Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

22 de abr de 2007

“Governo de MG desrespeita policiais”

Policiais afirmam que reajuste salarial autorizado pelo governo foi “um tapa na cara dos profissionais de segurança”
O Gabinete Integrado das Entidades de Classe das Forças de Segurança de Minas Gerais (Giforseg/MG) realizou manifestação nesta quinta-feira em frente à Assembléia Legislativa de Minas Gerais, para protestar contra o reajuste salarial que o governo concedeu aos servidores da segurança pública do Estado (Policiais Civis, Policiais Militares, Bombeiros e agentes penitenciários).
Os policiais mineiros terão reajuste salarial de 33,1% em três parcelas cumulativas, de 10% cada, a serem pagas nos meses de setembro de 2007, 2008 e 2009.Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Minas Gerais (Sindipol/MG), Antônio Marcos Pereira, o reajuste representou “um tapa na cara dos profissionais de segurança”.
“Nós não vamos aceitar isso, pois trata-se de um desrespeito com a categoria policial. A revolta é geral em todo o Estado. Vamos promover uma assembléia gigante para determinar os próximos passos a serem dados pelo nosso movimento”, afirmou.
O vice-presidente do Sindipol, Denílson Martins, também fez duras críticas ao reajuste salarial autorizado pelo governo. “O nosso governador demonstra ser irresponsável e uma pessoa que tem um baixo nível de maturidade. Ao deixar de cumprir um acordo com os policiais mineiros e enviar mensagem à Assembléia Legislativa pedindo autorização para se ausentar do país durante 15 dias, o governador age igual menino pequeno quando faz alguma coisa errada: sai correndo”, declarou Denilson. O líder sindical disse que a viagem do governador “é para correr dos problemas”.
“Num momento delicado como este, Aécio inventa esta viagem aos EUA. O governador está é correndo do “pau”. Ele tem que ter dignidade de ficar aqui e desfazer a coisa errada que fez”, protestou.
Denílson lembrou que Aécio prometeu à categoria que se fosse reeleito iria colocar os salários das Polícias Civil e Militar entre os maiores do país. “Ninguém é obrigado a prometer. Mas a partir do momento que um homem honesto e sério promete alguma coisa, ele tem que cumprir. A atitude de Aécio para com os policiais mostra a sua verdadeira personalidade e caráter. Definitivamente, não é um homem correto”, afirmou.
O vice-presidente do Sindipol disse que o salário dos policiais mineiros está entre os quatro mais baixos do país. “E ainda vem o governador autorizar este reajuste indecente. O governo Aécio não é um governo que honra a palavra”, frisou.Denílson informou que o Giforseg está agendando uma série de manifestações em todo o Estado. “Avisamos à sociedade. A greve da categoria é iminente. A Polícia vai parar porque o governador do Estado não tem responsabilidade com o servidor público nem com a segurança dos cidadãos”, protestou, acrescentando que “Minas é o Estado da Federação onde mais se maltrata o servidor público”.
O líder sindical disse que os caixões que foram colocados em frente à Assembléia Legislativa representam a omissão do governo mineiro. “O povo de Minas merece um governo corajoso, sério. Minas não merece este governo covarde. Nós não vamos dar trégua para o governador Aécio, que mente e descumpre acordo celebrado com pais de famílias honrados e trabalhadores, que saem de casa todos os dias para dar segurança para o cidadão, e que muitas vezes nem sabem se retornarão para casa”, declarou.
Denílson afirmou que durante o governo Aécio 140 policiais já foram mortos.
Fonte: AQUI

5 comentários:

Anônimo disse...

Esse salário da Polícia mineira é ridículo!!! A violência é grande e o salário é pequeno não condiz com a realidade. É um descaso com a sociedade. Os políticos brincam com a população mostrando a mesma que existe segurança pública, pois na verdade esta está falida em todos os seus setores. Há municípios de Minas Gerais que nem viatura existe exemplo Bicas próximo a Juiz de Fora, onde os Policiais usam seus carros particulares para trabalharem! É absurdo puro memso. Como alguém trabalha contra crime, o combatendo, ganhando um salário de ninharia? Será que a vida de um ser humano vale 1.500,00? É, deve dar para pagr um jazigo bom na hora da morte!!! Risos.

Anônimo disse...

Mas o pior é que tudo ficou como foi decidido. Ninguém fez nada. Será que algué poderia me dizer por quê nada mudou?

Anônimo disse...

Bom, eu acho que o nosso sindicato é fraco e nao tem nenhum sindicalista capaz, ou melhor corajoso e ousado pra enfrentar nosso governador Aécio Neves.Nós Policiais que contribuimos para o Sindipol-mg ficamos reféns da incompetência do sindicato e da frieza do nosso governador com relação aos nossos direitos que até hoje não foram respeitados. O sindicato se limita apenas a todo mês divulgar as ladainhas, ou pegar o gancho nas pecs do deputado sargento Rodrigues.Queremos um sindicato inteligente e ousado, capaz de confrontar com os poderesos e não abaixar a guarda com ameaças de multas e ver o nosso destino ser julgado na calada da noite e sem nos dar o direito de tbm participar do indice de aumento.Não queremos mais esmolas, queremos salarios justos, não queremos gratificaçoes anuais, queremos que sejam incorporados ao nosso salario.Queremos que sejam tbm respeitados a lei orgânica, com relação as promoções, nao queremos ver nos boletins policiais que entraram ontem promovidos a classe especial, sendo que diversos policiais antigos aguardam ser promovidos e são esquecidos, pelos desrespeito do conselho.É inadimissível esta manobra do conselho continuar a eleger os seus apadrinhados.Onde esta o respeito, a ética e o compromisso com os policiais que trabalham honestamente, que vivem em confroto diaremente com a marginalidade, que arriscam suas vidas e no final da historia os promovidos são os que estao nos gabinetes,na academia,no Detran, nos institutos.Não que estes não são dignos de serem promovidos, mas nós sabemos que o criterio de promoção não é seguido conforme a lei Orgânica, e com isso gera uma insatisfação enorme na classe.Por isso, é melhor trabalhos dentro da ética, do respeito, da verdade e do compromisso.Precisamos de pessoas a frente da policia de carater.Chega de clientelismo, chega de monopolio!!!

Anônimo disse...

Eu fico imprecionado com governo Acercio diz eo Cara ,eu era agente penitenciario estava começando gastei um fortuna com uniforme, feliz com trabalho podendo ate ir faculdade e compra as minhas coisas ele veio atraves de secretario de segurança mentiroso que nos disse que nao irria manda ninguen embora manda 12oo embora , hoje estou aqui desempregado e muitas dividas que governo se ele quiser uniforme eu devolvo pra talvez serve pra ele

Anônimo disse...

Agente de Polícia

É com tristeza que deixo aqui também meu comentário, concordo plenamente que os nossos órgãos sindicais não estão atuando como deveriam, ou melhor, como devem. É sabido que em todas estas assembléias, sempre recorrem a manobras políticas entre outras situações. Realmente estamos cansados desta baboseira, e desta ninharia que estamos recebendo. Não é possível que uma polícia como a nossa, receba este salário de miséria. Triste saber que, sou policial civil a quase 12 anos, estou cursando o 10º período de direito na PUC, NUNCA tive nenhuma sindicância, processo administrativo, processo judicial, NUNCA fui por consequência, punido, e sou agente II. É um absurdo, ver nos boletins internos de nossa corporação a vergonha de ver policiais com menos de 5 anos de polícia, sendo agentes III, ou em outros casos até agente especial, cadê o respeito com os policiais honestos, estão penalisando os justos pelos pecadores, se esta cúpula podre não tem respeito com os outros policiais apenas com os apadrinhados, ESTA NÃO A POLÍCIA QUE SERVE PARA MIM, e por isso, que com pesar, mas muito pesar mesmo, digo que sou um ótimo policial, cumnpridor das minhas tarefas e respeitoso principalmente com os cidadãos, regrado pela hierarquia e disciplina desta Polícia, que nos ENVERGONHA, desta falta de caráter dos nossos chefes e administradores, na POLÍCIA CIVIL, QUEM É ´POLICIAL RUIM, É QUE ELES VALORIZAM COMO BOM, quem é disciplinado, não tem VALOR ALGUM.
Desculpem a todos, mas estava engasgado com esta situação de podridão que existem na Polícia Civil/MG, bem como nossos sindicatos, e penso que vou até me desfiliar do Sindpol/MG, não ando nem recendo mais jornais de semstre em semestre, vai saber de quanto em quanto tempo.
Um abraço fraterno de um policial lutador como muitos de nós.