Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

9 de jan de 2007

Maggi oficializa saída e deixa Roberto Freire cada dia mais isolado


Em ofícios enviados ao presidente do diretório municipal do PPS de Rondonópolis (MT), Ailton das Neves, e à Justiça Eleitoral, o governador de Mato Grosso, Blairo Maggi, formalizou o pedido de desfiliação do partido no fim de semana.
Blairo Maggi deve definir seu novo partido até o dia 15. Ele tem afirmado que está dividido entre se filiar ao PSB e ao PR (resultado da fusão entre Prona e PL). Maggi nega que esteja planejando ser candidato à Presidência da República em 2010. “Sou candidato a realizar uma segunda administração melhor que a primeira”.
No entanto entre os políticos amigos de Blairo a sua candidatura para 2010 é dada como certa.
O governador decidiu deixar a sigla após ter sido ameaçado de expulsão pelo presidente nacional da legenda, Roberto Freire, depois que o governador declarou apoio a Lula no segundo turno das eleições. A orientação do partido era pelo apoio à campanha de Geraldo Alckmin (PSDB).

Nenhum comentário: