Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

29 de jan de 2008

Prisidente Lula

*REIVALDO CANELA
Dizem que todos os presidentes da República que antecederam a Lula tiveram a "intenção" de beneficiar o povo paupérrimo - aquele abandonado, que sempre representou a Vergonha da Na¬ção Brasileira... Só que, primeiro, os ilustres presidentes tinham que cuidar de coisas mais importantes: as finanças, entre outras.
E cuidaram, cuidaram e cuidaram, sempre. E o tempo de mandato passando, "não dava tempo" de olharem para nossos miseráveis, párias fabricados pela sociedade injusta. E ficava – sempre ficou - na "intenção", elemento do qual, segundo a sábia máxima popular, "O inferno está cheio".
E Lula, o nordestino sem letras, sem diploma universitário, o trabalhador-tomeiro, começou a aparecer. E seu nome, vindo do nada, da plebe, ganhou consistência no coração do povo; da Nação Brasileira. E eu, simples advogado-caboclo, como outros e outros milhões de iguais, tive mais uma vez esperança, pois, Lula prometeu tirar da lama, do lodo fétido da miséria total, uma gen¬te que nem categoria social jamais teve... Sem Teto? Sem Nada?...
Todos os títulos pejorativos sempre teve ante as classes sociais; e ante os políticos desavergonhados, que prometiam e prometiam, no afã de ganhar votos e vencer eleições, com o apoio daqueles "vermes" que viviam - e sempre viveram - no submundo. E eu acreditei. Eu, também um quase ninguém social. E assim, outros milhares e milhões... E eu, o quase nada, comecei a dizer para mim mesmo e para meus familiares e amigos: Se Lula cumprir sua palavra; se Lula tiver, mesmo, consciência; se Lula elevar à Luz da Dignidade os brasileiros que morrem de fome e de miséria; aque¬les que representam a vergonha do País tão grande e promissor; aqueles a quem o Primeiro Mundo enxerga como o fruto da aber¬ração da política e dos políticos brasileiros; se Lula fizer, se con¬cretizar este ideal humanitário e grandioso, só isto - e isto apenas - fará dele o maior presidente brasileiro de todos os tempos...
E Lula fez; Lula deu auto estima a milhões de irmãos que sem¬pre, sempre, sempre, foram tão somente os votos preciosos para políticos malandros, corruptos, desonestos; e sem palavra, e sem vergonha.
Só isto, este feito glorioso e humano do Presidente Lula, colo¬ca-o eternamente no corarão do brasileiro honesto e consciente. O mais que ele, nosso Lula, tem conseguido fazer, não é nada em relação ao dar dignidade aos irmãos que nem cidadania possuíam. Tal fato, verdadeiro e grandioso feito, ficará marcado, registra¬do, nos anais da nossa Nação. Mais, muito mais, que o controle seguro da inflação; mais que a projeção do nome altaneiro do Brasil junto às grandes potências Orientais e Ocidentais; mais que o crescimento do PIB; mais que a super produção industrial e comercial; mais que a estabilidade económica. Mais, muito mais... E ainda que seus inimigos o ataquem; ainda que os opositores de¬sonestos o agridam; ainda que a oposição honesta e comedida cumpra o seu papel, Lula será, e será para todo o sempre, o maior presidente que o Brasil já teve em todos os tempos. Porque foi único que prometeu e cumpriu tirar da lama, da miséria, onde viveram como se apenas vermes fossem, milhões e milhões de brasileiros.
Por isto, meu bravo Presidente, Presidente de todos os brasi¬leiros, eu o saúdo, o coração palpitando de alegria, desejando-lhe, e aos seus, um 2.008 muito feliz. O senhor merece - a despeito do que possam pensar e dizer seus inimigos gratuitos, os despeitados, aos quais não se negará, jamais, o "Jus esperniandi"...
*REIVALDO CANELA é advogado e escritor

Um comentário:

Anônimo disse...

presidente lula, a mesma barriga da policia que vai trabalhar no ri e nas cidades sede da copa é a mesma barriga dos bombeiros. é injusto só a policia receber e o bombeiro não, pois nós bombeiros também vamos fazer parte da segurança da copa.