Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

9 de out de 2008

Coronel do Dem em Monte Azul apresenta diploma falso

Dos últimos representantes da política coronelista do Norte de Minas, o prefeito eleito de Monte Azul, Joaquim de Deja, do DEM, apresentou diploma escolar falso à Justiça Eleitoral.
Os documentos comprobatórios foram encaminhados ao Cartório Eleitoral, que, de acordo com a advogada Gabriela Batista, estão sendo investigados também pela Polícia Federal. Ainda de acordo com ela, uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) será impetrada.
Joaquim Gonçalves Sobrinho, o Joaquim “de Deja”, tem mais de 80 anos e é considerado um dos últimos “coronéis” da política do Norte de Minas em atividade eletiva.
O prefeito, que é analfabeto, foi desmascarado pela diretora da Escola Florêncio Ferreira Lima, Maria Elvira Machado Teles Texeira. Ela garantiu que não assinou nenhum documento comprovando que Joaquim de Deja estudou no estabelecimento.
Ele, segundo a diretora, falsificou sua assinatura. Vale ressaltar que consta no diploma que o candidato foi aprovado na 4ª série ginasial em dezembro de 1970. Se ele nasceu em 1928, não faz sentido estar numa classe de crianças, visto que tinha quase 40 anos de idade na época. Além disso, Lídia Maria Primo, que assinou como professora no diploma, não lecionava na escola no período em que Maria Elvira era diretora. Ela também não tinha ligação com o educandário na data em que, de acordo com o diploma, o candidato estudou.

210 comentários:

«Mais antigas   ‹Antigas   201 – 210 de 210
Anônimo disse...

Noema disse...

Pergunta-se, algum representante de algum partido politico está acompanhndo o desfeche desteste episodio fraudulento? Será que existe realmente uma representação formalizada contra este suposto estelionatário, o mesmo ñ sabe se quer nem assianfr o su sobre nome senão vejamos a sua assinatura vja só:(JOAQUIM GONCALM SORMHO)ñ sabe nem se o nome é realmente dele!E ademais, a facificção do diploma é das mais grosseira, visível e palpavel.
Por outro lado, o pessoal intersado no andamento do feito ñ tomou quaquer providência preliminar em tempo habil, sendo que tomaram conhecimento da falcificação bem antes do pleito e ñ tomou qualquer providencia de imediato, a exemplos de outros Estados inclusive o pleito de Francisco Sá,que no proximo mes haverá nova eleição, por fato muito menos grave, do fato ocorrido em Monte Azul.Não se pode queixar do protecionismo de deputados e outros mais.ñ se sabe o porque os politicos oposição se amofinaram destemjeito!

Anônimo disse...

ATENÇÃO AI PARA O CONSELHO TUTELAR DE MONTE AZUL.

A prostituição infantil está debaixo das barbas de vcs e continuam fingindo que são cegos.

Eta que dinheiro faz coisa né?

Já olharam para as menores que o conhecido Sr ...... está colocando na prostituição? ESTE SENHOR DA 3ª IDADE SÓ ANDA RODEADO DE MENORES, e o menor presente que tem dado é biz e bancado viagens para o litoral.

ABRAM O OLHO OU VAMOS TER QUE DENUNCIAR O CONSELHO TUTELAR AO PROMOTOR

É Monte Azul na mira da justiça.
Tive ai na cidade no SABADO E DOMINGO de carnaval e fiquei abismado com estes comntários e acontecimentos...que eu vi e qualquer um vê com os próprios olhos... precisa nem citar o nome do cidadão né? pois a fama já é grande não só entre as adolescentes como na boca do povo "que encherga e não faz nada" ah! vi também uma placa no asfalto convidando ao povo para denunciar... e precisa? para que serve CONSELHO TUTELAR?

neide disse...

Será que o sr. Joaquim de Deja terá direito a sela especial? AH... Esqueci ele ñ tem curso superior é analfa , agora o que doi e que o povo de Monte Azul é ignorante de eleger uma pessoa dessas é por isso que tantos e tantos filhos de Monte Azul
abandona sua cidade e seus familiares
e sai a procura de sonhos e esperanças em outras cidades .

garanhao disse...

o povo de joaquim de deja o acompanha doentemente há mais de trinta anos ganhando migalhas e agora vem o dimas traidor com sua corja de malandros e ja chega sem mais nem menos ganhando na faixa de mil reais por mes, lamex, nelson do gaz, e outros, e alem do mais outros enm consegue vaga e fica sendo ludibriado a vida toda feito besta

sociedade alternativa disse...

como a justiça nao funciona em monte azul, o malandro do joaquim leva atestado p esse juiz ele aceita, sera que ele ta bem para poder ta colocando toda sua familia (nepotismo) e assinando cheques ou tem alguem assinando por ele? como a justiça é cega mesmo.

Anônimo disse...

o que será que esta acontecedo com o diploma falso.
Sera que os resposaveis, por tudo isto vai continuar impune.
Que Brasil é este.
Sera quanto custa um diploma.
Quanto esta custado a manutenção do diploma.
e os impostos que pagamos esta servido para que.
acorda brasil, minas gerais, monte azul.

isabela de zé valério disse...

essa história não vai ter jeito mais.o povo do 25 enrolou justiça, agora esse processo vai ser arquivado e logo logo esquecido.eles devem ta rino da nossa cara

Anônimo disse...

O prefeito que falsificou diploma continua em monte azul, contratou muita gente para trabalhar no municipio mas não paga o salario, quero ver até quando esse povo vai ficar calado, sera que ele esta pagando direitinho os falsificadores e a rede de proteção cuidado joaquim e deja

Anônimo disse...

Sombra lamenta

Que grande exemplo p/ nossos jovens estudantes. Um prefeito analfabeto gerindo executivo do Municipio.Onde ficou o direito de cidadania dos munícipos, em epecial os jovens.A socieade devem em grupo cobrar do Judiciário em regime de urgeência a celeridade do processo criminal, uma vez que a PF já concluiu o inqquerito Policial.E o judiciário julgar procedente em regime de degencia.Sendo certo, quando do julgamento na area cível foi uma decepção, Juiz e Ministerio Público manifestaram de maneira parecial, como se fossem defensores do réu, criou com isto dificuldade de descidir a coisa correta que seria inevitavelmente a condenação e cassação do prefeito com aplicação das medidas penas criminais e de responsabilidade cívi. Inclusive a PF procrastinou andamento do inquerito laso de tempo consideráve.Assim sendo, a comunidade deve ficar atento, vigilante,para não prejudicar o estímulo e a evolução de nossos jovens estudantes espero que a comuindade de Monte Azul se mobrlize , por uma questão moral deve exigir do Judiciário o seu direito sagrado de cidadania,a celeridade do Julgamento procedente do processo.
12/03

.

Anônimo disse...

Será que não ira resolver nada????
Já se passarão quase 4 anos!!!
Ano que vem e ano de politica, sera que ele vai candidatar novamente??
Monte Azul, merece um prefeito digno!!

«Mais antigas ‹Antigas   201 – 210 de 210   Recentes› Mais recentes»