Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

25 de nov de 2007

Não existe imprensa independente nem liberdade de imprensa

"Não existe imprensa independente" e a neutralidade informativa "é um disparate". A afirmação feita na última quinta-feira (22), pelo ex-catedrático de Ética Jornalística da Universidade Nacional de Assunção, profissional da comunicação durante mais de duas décadas e atual presidente do Paraguai, Nicanor Duarte, soa meio exagerada, mas não deve ser deprezada ou tratada como um completo disparate. "Os senhores [os jornalistas] não são livres, não existe a liberdade de imprensa", setenciou o presidente do Paraguai, antes de afirmar que a liberdade de imprensa "no mundo capitalista, na sociedade de mercado, é uma ilusão", porque, segundo sua opinião, "para ser livre, um meio não deveria ter nem financiamento estatal nem do setor privado". Nicanor ainda arrematou que não existem nem liberdade nem independência da imprensa em seu país. Paraguai Piorado Se Nicanor estiver certo, pelo menos no que diz respeito ao Paraguai, imagine o que ele não diria se fosse brasileiro. Afinal, no Brasil, dos 81 senadores, 23 deles - quase um terço do total - aparecem como proprietários de empresas do gênero, segundo recente reportagem do jornal O Estado de S.Paulo. Sem falar nos nossos políticos suspeitos de utilizar "laranjas" para controlar veículos de comunicação, inclusive rádios ditas comunitárias. Se analisarmos as nossas concessões públicas de rádios e TVs, que mais se assemelham às capitanias hereditárias do tempo do Império, podemos acabar concluindo que pelo menos em matéria de imprensa independente e liberdade de imprensa, estamos, com todo o respeito que o país vizinho merece, bem pior que o Paraguai.
Fonte: O Jornalista
Presidente Lula e os presidentes do Paraguai, Nicanor Duarte Frutos, da Venezuela, Hugo Chávez, e da Bolívia, Evo Morales, durante cerimônia de assinatura de acordo entre a Brasken e a Pequiven para a construção do Complexo Petroquímico de Jose, na Venezuela.

Nenhum comentário: