Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

15 de mai de 2007

Ligações perigosas de um assessor do governo de Minas

A nota abaixo foi publicada no blog O Filtro, do jornalista Thomas Traumann, da revista Época.

O mineiro sem jeito

"Sorte, mas sorte mesmo tem Aécio Neves. Os jornais publicaram discretamente a informação de que a Polícia Federal encontrou com o bicheiro Antônio Petros Kalil, o Turcão, cinco cheques no valor total de R$ 100 mil em nome do assessor político do governo de Minas Gerais Milton Reis. Turcão foi preso na Operação Furacão. A O Globo , Reis disse que pegou dinheiro emprestado em 2002, pagou em 2005, mas "ficou sem jeito" de cobrar a devolução dos cheques. Alguém pode imaginar o escândalo que o caso teria se envolvesse um assessor do presidente Lula ou do governador José Serra?"
Já Zé Dirceu em seu blog comenta: Boa pergunta. Mas, certamente, o escândalo seria ainda maior se o caso envolvesse um petista. Qualquer petista.

Nenhum comentário: