Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

14 de dez de 2006

Já vai tarde


Candidata derrotada à Presidência da República e símbolo da esquerda radical, brasileira, Heloísa Helena despediu-se do Senado ontem, numa das mais bem elaboradas peça teatral desta legislatura. A senadora, uma das líderes da oposição ao atual governo, subiu à tribuna já aos prantos.
A ssim como disse seu namorado Luiz Estevão em 06, 2006 em entrevista à colunista Monica Bergamo, da Folha, um dia: Ela chorava como criança. Chorava muito. Muito mesmo. Tem que perguntar a ela por que chorou tanto. Dois dos mais sisudos políticos da Casa fizeram os primeiros apartes. Chorando também, pela primeira vez os senadores Arthur Virgílio, líder do PSDB, e Jefferson Peres (PDT), choraram no plenário, arrancando lágrimas da senadora em despedida. Ohhh que dó... Lágrimas de crocodilos ou choravam por não receberem mais seus gordos salários pago pelo povo? “Poucos puderam sair daqui com a cabeça erguida como a senhora está saindo. Fico orgulhoso de ter sido seu contemporâneo no Senado”, disse Virgílio. Ahhh é seu Virgilio? E a aquela conversa que os usineiros doaram para a campanha da senadora? como fica?Jefferson Peres disse ter esperado que o momento de despedida da senadora “não chegasse nunca”.--Pois eu aguardava ansiosamente-- . Heloísa Helena preferiu candidatar-se à Presidência da República a buscar a reeleição para o Senado. Sua vaga será ocupada pelo ex-presidente Fernando Collor (AL). Sem mandato, ela promete agora voltar à sala de aula como professora universitária em Alagoas. “Também quero continuar recebendo suas recomendações para o coração”, pediu o senador Eduardo Suplicy (PT) à sua “conselheira sentimental”, como costuma se referir à Heloísa Helena.

Nenhum comentário: