Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

12 de out de 2008

2º turno das eleições

José de Arimatéia dos Santos (*)

Havia falado, em artigo anterior às eleições de 1º turno, que a eleição em Montes Claros sinalizava uma polarização, com o seguinte quadro: de um lado, um político profissional, demagogo, populista, que busca o jugo da população com um discurso fácil, sedutor, acenado para mil maravilhas e pela manipulação das necessidades de seu povo. De outro, um servidor da população de Montes Claros, que tem dado provas de seu desprendimento e de seu zelo pelos seus conterrâneos e município, prometendo e demonstrando honestidade, participação, transparência, buscando a confiança de seu povo, para continuar a realizar obras e resgatar a liberdade deste povo, livre do jugo da demagogia.

Não conheço pessoalmente os dois candidatos, mas pude observar no debate da Inter TV e também, a partir de informações que tive acesso, as seguintes características: o candidato Luis Tadeu Leite demonstra desconhecer aspectos relevantes da cidade de Montes Claros, tais como funcionamento da Saúde Pública, novos empreendimentos que a cidade recebeu etc., e esta questão deve estar relacionada com o tempo que ele reside em belo Horizonte, capital do Estado – há mais de 12 anos – sem um contato constante e sistemático com a cidade e seu crescimento urbano, social e econômico.

Foi flagrante, no debate, a superioridade do candidato Athos Avelino, que demonstra conhecer a cidade, em vários aspectos, com dados e números que se mostraram confiáveis e indicam uma personalidade que trabalha no concreto, no real, com consciência da cidade, seus problemas, seus desafios e suas oportunidades.

Quero refletir com vocês qual o perfil do Prefeito que a cidade de Montes Claros demanda nesta etapa de sua história. A cidade cresce e ocupa um lugar importante no cenário de Minas Gerais e do Brasil. Montes Claros é uma das 100maiores cidades do Brasil, em termos de população, economia, perspectiva de crescimento e é pólo de uma região de menor dinamismo econômico, nos Gerais das Minas.

A cidade conquistou isto, como trabalho e esforço de todos, e, em sua história mais recente, nos últimos 5 anos, cresceu sobremaneira no tocante à PIB, consumo de 46 gêneros de produtos e serviços - de alimentação a aluguel, a veículos, a celulares, licenciamento de veículos, investimentos sociais em habitação, saúde, educação, ciência, tecnologia e geração de empregos.

O que Montes Claros demanda, em minha opinião, é um gestor público focado em metas, em resultados, com uma equipe afinada, com técnicos competentes, que consiga responder aos anseios de sua população e que faça política ouvindo e compartilhando com todos os segmentos classes sociais, os destinos da cidade. Vejo menos, hoje, a necessidade de um Gestor Público político por profissão, demagogo, que muito provavelmente, de vê priorizar a "politicagem" e os interesses classistas e fisiologistas acima dos interesses maiores da população, mesmo que os motes de sua campanha indiquem uma direção diferente.

Os resultados do 1º turno indicaram 46% dos votos válidos para o candidato deputado e 32% para o candidato prefeito atual. Este resultado indica que o candidato prefeito deve, sim, com certeza, fazer mudanças em sua equipe no 2º mandato e fazer ajustes de estruturas e diretrizes de atuação de seu governo, mesmo que se saiba que a eleição no 2º turno tem uma nova confirmação e rearranjo de forças. Esse resultado significa que se deve abandonar um modelo que demonstrou trazer bons resultados e voltar a um modelo "pobre" em resultados? Este resultado indica também que todos devem refletir bem a Montes Claros que queremos para nós mesmos e nossos filhos.

Como disse Martim Luther King, "o que me preocupa não é o clamor dos maus, é o silêncio dos bons".

Cuidado para o "barulho" não nos torne surdos e mudos. O momento de reflexão e de ação, rápida e efetiva, em prol de nós mesmos e da cidade que escolhemos par viver e ser felizes. Veja a consistência e coerência dos planos de governo dos candidatos, sua história de realizações, a qualidade de suas obras e a qualidade de suas personalidades, de suas aptidões, de seus valores.

(*) Sociólogo, especialista em Políticas Públicas pela UFMG

7 comentários:

Alex disse...

Tenho a obrigação de fazer uma força oposta a essas reportagens tendenciosas. Caros eleitores, para vocês terem idéia de como o Prefeito Athos é hipócrita, ele fez um mapeamento de Montes Claros, para saber onde foi mais derrotado, e começo a usar a Prefeitura fazendo obras nesses lugares, como, por exemplo, no planalto, lugar em que começou o asfaltamento em 3 ruas. Ele esta querendo comprar o voto do povo agora para abandonar depois. Não sejamos tolos!

DANIEL PEARL disse...

LUIS CARLOS GUSMÃO, gostaria do seu apoio na divulgação do novo vídeo: “KASSAB, O PIOR”. Imperdível. Liberado para publicação no seu blog. O endereço no Yuo Tube:
http://www.youtube.com/watch?v=7q10XoKM15w
Um abraço, Daniel – editor do Desabafo Brasil:
http://desabafopais.blogspot.com/

alex disse...

uar, pq nao postou oq eu disse? hahahahaha quando falamos ruim de seu Prefeito vc nao aceita é isso?

Anônimo disse...

Primeiro eu pergunto: Quem é esse José Arimatéia? Ora, uma pessoa que se diz sociólogo e vem dar pitaco na politica de Moc é algo espantoso,ele mesmo disse em seu texto acima que não conhece os candidatos,ora seu Zé,isso aqui não é uma luta de classes, ou uma luta do bem contra o mal.O sr. poderia dizer: Esta é a minha opinião! E não querer fazer cabeça de uns pobres tolos, que vão na conversa desses sociológos que se acham donos da verdade,como pode um estranho dizer o que é melhor para a cidade? O povo decidiu que quer o Tadeu, da mesma forma que venera o Lulla, contradição? è a democracia meu caro, se o povo quer o Tadeu,que seja respeitada a maioria.È assim que funciona a democracia, a despeito de esquerditas que toleram a democracia em interesses "nada republicanos"

Espero que o Blogueiro não censure,se é um blog de comentários,tem que haver o contraditório.

Le Pen

Angela Maria disse...

Nossa! Não sabia que Athos fosse tão baixo, só encontrei textos metendo o pau em Tadeu aqui... Eu votei em Athos no primeiro turno e agora, depois de ver esses textos pode ter certeza que ele perdeu meu voto. Agora vou votar em Tadeu. Ridículo sites assim que só dizem mau do candidato oposto.

Anônimo disse...

Acabo de saber da conduta dos cabos eleitorais de Tadeu! Dizendo que nem "Deus tira a vitoria de Tadeu", pois bem , votei em branco no primeiro turno, e meus pais tambem! Athos acaba de ganhar mais três votos! Com Deus não se brinca, não merece ser colocado nessa politiquiçe!

Anônimo disse...

Se Deus não merece ser envolvido, diga pro atual prefeito (sic), que até por ritual de exorcismo passou no Rock in Rio Vieira Evangélico no final do mês passado.
A maioria vai se impor!