Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

11 de mai de 2007

Jorginho Santos um dos melhores músicos de Montes Claros precisa da sua oração

Encontra-se internado no Hospital São Lucas de Montes Claros, em estado grave, o legítimo representante da cultura montes clarense Jorginho Santos, que nasceu em Maringá-PR, mas radicou-se em Montes Claros, neste Norte de Minas ainda criança. Sua música sofre influências da cultura popular e folclórica do norte-mineira, tais como: Folia de Reis, Catopês, Marujada, Caboclinhos e Serestas. Pesquisador por natureza, traz em seu repertório uma verdadeira viagem pelo mundo musical, na carona de gerações de compositores renomados da MPB, além de músicas próprias ou de compositores anônimos que mantêm espaços constantes em suas apresentações.
"ARTE E CULTURA"
Em 1994, juntamente com Tadeu Quadros, Jorginho Santos e mais algumas pessoas, todos interessados em gerar, captar, produzir e promover a Arte e a Cultura, de um modo geral, deram inicio ao Movimento Independente de Cultura "Curriola Mineira", nesta cidade de Montes Claros. Mais tarde, transferindo-se para Belo Horizonte, Jorginho levou consigo esta maravilhosa idéia e começou então um novo caminho, no sentido de divulgá-la e torná-la uma realidade entre os vários seguimentos artísticos. Foi uma batalha, mas felizmente, aos poucos, alguns músicos que atuam na noite belo horizontina, como também escritores, poetas, etc., foram percebendo que este era sem dúvida um caminho seguro para se conquistar novos espaços, para divulgar seus trabalhos e promover eventos culturais.
De volta para Montes Claros
Para cuidar de sua mãe, dona Dora Santos, irmã do ex-prefeito de Montes Claros Dr. Pedro Santos, Jorginho Santos abandonou a capital mineira, mas infelismente Dona Dora não suportou a um derrame e veio a falecer. Ele acabou ficando nesta sua terra de paixão, mesmo na geladeira, sem conseguir espaço político.
No último dia 05 de maio, o PCdoB de Montes Claros promoveu ato em comemoração aos 85 anos do partido, completados no dia 25 de março, na sede do sindicato dos servidores da saúde, ao som da música de Jorginho Santos. Legítimo representante da cultura montes clarense e recém filiado ao PC do B.

Nenhum comentário: