Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

11 de ago de 2007

Amputações de pintos no Norte de Minas e no Vale do Jequitinhonha preocupa

Um dado alarmante preocupa o Ministério da Saúde e alerta a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) para um problema que se agrava a cada ano no país: pelo menos mil homens têm o pênis amputado, todos os anos no Brasil, a maioria vítima de câncer peniano. Nos últimos cinco anos, a incidência de casos cresceu 10% a cada 12 meses. Em Minas, foram diagnostic a d o s cerca de 60 casos e m 2006, segundo levantamentos da SBU, concluídos em maio passado.
As regiões com maior incidência no Estado são o Norte e o Vale do Jequitinhonha, além de Belo Horizonte, onde há tratamento mais especializado. A causa da doença, que pode levar à morte ou à amputação dos membros, poderia ser complexa, mas está na simplicidade de sua prevenção o registro que mais assusta. A sujeira, ou diretamente a falta de lavagem do pênis com água e sabão, é a causadora de tumores que acometem atualmente mais de 4.000 brasileiros.
O Sr Luís Roberto Gambine Moreira, conhecido(a) como Roberta Close, nasceu com quase todas as características femininas, menos o pinto. Por isso ela decepou. Mas não é o caso desta matéria. Ficou podre o comentário...

Nenhum comentário: