Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

28 de mar de 2007

8 milhões de brasileiros deixam a baixa renda

Uma pesquisa realizada pela financeira francesa Cetelem mostrou que mais de 8 milhões de brasileiros deixaram a baixa renda e migraram para níveis da população com maior poder de consumo, em apenas um ano. As camadas D e E reuniram 84,8 milhões de pessoas no ano passado (46% da população). Em 2005, o contingente dessas classes sociais era de 92,9 milhões.
A pesquisa "O Observador 2007", publicada nesta quarta-feira pelo jornal "O Estado de São Paulo", ouviu cerca de 1.200 famílias no fim de 2006, em 70 cidades do País. Elas foram avaliadas não só pela renda, mas também pela posse de bens.
A população de mais baixa renda ascendeu para as classes superiores, diz a pesquisa. Assim, a classe C, que reunia 62,7 milhões habitantes em 2005, encerrou o ano passado com 66,7 milhões de brasileiros. As classes A e B receberam nesse período 6,3 milhões de pessoas.

Nenhum comentário: