Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

4 de ago de 2007

Cansei desta elite preconceituosa, mentirosa e metida a besta

Boninho, diretor do BBB, é filmado atirando ovos em prostitutas no RJ
Boninho, diretor do Big Brother Brasil, e sua mulher, se divertem atirando ovos nas prostitutas do Rio de Janeiro. Além deles, várias celebridades, como o apresentador Bruno Chateaubriand, do programa "Viva a Noite", do SBT e também o neto do já finado Brizola. De acordo com o jornal carioca "Extra", eles foram filmados jogando ovos da sacada de um prédio em Ipanema, no Rio de Janeiro.
No vídeo, Boninho diz "Já acertei muita vagabunda em São Paulo. E ovo estragado. Olha a receita: bota éter dentro, espera três dias e fica uma beleza".
Bruno Chateaubriand, apresentador do "Viva a noite", também deu depoimento: "Já joguei uma vassoura e uma garrafa de Big Coke". Todos sabiam que estavam sendo filmados
A baba e os ovos: Ovos em Ipanema (parte 1) AQUI
A baba e os ovos: Ovos em Ipanema (parte 2) AQUI
Essa é a gente que infesta seus jornais e tevês de acusações contra aquele que gostam de chamar de "sem-dedo", o pernambucano Luiz Inácio Lula da Silva, que chegou ao poder contra a vontade desses "respeitáveis cidadãos", que mostram, no vídeo, o que fazem de suas vidas, já que não têm que trabalhar, apesar de gostarem de dizer que com seu "trabalho" eles "sustentam o Brasil". É o grupo social dos Frias, Marinhos, Civitas, Mesquitas, Elianes Cantanhêdes, Clóvis Rossis, Diogos Mainardis, Reinaldos Azevedos, Noblats, Mirians Leitões e outras excrescências.
Não deixem de conhecer um pouco melhor o tipo de gente que integra movimentos "apartidários" como o "Cansei" ou que têm amplos espaços em jornalões e revistões para mentirem compulsivamente. Acessem já o vídeo, mas antes tomem plasil, pois sentirão engulhos. Escrito por
Eduardo Guimarães.

Um comentário:

Anônimo disse...

Vejam a beleza dessa cultura! Vejam bem de onde vem o exemplo de ódio pelo outro e pela sociedade, que vemos propagar pelas capitais cosmopolitas do país. E o pior, eles acham que esse gozo perverso está certo, assim como quem tem certeza de estar além das leis dessa terra. Os néscios provedores da massa televisiva nacional não se contentaram em associar dinheiro com seus programinhas medianos que, somente fazem sucesso com a distribuição de grana, “bufunfa”, dinheiro, como quem chama o povo fraco e pobre para o “pau do pelourinho”. Eles que se exibem para as câmaras de tvs, se consideram elite de um Rio de Janeiro em “desencanto”, demonstram sem a mínima vergonha que em “puta” não se deve bater, apenas jogar “ovo podre”. Modesta parte do sadismo mental desses “cidadãos de bem”? Eles se diferem pela rede de poder e influência em que circulam, garantindo assim, que essa elite seja livre, praticamente de tudo e de todos, aliás, eles comandam os “outros” brothers, os fracos de pensamento e temerosos em espírito.
A lógica é muito simples, eles se acham “deuses”, independentemente de se comportarem como a escória nazista, eles reinam sobre a imundice, logo, “ovo podre” como única possibilidade afetiva. Bom, eles gostariam que as “meninas da noite” fossem todas “delivery” ou estivem em elegantes boates, como àquelas que eles freqüentam e pagam caro pelas noites de excesso e luxúria. Vai ver que foi isso, nasceu de algum encontro grosso, de um grosso toque anal que, para dizer que não amou foi logo atacando seu fascinante objeto de desejo: a prostituta.
Em pleno século XXI, não deveria ser novidade o que passa no coração e sentimento das pessoas? Para além da ambigüidade pulsional amor e ódio freudiano, esse caráter anal de poder e sadismo, essa perversidade de transgredir manisfesta o desprezo social, o terreno anti-social em que vivem e nutrem-se esses jovens “bacanas”. Que exemplo lindo! Se os “nobres” da galinha do avo podre podem, porque os jovens viscondes da elite não poderiam? Alías o BBB, que deveria ser traduzido como Brasileiro Babaca Behervior é um exemplo digno dessa cultura podre que eles jogam sinal claro desse algo de podre que se enraizou em nosso cultura política.
E quem não concorda com essa merda. Que jogue o primeiro ovo!