Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

25 de mar de 2007

O império tá caindo

A vitória da Record sobre a Globo na disputa pelos direitos de transmissão dos jogos olímpicos de 2012 é, como alguém já disse, emblemática, porque a emissora do bispo ganha da adversária com a arma que ela usou a vida inteira para derrotar a concorrência: o poderio econômico.

A Record jogou pesado. Inflacionou o mercado ao oferecer 60 milhões de dólares pela Olímpiada de 2012, em Londres, sabendo-se que a Globo pagou 12 milhões pela de 2008, em Pequim. Ou seja, cinco vezes mais. Irrecusável. A Globo não pagou pra ver, preferiu cair fora.

Numa semana em que as conquistas da rede da Igreja Universal ocuparam grandes espaços da mídia, com a aquisição da Rádio e TV Guaíba e do jornal Correio do Povo, todos de Porto Alegre, a notícia desta quarta cai como uma bomba: a Record vai recorrer aos tribunais internacionais para tirar da Globo os direitos de transmissão sobre as próximas copas, de 2010 e 2014. A emissora descobriu que a oferta da Globo foi menor que a oferecida por ela. Agora a FIFA terá que explicar o porquê do favorecimento.

A verdade é que nunca faltou o vil metal aos Marinho. Durante décadas compraram tudo que havia no mercado: de campeonato de futebol de botão a corrida de submarinos, figurativamente falando. E mesmo que eventualmente não transmitissem determinado evento, eles não cediam os direitos às demais, prejudicando em última análise o telespectador.

Em todo esse tempo, o império global nunca chegou a ser incomodado verdadeiramente. Houve algumas pontadas da Manchete, quando surgiu, e do SBT em determinado período. Ambas inconsequentes. Correndo por fora, com um cacife pra ninguém botar defeito, chegou a Record, depois de passar por um sério percalço no episódio do bispo que chutou a imagem da santa, em 1995.

A Globo perde os direitos sobre a Olimpíada de 2012 no exato momento em que sua audiência vem despencando. As últimas pesquisas indicam que, à exceção do BBB, todos os programas da emissora apresentam números abaixo de quarenta pontos. E sua novela carro-chefe, a das 8, não consegue decolar, apesar de inúmeras tentativas de mudar o rumo do folhetim.

Nenhum comentário: