Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

18 de mar de 2007

Aécio imita Hugo Chávez, mas ninguém critica

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), inicia seu mandato com amplos poderes, inclusive sobre a Assembléia Legislativa, agora subjugada a suas determinações com base em 60 leis delegadas pelo Executivo e sem direito a interferência do Legislativo. A intenção do governador é realizar uma reforna administrativa, que vai incluir 500 cargos comissionados aos 13.800 já existentes. Enquanto Aécio reclama da diminuição da receita de impostos do estado causado pelo PAC de Lula, simultaneamente articula uma "reforma" que deixará o custo de operação do Governo do Estado mais caro em R$ 50 milhões por ano.
Blindado pela imprensa, o tucano se utiliza do mesmo expediente de Chávez, Presidente da Venezuela, anunciado com tanto escândalo e estardalhaço pela mídia brasileira. A quesão, agora, não é se o enfraquecimento do Legislativo é bom ou ruim para a democracia. Com certeza é ruim, indiscutivelmente. O que chama atenção e clama por esclarecimento, é o posicionamento da imprensa, totalmente a favor de um, e totalmente contra outro, quando se considera uma ação isolada perfeitamente igual, adotada por ambos os lados. Por que Chávez não pode, mas Aécio pode?
Sem dúvida, a democracia e o povo perdem quando um dos três poderes se enfraquece. Mas perde mais, com certeza, quando a imprensa não é livre, ou não tem interesse de ser.

Nenhum comentário: