Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

1 de dez de 2006

Bandidos matam Farley e sua filha de 12 anos

Reportagem de Benedito Said
Na noite de quinta-feira (30), na Conferência Cristo Rei, conhecido como Feijão Semeado, traficantes mataram o presidente da Associação e a filha dele, de 12 anos. O crime foi a mando de um outro bandido que está preso e se achara prejudicado pelo líder comunitário. Primeiro, a droga manda em consciências vazias, tolas e animalizadas. Segundo, banalizam a vida do semelhante, tratado como ninguém. Terceiro, a cidade precisa se indignar com tanta crueldade. Todos (a cidade inteira) deveriam ir ao local do crime, apoiar a família enlutada, com faixas, cartazes, e gritar contra a violência.Os jovens, muitos dos quais alienados na suas baladas tristes, deveriam deixar de lado os enfeites e acessórios, e assumirem uma posição pela vida, mostrando força nas ruas contra a opressão do crime. E, também, exigir das Polícias e da Justiça posição poderosa contra os criminosos. O presidente da Associação, chamado Farley, era pessoa, que não se envolvida com os viciados ou os traficantes, mas patrocinava uma cruzava em favor da paz, e lutava em favor da valorização dos moradores de bem da Conferência Cristo Rei, já discriminados por ser aquela área um ponto de venda e distribuição de drogas, inclusive para membros da classe média-alta. É hora de uma basta, ou o nosso silêncio será sinal da nova indiferença ou conivência com o mal.

Nenhum comentário: