Guia

O ministro das Relações Institucionais Walfrido dos Mares Guia, acabou de pedir demissão ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele foi acusado pelo procurador-geral da República, Antônio de Souza, de irregularidades na campanha política de 1998.
O ex-governador de Minas Gerais e atual senador tucano Eduardo Azeredo (Na foto ao lado de Valério) também foi denunciado.
A próxima vítima deverá ser o governador Aécio Cunha. Ou melhor, o próximo réu. O Planalto já confirmou o nome do substituto de Walfrido dos Mares Guia no Ministério das Relações Institucionais. É o deputado José Múcio Monteiro (PTB-PE), atual líder do governo na Câmara. Com a ida de Múcio para o governo, a liderança do governo na Câmara será ocupada pelo deputado Henrique Fontana (PT-RS). Atual vice-líder, o petista é apontado como um dos mais fiéis e articulados colaboradores do governo na Câmara.
Leia AQUI a carta de demissão de Wlafrido

Tá com tudo e não ta prosa.



Veja o que o Noblat escreveu sobre o blogueiro Luís Cláudio Guedes
"Vale a pena acessar
Cronicamenteinviavel é o blog do jornalista Luís Cláudio Guedes "dedicado ao que Antonio Candido chamou de "o gênero menor" da literatura. Assessor de imprensa, mineiro do norte do Estado, Luis mora em Brasília há pouco mais de cinco anos e tem outra paixão, além de escrever crônicas, o jornalismo político. Conheça aqui o blog dele.
Sugiro diariamente sites, blogs e fotologs que valham a pena ser acessados. Esses passarão a fazer parte da seção aí acima, do lado esquerdo, chamada "Vale a pena acessar".
Mandem sugestões para noblat@uol.com.br Agradeço desde já".
Acesse AQUI o Blog do Noblat

Sobre a notícia

OLHA A CHUVA... - Quinta-feira passada, dia 15, a imprensa montes-clarense noticiou com detalhes uma audiência das bancadas estadual e federal norte-mineiras, com o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, em Brasília-DF, na quarta-feira passada, dia 14. Foram citados detalhes, como lista de presenças, "debates acalorados", explanações ao ministro, garantias dadas pelo Governo Federal e anúncio da vinda de representantes da União para avaliar o quadro. Bom demais para ser verdade, diriam os "gritadores" de quadrilhas juninas.

É MENTIRA! - Proposto na noite da terça-feira, dia 13, em reunião da bancada federal, com a presença de dois estaduais, na sala de uma das comissões da Câmara dos Deputados, o encontro foi tentado na manhã seguin¬te, pelo deputado Virgílio Guimarães (PT). Mas não aconteceu. O ministro Geddel Vieira Lima estava viajando, para Salvador-BA, informou seu gabinete. Antes, porém, políticos apressados em assumir a paternidade de ideias alheias, que sequer ficaram em Brasília-DF na quarta-feira, mandaram espalhar releases sobre reunião que não aconteceu, como se tivesse acontecido. Tentaram beber água limpa, queimaram a língua. Que não se metam a fazer previsão do tempo...

FANTASMA - A alucinação democrata irritou vários dos deputados citados no release, pelo risco de se verem envolvidos em farsa contra a popula¬ção castigada pela seca, principalmente os produtores rurais, que acumulam perdas nunca vistas antes. Mico? E pouco, pode ficar na história como a maior mentira da grande seca de 2.007. A nova face da indústria da seca. Se cair na grande imprensa, ninguém vai querer segurar a batata. Quente feito o sol do sertão.
Fonte: Coluna Sobre a Notícia do Jornal de Notícias

21 de nov de 2007

SECA NO NORTE DE MINAS - Athos apresenta dados da crise ao presidente Lula e pede providências urgentes


BRASÍLIA - A audiência marcada pelo prefeito Athos Avelino com o vice-presidente José Alencar para discutir as graves conseqüências da seca no Norte de Minas, realizada nesta quarta-feira (21) em Brasília-DF, gerou resultados positivos para Montes Claros e região.
O prefeito mostrou que 101 municípios de Minas Gerais estão em estado de emergência, sendo que desses 60 foram homologados pelo Governo do Estado. Athos também registrou a morte de cerca de 160 mil cabeças de gado na região, “o que está levando desespero ao campo e à maioria dos nossos pequenos e médios produtores rurais que têm na agropecuária o sustento de suas famílias”.
De acordo com o prefeito, que sustentou sua fala em dados divulgados pela Emater-MG, Coordenadoria de Defesa Civil e Sociedade Rural de Montes Claros, o estrago provocado pela seca no Norte de Minas tem proporções incalculáveis. “Apenas 30% do solo regional está preparado para a safra de verão. Além disso, também devemos lamentar profundamente a redução das pastagens em 70%, a queda de 70% na produção de leite (de 660 mil para 200 mil litros/dia) e de 50% na produção de carne (de 74.880 para 37.440 toneladas)”, afirmou.
Fonte: Jornalista Paulo César Júnior

Vermelhimho

Pela primeira vez, na história desse País, será no Brasil a divulgação do Relatório de Desenvolvimento Humano da ONU. A cerimônia acontecerá no dia 27 de novembro no Palácio do Planalto.
- Semana passada, em Nova Délhi, na Índia, o Brasil venceu a candidatura para sediar no ano que vem a World Engeneers´ Convention. Trata-se da mais importante reunião de engenheiros do mundo.
Fonte:
AQUI

18 de nov de 2007

Caminhos dos Geraes cumpre o seu papel

Expedição irá traçar diagnóstico da bacia hidrográfica da região e das populações ribeirinhas em 2008
Depois de quatro dias conhecendo "in loco" as riquezas naturais, culturais e os problemas ambientais do Norte de Minas, chega ao fim a III Expedição Caminhos dos Geraes: Montes Claros 150 anos. Os roteiros Sertão Montes Claros, Veredas, Unidades de Conservação e Trem Baiano foram cumpridos pelos 90 expedicionários que trouxeram na bagagem muita experiência e informações valiosas que servirão para um diagnóstico posterior do ecossistema regional. Nem a falta que a chuva faz ao sertanejo e às suas propriedades desanimou os aventureiros, que conheceram a realidade das 47 localidades visitadas em 4 dias. A seca que assola a região, aliada a destruição das riquezas ambientais pelas grandes pastagens, fornos de carvoeiras, e a falta de um trabalho de preservação e conscientização foi a tônica desta Expedição, que teve caráter técnico de levantamento de dados para futuras intervenções e propostas de mudança no Cerrado. Os roteiros Unidades de Conservação e Veredas foram considerados os mais técnicos, com uma maior participação de especialistas como ambientalistas, biólogos, técnicos do Instituto Estadual de Florestas (IEF), IBAMA, e SUPRAM-NM, além de jornalistas. O roteiro Sertão Montes Claros presta homenagem ao sesquicentenário de Montes Claros. Foram conhecidos os 10 distritos e localidades que compõem a maior cidade do Norte de Minas. Já o roteiro Trem Baiano ou Trem do Sertão, como também é conhecido, serviu para um levantamento da falta que o trem faz as cidades que cresceram e prosperaram com a ajuda da linha férrea. A III Expedição Caminhos dos Geraes é uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Montes Claros, em parceria com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), IEF e Fundação Cultural Genival Tourinho (FCGT), com patrocínio das empresas Somai Nordeste, Lafarge, Sthl, Rima e Cemig. Os participantes percorreram em 20 carros quase 4 mil quilômetros, e puderam evidenciar as riquezas dos saberes e fazeres de seu povo. A chegada dos expedicionários ocorreu neste domingo, na sede do Centro de Referência em Gestão Ambiental, em Montes Claros.
"Oia o Chico"

A Comissão Organizadora do Caminhos dos Geraes aproveitou o encerramento da III edição do projeto para anunciar que em 2008 a IV Expedição irá percorrer as bacias hidrográficas da região.
A expedição receberá o nome "Oia o Chico" e pretende traçar um diagnóstico da qualidade da água, levantar a situação de degradação ambiental, demandas das populações ribeirinhas, e apontar soluções para esses e outros problemas que afligem a bacia hidrográfica da região, principalmente, o Rio São Francisco, considerado o Rio da Integração Nacional, além dos seus afluentes.

ACM E CHÁVEZ: COMO SE PERPETUAR NO PODER

Paulo Henrique Amorim
Máximas e Mínimas 755

. O deputado Antônio Carlos Magalhão Neto, do DEM da Bahia, disse hoje, ao Estadão, na página A 9: “Chávez criou um modelo para se perpetuar”.
. ACM Neto, embora só tenha 28 anos, deve saber do que trata: como fazer para se perpetuar no poder.
. É o que fazia Antônio Carlos Magalhães, o avô.
. Ora, dirá o Neto: “Mas, o vovô se perpetuava pelo voto”.
. Ora, diria Chávez: “E eu, também”.
. Como foi que o avô, depois de tanto tempo, caiu do poder ?
. Pelo voto.
. Este breve exercício socrático não tem outro objetivo, senão tratar da hipocrisia.
Fonte: Conversa Afiada
Clique aqui para ler "Não Coma Gato por Lebre".

Cara de bulldog do DEMO pode perder o mandato

Em Dezembro, Heráclito poderá ser cassado

Após o Procurador Eleitoral Carlos Wagner pedir a cassação do Mandato do Senador Heráclito Fortes, quatro testemunhas do caso de "crucificação" do Prefeito Felipe Santolia ocorrido em 2002, antes das eleições estaduais. Entre as testemunhas estão o vice-prefeito de Bom Jesus e candidato à presidência regional do PT, Fábio Novo, Gregório Mendes que era o piloto do avião que transportou Santolia na época, um agente da Polícia Federal e uma quarta pessoa não identificada.
Fábio Novo foi convocado pelo fato de ter escrito uma matéria na época em que denunciava que Heráclito teria prometido a distribuição de lotes em troca de votos para ele e Hugo Napoleão. Outra denúncia que pesa contra o Senador é o fato de no cenário da crucificação de Felipe Santolia que foi tida com uma farsa para beneficia-lo nas eleições, terem sido encontrados 'santinhos' de Heráclito.
Heráclito Fortes também depôs hoje e disse estar tranqüilo de que vai ser inocentado na Ação de Impugnação de Mandato Eletivo movida pelo Ministério Público Eleitoral, tanto que dispensou as testemunhas de defesa. O Senador será o último a ser julgado neste processo que também envolveu o deputado Júlio César e Ciro Filho que já foram arquivados.
O relator do processo, juiz Sebastião Ribeiro Martins informou ao Portal AZ que o processo corre em segredo de justiça segundo determina a lei e que deve ser concluído para que o julgamento ocorra ainda no mês que vem, dezembro.
Heráclito Fortes que foi eleito para uma das duas vagas oferecidas para o Piauí em 2002 com uma votação estrondosa atribuída à rica propaganda eleitoral vista no Estado, se condenado poderá perder os 3 anos restantes do mandato de Senador da República. (Portal AZ)

MARCHA DO POVO NEGRO

O I Fórum Norte-Mineiro de Cultura Afro-Brasileira de Montes Claros discute desde a última sexta-feira, 16 e encerra na próxima terça-feira, 20 de Novembro, as manifestações afro-brasileiras na cidade, como forma de resgatar, preservar e divulgar a cultura negra.
Marcha do Povo Negro
DIA 20 DE NOVEMBRO, 17:30 Hs, na Praça da Catedral de Montes

SHOW ÁFRICA BRASIL, 19:00 Hs, no Centro Cultural
Organização:

GRUCON: Grupo de União e Consciência Negra
UNEGRO: União de Negro pela Igualdade
ICCAP: Instituto Cultura, Comunicação e Arte da Periferia
GERCAN: Centro de Referência dos Cultos Afro-Brasileiros
Casa de Pastoral Comunitária
Centro de Cultura Capoeirando
Coletivo Anti-Racismo do Sind-UTE
Grupo Tambores dos Montes

Informações: Zé Gomes (38) 9902-1945

17 de nov de 2007

Dia da Bandeira será comemorado com o lema "Voto não tem preço, tem conseqüências"


Em tempo real, militantes do MCCE definirão ações de combate à corrupção eleitoral no dia 19/11 e receberão material pedagógico.

Em todos os estados, cada Seccional da OAB se transformará, na manhã de 19 de novembro, em ponto de encontro para entidades, comitês, cidadãs e cidadãos interessados em passar adiante a mensagem do MCCE: "Voto não tem preço, tem conseqüências", que estará, desta vez, no centro da bandeira do Brasil. O lançamento da campanha para as Eleições 2008 tem início às 10h no horário de Brasília e se revela uma oportunidade única de compartilhar iniciativas de combate à corrupção eleitoral no Brasil inteiro e em tempo real. Uma teleconferência reunirá os participantes do MCCE em escala nacional e será transmitida via internet no site do Conselho Federal da OAB. A idéia é fortalecer o entrosamento e o diálogo de comitês e entidades que fazem parte do Movimento para definir ações conjuntas da Campanha 2008, favorecendo a multiplicação de comitês locais. Uma das novidades da campanha Eleições 2008 está na antecedência com que ela é lançada: quase um ano antes do pleito. Dessa forma, o MCCE prepara também um trabalho de formação política em defesa do livre exercício do voto, por meio de materiais pedagógicos e de divulgação.

Só em 19 de novembro, cartilhas, folderes e cartazes do MCCE serão distribuídos para as entidades presentes no Lançamento em todos os estados, perfazendo um total de 40 mil exemplares. O material inclui a cartilha "Lei 9840: vamos combater a corrupção eleitoral", o novo folder, com dados sobre as ações do MCCE e sobre políticos cassados por corrupção eleitoral, e um cartaz que faz alusão ao dia da bandeira, com o lema "Voto não tem preço: tem conseqüências".
Segundo Suylan Midlej, Secretária-Executiva do Comitê Nacional do MCCE, a emissão de material é uma etapa muito importante para a mobilização social. "Graças ao Conselho Federal da OAB, que está distribuindo todo o material, os militantes do Movimento já poderão sair do evento levando cartilhas, folderes e cartazes para dar continuidade à campanha, intensificando o trabalho pedagógico em prol de eleições limpas e pela ética na política".

Assessoria de comunicação - Comitê Nacional
Movimento de Combate à Combate à Corrupção Eleitoral
(61) 2193 9658 - E-mail:
comunicacaomcce@gmail.com
http://www.lei9840.org.br/

CONHEÇA O COMITÊ DE COMBATE A CORRUPÇÃO ELEITORAL E ADMINISTRATIVA DE MONTES CLAROS - FALE CONOSCO. TEL (38) 32212982

16 de nov de 2007

Chega de brincadeira! Cadê a polícia de Montes Claros?

Montes Claros assiste de braços cruzados mais um assassinato. Desta vez, a vítima foi Guilherme Silva Guedes, de 23 anos. Ele foi morto com um tiro no peito e não tinha passagem pela polícia, como a maioria, segundo a Polícia. É o assassinato de número 68, este ano, em Montes Claros. Agora fica uma pergunta: Montes Claros tem Polícia Federal, Civil e Militar...?
Se tem, não parece... Ou então, não tem competência o bastante para desvendar estes mistérios que vem incomodando a cidade. Os assassinos e os mandantes continuam livres e a polícia sequer sabem quem são.
Enquanto isso, o governador Aécio Cunha continua usando e abusando das propagandas mentirosas, na saúde, educação e segurança.

'Economist': Petróleo mostra que 'Deus pode mesmo ser brasileiro'

“Reportagem publicada na edição desta semana na revista britânica The Economist comenta a descoberta do campo de petróleo de Tupi, num país já farto em recursos naturais, afirmando, com ironia, que “Deus pode mesmo ser brasileiro, afinal”.
“As florestas do Brasil são maiores do que as de qualquer outro. Seu solo é tão fértil que algumas árvores chegam à plena maturidade mais rápido do que as pessoas. Debaixo de seu solo há enormes depósitos minerais que são a matéria prima para o crescimento chinês de dois dígitos. O Brasil já está no caminho para se tornar uma superpotência da energia alternativa”, lista a revista.
“E como se provasse o dito popular de que ‘Deus é brasileiro’, agora parece que há bilhões de barris de petróleo a mais do que se pensava antes sob as águas profundas da costa brasileira”, diz a reportagem.
A Economist observa que a exata dimensão do novo campo ainda é desconhecida, mas que se as estimativas da Petrobras estiverem corretas, já seria maior do que todas as reservas da Noruega e representam a segunda maior descoberta de petróleo no mundo em duas décadas.”

AROLDO PEREIRA LANÇA O PARANGOLIVRO PELO BRASIL E PORTUGAL

O poeta e agitador cultural Aroldo Pereira, lança pelo Brasil (Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, S. Paulo/SP, Curitiba/PR, Campo Largo/PR, Rio de Janeiro/RJ) e Portugal entre os meses de Novembro de 2007 e Janeiro de 2008.
A obra, que conta com o prefácio do poeta e professor de filosofia Wagner Rocha, é uma coletânea de poemas que abordam questões contemporâneas, especialmente àquelas relativas a comportamentos, tensões culturais, existenciais e poéticas. O livro resgata e intensifica o diálogo com uma vertente fundamental das artes plásticas da segunda metade do século passado, representada por Hélio Oiticica e Raimundo Colares.
o primeiro, o inventor dos penetráveis, usáveis, ninhos e dos capotes chamados "parangolés". O outro, artista inquieto, que criou os gibis, inspirados em Mondrian, e também explorou a iconografia urbana com os ônibus em movimento, e trabalhou com chapas recortadas em diálogo com o minimalismo da literatura pop. O terceiro a compor essa trindade é o piauiense Torquato Neto, base literária e um dos detonadores do movimento Tropicália, que agora está completando quarenta anos.
Aroldo Pereira é poeta, ator, compositor, agitador cultural. publicou em pequenas tiragens Canto de encantar serpente, Azul geral, Haikai quem quer e Doces pérolas púrpuras, na década de 80, e Cinema Bumerangue (Edições Cuatira – 1997).
Natural de Coração de Jesus/MG, Aroldo reside em Montes Claros /MG, onde idealizou e é o curador, há vinte e um anos consecutivos, do Salão Nacional de Poesia Psiu Poético, através da prefeitura e da secretaria municipal de cultural, da qual é secretário adjunto. Recebeu em 2006 a mais alta condecoração do Governo do Estado de Minas Gerais, a Medalha da Inconfidência Mineira. Em 2007 recebeu a medalha do Sesquicentenário de Montes Claros, onde também é cidadão honorário. É doador de órgãos. É casado com a poeta Mirna Mendes e pai de Amora, Amanda, Renata, Samuel, Lucas e Maluh.

No próximo dia 21, ele estará no teatro da Assembléia Legislativa de Minas Gerais, em Belo Horizonte. Dia 30, Aroldo Pereira estará no Balaio Café, na 201 Norte - Bloco B - Loja 19/31, Brasília/DF.
No dia 04 de Dezembro, a partir da 19:00 horas, lançamento em São Paulo /SP, na Casa das Rosas/Espaço Haroldo de Campos - localizada na Av. Paulista, 37, Bela Vista.
E em Curitiba/PR, no dia 06 de Dezembro, a partir das 19:00 horas, na Feira do Poeta, localizada na Praça Garibaldi, 7 - Bairro São Francisco. No dia 13 de Dezembro no Espaço Hélio Oiticica, no Rio Janeiro (Praça Tiradentes), e a partir de 05 de Janeiro de 2008 uma série de lançamentos e palestras sobre o Parangolivro e o Salão Nacional de Poesia Psiu Poético em Lisboa-Portugal.

14 de nov de 2007

Ipatinga na Primeira Divisão

O Ipatinga venceu ontem à noite por 3 a 2, o Marília, pela Série B do Campeonato Brasileiro e garantiu o acesso à Série A do brasileirão, ao lado de Cruzeiro e Atlético. Dessa forma, o futebol mineiro volta a ter três representantes na elite do futebol brasileiro.

12 de nov de 2007

JUVENTUDE, AQUI E AGORA

*Álbano Silveira Machado
“Eu acredito é na rapaziada que vai em frente e segura o rojão...Eu vou à luta é com esta juventude que não foge da raia a troco de nada...que não está na saudade e constrói a manhã desejada”. A nova novela das 8, Duas Caras, da TV Globo, redescobre esta homenagem aos jovens, do compositor Gonzaguinha. Ele dizia, há mais de trinta anos, que os jovens eram os grandes responsáveis pela mudança democrática do país, pela coragem e ousadia em enfrentar uma das mais cruéis ditaduras vividas pelos brasileiros.
As lutas travadas pelo movimento estudantil, nas décadas de 70 e 80, nas Diretas Já, no Impeachment do Collor, junto com os jovens metalúrgicos do ABC paulista, beneficiaram a toda a sociedade brasileira. E sempre foi assim, durante a história da humanidade. Na maioria dos países, as grandes mudanças se deram com a participação efetiva da mocidade, cada vez mais independente, contestadora, atrevida, criativa. A efervescência das revoluções culturais, ambientais, sociais e políticas, com símbolos como o ano de 1968, os Beatles, Rolling Stones, Che Guevara, Bossa Nova, Tropicália, Jovem Guarda, movimento feminista, os estudantes da Paz Celestial, em Pequim, e a independência dos países africanos, transformaram o mundo, as pessoas, as famílias, a tecnologia, os sonhos e construíram novas formas de busca da felicidade.
Veja o artigo completo AQUI

Jornal está impedido de citar irmão de Calheiros

O jornal Novo Extra, de Maceió (AL), está proibido de citar o deputado federal Olavo Calheiros (PMDB-AL), irmão do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), direta ou indiretamente em suas reportagens. "É censura prévia contra o jornal. Não tenho dúvidas disso", afirma Fernando Araújo, editor-chefe e um dos sócios do jornal, criticando a decisão.

A partir de um pedido de reparação de danos, o deputado conseguiu uma liminar contra o jornal, concedida pela juíza Maria Valéria Lins Calheiros, da 5ª Vara Cível de Maceió. "Defiro, em parte, o pedido de antecipação dos efeitos da tutela, para vedar a publicação no jornal "Novo Extra" de qualquer matéria que atinja direta ou indiretamente a pessoa do autor", diz trecho da decisão. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

O jornal "Novo Extra" circula às sextas-feiras, em Maceió, com tiragem de 6 mil exemplares. Segundo o editor-chefe, há cerca de dois anos intensificaram-se as reportagens contra Calheiros, especialmente de eventuais crimes ambientais e violência contra trabalhadores.

Fonte: Consultor Jurídico

10 de nov de 2007

Software livre, e também móvel

“A chegada do Google ao mundo dos celulares foi anunciada na segunda-feira 5 e provocou uma reação semelhante ao lançamento do iPhone alguns meses atrás. A causa de tanto frisson não é o tão esperado “gPhone”, mas um sistema operacional aberto para telefones celulares chamado Android.
A mudança que a empresa criou desde a sua entrada na internet faz parte desse fascínio. O usuário comum espera uma experiência descomplicada ao utilizar os serviços do Google, a começar pelo sistema de busca. A frustração que muitos sentem ao usar um celular explica a expectativa sobre o que os mesmos engenheiros podem fazer com a experiência de utilizar o telefone móvel com o Android.
Ele é desenvolvido em grande parte pela gigante americana, mas tem o apoio de companhias como LG, Motorola e Samsung, e de operadoras como Telefónica, Telecom Italia e a japonesa DoCoMo. As empresas integram a Open Handset Alliance, também lançada no mesmo dia.”
Carta CapitalMatéria Completa, ::Aqu::

9 de nov de 2007

PCdoB confirma Lipa Xavier como pré candidato a prefeito

O PCdoB de Montes Claros, em Conferência Municipal que realizará no próximo domingo, dia 11, confirmará o lançamento do vereador Lipa Xavier como pré-candidato à Prefeitura de Montes Claros, além de uma chapa completa para a disputa da Câmara Municipal.

A Conferência Municipal do Partido será realizada na Câmara Municipal, a partir das 9 horas do domingo, e reunirá militantes e filiados, além dos 34 pré-candidatos a vereador. Estará presente ainda o Secretário Geral do Partido no estado, Richard Romano.

Além da confirmação do lançamento da pré-candidatura de Lipa Xavier à Prefeitura e da chapa de candidatos à Câmara, o PCdoB vai também renovar a sua direção municipal na Conferência, e eleger os delegados que deverão representar o diretório local na Conferência Estadual, que ocorrerá em Contagem nos dias 17 e 18 de novembro.

Após um longo período de discussão com a sua militância, o PCdoB definiu pelo lançamento de uma candidatura própria à Prefeitura. Os dirigentes entendem que há, no espectro político de Montes Claros, um largo espaço a ser preenchido por uma candidatura que tenha um perfil claro de centro-esquerda, de sentido progressista. A avaliação dos comunistas é de que os nomes até o momento apresentados como prováveis candidatos a prefeito situam-se todos no campo conservador.

Após retirar-se da base de apoio à administração municipal, o PCdoB iniciou discussões com diversos partidos do campo progressista, com vistas a uma composição que permita lançar uma candidatura viável nas eleições de 2008.

O lançamento do vereador Lipa Xavier constitui-se num ato de ousadia do Partido na cidade. Após 16 anos consecutivos de presença na Câmara Municipal, o Partido entende que estão criadas as possibilidades para uma postura mais audaciosa, capaz de alçar o PCdoB como alternativa real para o comando do município.
Fonte: PCdoB/Montes Claros

Em Montes Claros, atos corretos.

Seus cidadãos já sabem que o leite, das caixinhas, faz mal.

Atos corretos foram os dos montes-clarenses:

Há muito sabem que o leite, das caixinhas, é ruim para o cidadão.

Montes Claros já sabia:

LEITE, envelhecido, fica pior.

Montes Claros já sabia:

LEITE não se recupera!

Montes Claros já sabia:

LEITE, quanto mais velho, pior!

Ato correto.

Evite
LEITE, se de batismo.

Juarez Campos

Sonegadores não querem CPMF para esconder suas fortunas em paraísos fiscais.

Entendi o motivo que o PSDB, a FIESP e os cansados não querem a prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira. É simples, a CPMF é o único imposto que possibilita a Receita Federal e a Polícia Federal descobrir as fortunas escondidas em paraísos fiscais, uma vez que os bancos são obrigados a fornecer o nº do CPF ou do CNPJ do correntista. Com base na contribuição retida, a Receita Federal calcula quanto cada correntista movimentou durante o ano. De posse destes dados, basta compara-los com os das respectivas declarações do imposto de renda de cada contribuinte. Se a declaração for inferior a movimentação bancária, fica fácil para a Receita descobrir e chamar o sonegador para prestar esclarecimentos. Além do mais, a CPMF é fundamental para garantir os direitos elementares da população. Alimentação, saúde, previdência e renda são alguns itens financiados pelo imposto, principalmente para a continuidade do Bolsa Família e o Sistema Único de Saúde. Coisa que elles odeiam.

8 de nov de 2007

TERRA PARA QUEM TEM TERRA

Seria até mais um nome sugestivo para qualquer programa social da moda, mas o que vem ocorrendo em Engenheiro Dolabela, município de Bocaiúva – Norte de Minas, foge de qualquer sinônimo de justiça. Enquanto o Incra – dono das terras – brinca de fazer reforma agrária, alguns espertalhões lucram alto com a venda de terrenos, sejam estes localizados dentro da área urbana do distrito, ou localizados dentro dos próprios assentamentos. E quem vem lucrando com esta espoliação do patrimônio público? Com a palavra a Polícia Federal...!
Absurdo ainda, é o desperdício de verbas federais, uma vez que, os assentamentos realizados pelo INCRA, em sua maioria – quase que absoluta – não passam de lucro fácil para aventureiros e oportunistas de plantão.

7 de nov de 2007

CPI das ONGs

ONG criada por Ruth Cardoso recebeu R$ 336 milhões do governo FHC

A notícia está no site Congresso em Foco. Um senador pediu que a Alfabetização Solidária (Alfasol), fundada pela mulher do ex-presidente FHC, Ruth Cardoso, não entre nas investigações da CPI das ONGs.

Segundo dados do Siafi, a ONG fundada por Ruth Cardoso em 1997, recebeu R$ 336 milhões do governo federal entre 1999 e 2006. O Siafi indica que a Alfasol foi a terceira entidade do terceiro setor que mais obteve recursos federais no período, atrás apenas da Fundação Butantã (R$ 561 milhões) e do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (R$ 502 milhões).

Procurada pela reportagem do Congresso em Foco, a Alfasol informou que recebe 60% das doações da iniciativa privada. Ou seja, além da receita de R$ 336 milhões proveniente do governo federal, outros R$ 504 milhões vieram de empresas e cidadãos.

A entidade informou que de, 2003 a 2006 – quando recebeu R$ 53,4 milhões do governo Lula –, alfabetizou 653 mil jovens e adultos, mais do que, segundo ela, foi combinado com o Ministério da Educação. Isso dá uma média de R$ 81,92 por aluno. No governo tucano, a ONG criada pela então primeira-dama do país era bem mais aquinhoada com recursos públicos. Entre 1999 e 2002, ela recebeu R$ 282,5 milhões.

O Programa Brasil Alfabetizado do MEC – para o qual a Alfasol prestou serviços – tem orçamento de R$ 362 milhões para este ano. Segundo estimativas do governo, o Brasil Alfabetizado vai atender este ano 2,2 milhões de jovens e adultos com 15 anos ou mais. Somadas as turmas de 2003 e 2004, serão mais de 5,2 milhões de pessoas atendidas até dezembro, sustenta o MEC.
Fonte: http://www.cultiva.org.br/

300 piracetas. Ou melhor, 594 picarestas trabalhando em causa própria

Deputados e senadores são muito eficientes quando se trata de defender seus próprios interesses. Eles aprovaram acréscimo de R$ 1 milhão nas emendas individuais, em vez de limitá-las, como se esperava, depois de tantos escândalos. Cada um dos 594 congressistas terá direito a R$ 7 milhões no próximo ano, por sinal, um ano de eleições.

6 de nov de 2007

Amiga do aedes e dos pernilongos

Entre tragadas de nicotina, noite dessas, em bar da rua Santa Maria, uma coroa, cujo cabelo levava mais água oxigenada que leite adulterado, subiu nos tamancos, incomodada com fumacê que a Prefeitura solta para protegê-la dos pernilongos e do mosquito da dengue. Considerou um “desrespeito” o caminhão passar em frente ao bar justamente na hora em que bebericava sua cervejinha e exercitava seu prazer tabagista. Justificou sua ira dizendo que a fumaça (a dos mosquitos) faz mal para a saúde (dos humanos). Cúmulo da ironia, enquanto falava, do seu cigarro eram exaladas mais de 5 mil substâncias tóxicas e cancerígenas.

5 de nov de 2007

Cemig quer cobrar tarifas diferenciadas

Irmãos deputados fazem apelo ao Ministério das Minas e Energia para não autorizar a mudança da política tarifária da Cenig
O deputado Weliton Prado(PT) criticou a tentativa da Cemig de adotar no Estado a chamada tarifa-amarela. Para o parlamentar, a proposta é uma forma disfarçada encontrada pela companhia para aumentar o valor da conta de luz. O sistema, segundo informou o diretor-presidente da empresa, Djalma Morais, consiste na cobrança de valores diferenciados da tarifa pela utilização do serviço de energia ao longo do dia, estabelecendo um valor maior nos horários de maior carregamento, ou seja, de pico. A sugestão do projeto foi apresentada, segundo a estatal, à Empresa de Pesquisa Energética(EPE) do Ministério das Minas e Energia(MME). Os deputados estadual Weliton Prado e federal Elismar Prado(PT) fizeram apelos na quinta-feira, 01/11, ao Ministro da MME, através de requerimentos, para que não acolha a sugestão e não autorize a mudança da política tarifária da empresa.
Weliton explica que há uma contradição na explicação dada pelo diretor-presidente da Cemig para a adoção da tarifa-amarela. Segundo Djalma Morais, a principal causa da elevada tarifa cobrada no Estado é o alto grau de investimento e a baixa demanda residencial, ou seja, a população consome pouca energia em suas casas. “Há, portanto, uma grande contradição em propor uma tarifa mais alta em horários de pico para diminuir o consumo, pois, se o baixo consumo é que fixa a alta tarifa, a redução da utilização dos serviços de energia provocará uma consequente elevação do valor cobrado”, destaca o parlamentar com preocupação. O deputado Elismar Prado considera também estranho que “alteração de tamanha dimensão como esta, esteja sendo apresentada às vésperas do processo de revisão tarifária da empresa, previsto para o ano de 2008”. O parlamentar é autor do requerimento, aprovado pela Câmara dos Deputados, para a realização de autoria, pelo Tribunal de Contas da União, nos processos de reajuste da Cemig.
Weliton Prado ainda destaca que existem outras maneiras de provocar o uso racional da energia elétrica sem onerar os consumidores. “A empresa pode estudar maneiras de conceder benefícios para quem reduzir o consumo de energia elétrica nos períodos mais críticos. Ao invés de gastar milhões com publicidade, a Cemig deveria preocupar-se em fazer campanhas educativas. Assim, não causaria prejuízo aos consumidores e poderia atingir seu objetivo de descongestionar o sistema”, afirmou
De acordo com o parlamentar, o consumidor já paga a maior tarifa residencial do Brasil, acima de 90 kw. “Só o ICMS na tarifa residencial é de 30%; e, mais a cobrança por dentro, o valor chega a 47%. Com todos os tributos e encargos, esse valor chega a 62,5%. Agora, a Cemig quer cobrar tarifas diferenciadas e diz que a culpa é do consumidor residencial que está utilizando pouco energia”, criticou.

Caco Barcelos fechou com chave de ouro a Semana da Comunicação de Montes Claros,

A 6ª Semana da Comunicação, promovida pelo curso de Comunicação Social/Jornalismo da Soebras/CRECIH, que teve o objetivo de analisar as possibilidades e desafios do mercado de trabalho para o profissional da comunicação, encerrou com chaves de ouro. O palestrante desta noite, 5/11, foi o jornalista Caco Barcellos, que esteve em Montes Claros pela primeira vez e falou sobre os caminhos do telejornalismo no Brasil e sobre o programa Profissão.
Caco Barcellos é jornalista, repórter de televisão, que se especializou em investigações policiais e reportagens sobre crimes. Antes de trabalhar para a Rede Globo, foi repórter dos maiores jornais do Brasil e das revistas de informação semanal, IstoÉ e Veja. É o autor do famoso livro Rota 66, obra ganhadora de oito prêmios de direitos humanos e o Prêmio Jabuti de literatura.
Seu terceiro livro, Abusado, o dono do morro Dona Marta, é um relato do tráfico nos morros cariocas, de como "nascem" os traficantes e do relacionamento entre eles e a comunidade. Com o Abusado, Caco Barcelos foi novamente vencedor do Grande Prêmio Jabuti, como melhor obra de não-ficção do ano de 2004. Assim como o Rota 66, o Abusado faz parte do currículo escolar de várias escolas da periferia de grandes cidades brasileiras.
Caco também é o autor do livro Nicarágua: a revolução dos meninos (sua primeira obra editorial), pouco conhecida, sobre o movimento sandinista que tirou o país das garras da ditadura de Anastazio Somoza. Foi também vencedor de mais de vinte prêmios por reportagens especiais e documentários produzidos pela televisão, entre os quais o Prêmio Vladimir Herzog, por uma reportagem sobre os 20 anos do atentado militar, durante a ditadura, deflagrado no Riocentro durante as comemorações do Dia do Trabalho.
Caco Barcelos foi o entrevistado da Revista Caros Amigos desta semana.
Veja a entrevista completa AQUI

Petrobras retoma pesquisa de gás em Minas

Os trabalhos de análise de solo e prospecção na Bacia do São Francisco serão reiniciados em março do ano que vem. Se forem positivos, região pode virar pólo industrial nacional
Paulo Paiva - Estado de Minas

No exato momento em que vive uma crise de abastecimento no setor, a Petrobras vai reiniciar, em março de 2008, as pesquisas e prospecções sobre o potencial das reservas de gás natural no Noroeste de Minas, abandonadas desde a década de 80. A licitação para a escolha das empresas que farão o trabalho será concluída até o fim deste mês. A região, encravada na Bacia do São Francisco, é apontada por especialistas como um dos mais promissores pólos de gás do país. Não há mais dúvidas sobre a existência do combustível no local. Resta agora determinar o tamanho exato das reservas e sua viabilidade econômica.
As atividades da Petrobras serão realizadas nas seis áreas que a estatal arrematou em parceria com a britânica British Gas (BG) durante leilão realizado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) em outubro de 2005. A argentina Oil M&S também arrematou uma boa fatia de lotes – e mesmo um consórcio mineiro, formado pela Orteng Equipamentos, Delp Engenharia e a estatal mineira Companhia de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais (Codemig), ficou com uma área. Os municípios que abrigam as melhores jazidas são Buritizeiro, Santa Fé de Minas e Januária, além de São Romão e Montalvânia.

Transposição do Rio São Francisco - O sertão vai virar mar...


Depois de quase duas décadas de impasse, obras no São Francisco começam a sair do papel .

Polêmica não faltou, mas depois de duas décadas de discussões, embargos, ações judiciais, promessas, estudos ambientais e muito embate político, começa a ganhar forma o que é considerada pelo governo a mais importante obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC): a transposição do Rio São Francisco. O projeto enfrentou a resistência de ambientalistas e até de setores governamentais. Vai consumir R$ 3,6 bilhões em investimentos e promete reduzir a escassez de água para uma população de 15 milhões de habitantes espalhados por 390 localidades do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte, estados que fazem parte do semi-árido nordestino, uma das regiões mais secas do país. De acordo com informações do Ministério da Integração Nacional, ainda neste mês começa a dragagem no médio São Francisco. O ministério estima que a conclusão do projeto se dará em 2015, mas tudo indica que a inauguração vai ser acelerada: o presidente Lula já adiantou que antes de concluir o segundo mandato, em 2010, vai inaugurar o eixo leste, que será responsável pelo abastecimento dos estados da Paraíba e Pernambuco.

Prefeituras bancam 33% das TVs do país

A cobertura das grandes redes comerciais só atinge quase 100% do país graças ao dinheiro público que 1.604 prefeituras gastam na compra e manutenção de estações que repetem a programação das TVs. Estudo acadêmico realizado pelo pesquisador James Görgen, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, revela que 3.270 das 9.927 retransmissoras de TV (RTV) do país foram outorgadas e estão sob responsabilidade de 1.604 prefeituras. Os municípios gastam até R$ 21 mil anuais com manutenção. Com a TV digital, terão que investir pelo menos US$ 20 mil em um novo transmissor. De acordo com o levantamento inédito, 42% (1.358 de 3.222) das RTVs da Globo são mantidas por prefeituras. Outras 1.861 RTVs da Globo são de afiliadas. Apenas três são da própria Globo. Já a TV Cultura, pública, mantém 201 (40%) das 506 RTVs de sua rede. A Band é a que mais depende de prefeituras (54% das RTVs). Depois vêm Globo, Rede TV! (40%), SBT (37%) e Record (35%). A maior parte das cidades (1.415) retransmite até três redes. As TVs, embora ganhem com a cobertura, não repassam nada para os municípios. Baseado no sociólogo Max Weber, Görgen aponta dois tipos de relações entre TVs e prefeituras: as dominações "patrimonial" (uso do público em prol do privado) e "carismática" (prestígio da programação e força do jornalismo da TV).
No Norte de Minas, até parece que as prefeituras bancam é 100%. Vejam só: Pirapora, até dias desses, que tinha um mundo de propaganda veiculando na TV, parecia que era um paraíso. Agora que acabou a grana, é pauta diariamente metendo os cotôfos.
Teófilo Otoni era a pior cidade para viver, enquanto não fazia propaganda. Agora, as coisas mudaram.
Montes Claros, coitada, penou nas garras. Surgiu até uma tal “Coluna Comunidade”, uma desculpa cafajeste para criticar a administração municipal, pressionando por verbas publicitárias.
Há quem diga que existe conluio entre a direção de jornalismo e líderes comunitários alinhados com adversários do prefeito Athos Avelino.
A estratégia é arregimentar um grupo de moradores, encenar um protesto e chamar a Intertv. Ocorre, invariavelmente, nas regiões da cidade onde a Prefeitura já anunciou obras. No local, é pedida justamente a realização desses serviços.
Quando as máquinas chegam para começar o trabalho fica a impressão de que foi por causa da pressão. O bônus vai para a Intertv e para os políticos que lideraram o movimento.

4 de nov de 2007

Sem-Mídia convocam ato em frente a Rede Globo para dia 10

O Movimento dos Sem-Mídia (MSM) convocou para o dia 10 de novembro, próximo sábado, ás 10 horas, seu ato pela pluralidade de opiniões na mídia. O ato será na sede da Globo em São Paulo, situada na Rua Evandro Carlos de Andrade, 160, na região do Brooklin. "Faremos um ato pelo fim das práticas inaceitáveis de um grupo empresarial que se apoderou da fatia do leão da comunicação do Brasil" diz a convocatória da "Operação Globo", como os sem-mídia batizaram a ação.
A convocatória também destaca que não quer servir de escada para políticos. "Assim, só não aceitaremos divulgação de siglas partidárias ou de políticos. Tampouco vemos validade em insultar quem quer que seja, mesmo que seja o meio de comunicação que questionaremos no espaço público. Não queremos dar aos questionados a oportunidade de nos tacharem de 'autoritários', 'incivilizados' ou que nos acusem de termos 'objetivos políticos'."
Leia
AQUI a convocatória para a Operação Globo, postada no blog da liderança do movimento, Eduardo Guimarães, Cidadania.com.

Time de Ruy Muniz deu adeus ao campeonato mineiro da segunda divisão

Mesmo ganhando de 1 x 0 do Araxá, hoje, 4, no estádio José Maria Melo, o Funorte foi eliminado. Ele dependeria de resultado de outros jogos.
Não adiantou Ruy Muniz investir em Vitor, Ditinho & Cia. Sua estratégia política não funcionou. Agora é só esperar o ano que vem, com Euller, o filho do vento, no comandando do elenco. Mas sem politicagem
Sobraram camisas
Durante o intervalo do jogo entre Funorte e Araxá, houve sorteio de 50 camisas do Funorte para os torcedores que estavam assistindo o jogo. Parece que teve muitas camisas para poucos torcedores, e um funcionário acabou levando de volta um pacote de camisas.

Empreiteiras recebem R$ 296 milhões de Azeredo

Segundo o blog Caixa dois do Azeredo, as seis empreiteiras que, de acordo com a Polícia Federal, fizeram doações clandestinas de R$ 8,2 milhões para a campanha de 1998 à reeleição do então governador mineiro e atual senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) receberam R$ 296 milhões em pagamentos por obras na sua gestão (de 1995 a 1998).
A PF afirma que Valério usava suas agências para "simular ou superfaturar contratos de publicidade para conferir aparência legal aos créditos originados de doadores privados, em sua maioria empresários com interesses comerciais junto ao Estado de Minas Gerais".
Das seis empreiteiras apontadas pela PF como doadoras ilegais de Azeredo, quatro -Queiroz Galvão, Erkal, ARG e Egesa- são citadas na chamada "lista do Mourão". O documento, assinado pelo tesoureiro da campanha, Cláudio Mourão, relaciona fontes e destinatários do suposto caixa dois.A secretaria forneceu 47 contratos das empreiteiras com o governo, fechados nos últimos 19 anos. Desse total, 19 (40%) foram assinados na gestão de Azeredo, com Egesa (9), ARG (5), Erkal (4) e Queiroz Galvão (1). O restante dos contratos foi assinado nos governos Newton Cardoso (1987 a 1991, seis contratos), Hélio Garcia (1991 a 1994, dez), Itamar Franco (1999 a 2002, seis) e Aécio Neves (2003 a 2006, seis).
Dos 47 contratos, apenas três foram celebrados sem licitação-dois com a Erkal e um com a Egesa, e na gestão de Azeredo. Somam R$ 9,4 milhões. A justificativa para a dispensa de licitação foi emergência ou calamidade pública.
O levantamento da secretaria incluiu ainda repasses às seis empreiteiras na gestão Itamar Franco (1999-2002) e no primeiro governo Aécio Neves (2003-2006). Sob Itamar, as construtoras receberam R$ 214 milhões, 15,5% do total de R$ 1,37 bilhão de gastos em obras públicas.
Os repasses na primeira gestão de Aécio somaram R$ 201 milhões -5,7% do total de R$ 3,49 bilhões gastos em obras públicas.

Foto de recém-nascido taxado como homossexual causa polêmica na Itália

O governo da região Toscana causou polêmica na Itália ao lançar uma campanha com uma foto fora de foco de um bebê recém-nascido que tem na mão esquerda uma pulseira com a palavra homossexual ao invés do nome e a frase "Orientação sexual não é uma escolha".
Lideranças gays apóiam a iniciativa, mas políticos da direita italiana descreveram a campanha como fascista. "Queremos combater a discriminação contra gays, lésbicas e transexuais, dizendo que a origem da homossexualidade, seja ela genética ou social, não é uma escolha", afirmou Alessio de Giorgi, conselheiro da Região Toscana Contra a Discriminação Sexual, em entrevista à BBC Brasil. "Usamos a imagem de um bebê para que as mães possam levar em consideração a possibilidade de que os filhos que carregam no ventre podem ser homossexuais", acrescentou. "É importante que as mães pensem numa educação sem preconceitos, para evitar problemas afetivos ou eróticos futuros."
Contrário ao material publicitário, o senador Massimo Polledri, da Liga Norte (partido da extrema-direita), pediu que a região Toscana retire imediatamente todo o material de comunicação, que considera uma propaganda semelhante a adotada pelo regime fascista."Usar recém-nascidos para passar a idéia de que o homossexualismo é uma característica nata dos bebês é um ato vergonhoso", disse o deputado Luca Volonté.

Pode largar. Um bode muito macho, segundo especialistas, faz a função da cabra

Um bode “macho” (fotos) de Nova Porteirinha, a 136 quilômetros de Montes Claros, está dando leite.
Seu dono, o jardineiro Carlos Gomes, tira diariamente um copo de leite e diz que o gosto é o mesmo do leite das cabras.
O leite alimenta outros animais e o bode, mesmo sem muito apreciar, até amamenta um cabritinho.
Para especialistas, pode ter ocorrido uma anomalia genética que permitiu ao bode desenvolver as glândulas mamarias. Não há qualquer dúvida sobre a “macheza” do bode, que tem filhos.
Contudo, será confinado com as fêmeas, porque os seus filhos, pela alteração genética, serão estéreis. http://www.montesclaros.com/

Jogos sem Deus. A Bíblia figura entre os objetos proibidos das Olimpíadas de Pequim 2008

Os organizadores dos Jogos Olímpicos de Pequim 2008 publicaram a lista de "objetos proibidos" nas vilas olímpicas onde se alojarão os atletas. Para surpresa de muitos, a Bíblia está incluída na polêmica relação. Conforme informou o jornal esportivo italiano La Gazzetta dello Sport, os organizadores alegaram "razões de segurança" e proibiram aos atletas de levar consigo qualquer outro símbolo religioso nos recintos olímpicos. A lista proíbe a entrada de um amplo número de objetos, entre eles alguns comuns como câmaras de vídeo ou taças. O jornal espanhol La Razón recordou que este fato "soma-se a outras amostras de censura e intolerância exercidas no gigante asiático quanto a objetos de culto religioso e à população cristã. Hoje na China permanecem encarcerados cinco bispos e quinze sacerdotes por opor-se à Igreja oficial imposta pelo governo de Pequim, que atua de costas à Santa Sé, e obriga aos fiéis a Roma a viverem na clandestinidade com medidas restritivas, como a que se aplicará nos Jogos Olímpicos de 2008".

Maçonaria emplaca Gildásio na segurança em Montes Claros

O deputado Carlos Pimenta, do PDT, indicou o advogado Gildásio Alex Dias Rocha, para assumir a secretaria-Adjunta de Defesa Social de Montes Claros, no lugar de Maria Helena Lopes, que trocou o PDT pelo PTB. Gildásio é presidente do Comasp - Conselho Maçônico de Segurança Pública e membro do PDT, e sua indicação teve o dedo do deputado Carlos Pimenta.
Mas para aquele articulista jabazeiro, a indicação de Gildásio foi dedo da maçonaria.

Campanha da Ellus é censurada pelo Ministério Público

Porque o MP não censura também as novelas da Globo?
Modelos Evandro Soldati e Letícia Birkheuer em pose para a
campanha da grife Ellus, em Paraty
A grife de moda Ellus foi multada pelo Ministério Público de Santa Catarina em R$ 500.000,00 por danos morais.
A justiça catarinense entende que a campanha de verão da marca que tráz fotos dos modelos Evandro Soldati e Letícia Birkheuer sem roupa é imoral e alega que "a campanha é para vender roupas, mas nem sequer as mostra.
"Letícia, que já posou para melhores grifes do mundo, não entende o por que desta censura. Em entrevista para a Folha de São Paulo ela disse que "lá fora é normal. As campanhas da Calvin Klein, por exemplo, mostram essa coisa de pele. Justo o Brasil, que tem mulher desfilando de peito de fora no Carnaval, vai criticar uma campanha de moda agora? A campanha da Ellus é sensual como qualquer campanha de moda no mundo."
O presidente e fundador da Ellus, Nelson Alvarenga, garante que recorrerá da decisão já que o recurso esta em andamento.
Leia mais sobre: censura
Fonte: AQUI