Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

3 de jan de 2008

PT domina 45 das 100 maiores cidades

Hoje, nos 100 maiores colégios eleitorais, o partido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera 45, na companhia de aliados. Ele quer dobrar o número em outubro próximo, até porque, na maioria desses municípios - em 55 - está na oposição. Sozinho, o PT tem 23 prefeituras das 100 maiores cidades, seguido do PSDB e PDT, com 12, do PPS (nove), PSB (oito) e DEM (seis). Nas capitais, existem oito prefeituras contra quatro do PSDB, três do PMDB e PSB e duas do PPS, DEM e PTB.

Segundo o secretário de organização petista, Romênio Pereira, o partido terá candidatura própria em quase todas as capitais, a partir de prévias partidárias, indicando a estratégia eleitoral a ser seguida até outubro. As exceções seriam: Aracaju (o prefeito Marcelo Deda elegeu-se governador em 2006, passando o cargo ao vice Edvaldo Nogueira, do PC do B, que vai se candidatar à reeleição); Goiânia (possível apoio a Íris Rezende, PMDB); e Manaus (provável aliança com Serafim Correia, do PSB).

As preocupações dos petistas são maiores diante da constatação de que, nas últimas eleições, o partido teve sua influência eleitoral reduzida nos municípios mais populosos - constata Cristiano Noronha, da Arko Service.

Nenhum comentário: