Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

2 de mar de 2007

Os explorados pela Rede Globo, a mídia golpista

Quem ainda aguenta ver a campanha da Rede Globo, para redução da maioridade, em seus teles-jornais? Começa no café da manhã do Bom dia Brasil.
O jornalista do tempo da ditadura, Alexandre Garcia, abre a manchete: Em São Paulo, tiroteio mata 2. Em Minas a polícia matou mais um. No Ceará morreu mais 3. Na hora do almoço, vem o Jornal Hoje com o destaque: Nas cidades do interior estão matando mais. Mataram 3 em Santa Catarina, mais 4 no Recife... A redução da maioridade foi para as calendas, mas o "JN" não desiste e enfia no meio das manchetes a cena de "uma menina de 13 anos", atingida num tiroteio em São Paulo.
O casal Bonner, diz que a menina morreu, descobriu-se mais tarde, a criança explorada do dia não morreu. Já que a menina não morreu, a Globo manda mais uma: Mulher marcou encontro pela internet e foi assassinada...
Acabou? Ainda não! Na novela da página da vida a exploração continua com a mãe do garoto chorando na telinha.
Para finalizar William Waack fecha o dia com o Jornal da Globo, e toma morte!. Agora acabou? pergunta o nobre leitor. Calma!. O Bom dia Brasil de ontem mostrou que a menina assassinada antes de ontem pelo Jornal Nacional, pode ter seu futuro numa cadeira de rodas – Ela só foi atingida por uma bala durante um tiroteio num bairro nobre de São Paulo.
E..... se todas essas vítmas dos tele-jornais global fossem pobres? Teriam elas o mesmo espaço na Globo?

Nenhum comentário: