Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

11 de jan de 2008

JUSTIÇA DE MOC NÃO DEIXA TRAFICANTE FICAR PRESO

Suspeitos de integrar uma organização criminosa que atuava no tráfico de drogas dos estados do Mato Grosso do Sul, São Paulo e Goiás para o Norte de Minas, e que vinha coordenando execuções de jovens envolvidos com o tráfico de drogas na cidade, mais dois presos da operação Bumerangue, deflagrada pela polícia federal em junho do ano passado, estão em liberdade.Os homens apontados como traficantes de alta periculosidade, pela polícia federal, Wilker Cosme Antunes Pereira e Marcelo Eduardo de Oliveira, saíram do presídio de Montes Claros na tarde de quinta-feira, 10, através de habeas corpus concedido pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais.De acordo com o advogado de Wilker e Marcelo, Jackson Ferraz, o HC foi concedido devido ao excesso de prazo do processo, ou seja, os suspeitos não poderiam permanecer na cadeia sem ter sido julgados.- Assim, como a liberdade de Erivelto de Souza Ferreira, em outubro do ano passado, foi concedida por excesso de prazo, Wilker e Marcelo também têm direito de aguardar julgamento em liberdade – afirma Jackson.
MALBORO TAMBÉM PODE GANHAR LIBERDADE
Ainda de acordo com o advogado, as outras pessoas presas em virtude da operação Bumerangue também poderão ganhar liberdade nos próximos dias, inclusive Waldemir Tavares da Silva Filho, 29 anos, o Malboro, preso nesta semana pela polícia militar e que também tinha prisão decretada em virtude da operação Bumerangue.- Já pedimos a extensão do habeas corpus concedido a Wilker e Marcelo para todos os nossos clientes presos em virtude da operação Bumerangue. Aguardaremos, o parecer da justiça para que, nas próximas semanas, os outros presos também recebam o beneficio de responder o processo em liberdade – afirma Jackson.

Nenhum comentário: