Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

14 de jan de 2007

Coluna Em Cima da Notícia - Jornal de Notícias de Montes Claros

  • Luís Carlos Gusmão - 14/01/2007

  • PERIGO - Nem dá pra acreditar o surpreendente apoio do PSDB a Arlindo Chinaglia do PT de São Paulo, anunciado pela turma tucana, representa uma inacreditável novidade na política brasileira. Tucanos e petistas estiveram separados em quase todas as disputas importantes nas duas últimas décadas e, de um momento para outro, se juntam para eleger o líder do governo para o comando da Câmara. Tomara que apareça um novo Severino.

  • TRAÍRA – Depois de trair Nilmário Miranda para apoiar Aécio Neves, o prefeito de Salinas, Zé Prates, foi expulso do Partido dos Trabalhadores, com base nos incisos II , III, X e XI do art. 213 do Estatuto do Partido, que referencia na infidelidade partidária e na participação de petistas em campanhas adversárias.
    Agora, para reverter o quadro, ele pediu clemência para os prefeitos do norte de minas, mas não deixou de bajular o governador, ficando claro que faria tudo de novo. Ele pediu para o PT respeitar seu currículo, mas esquece de respeitar o PT.

  • LULÉCIO - Está tudo como antes no quartel de Abrantes, segundo o escritor Bernardo Mata Machado, em seu livro Desenvolvimento do Noroeste Mineiro. “Na primeira República, com o fortalecimento da federação e do município e com a ampliação do voto, o fenômeno do coronelismo se institucionalizou. Os grupos políticos interessados no controle estatal buscaram apoio eleitoral nos coronéis em troca de benefícios para chefes locais e seus municípios. Facções se digladiavam em torno do poder, mas eram governistas para todos os assuntos exteriores ao município. Apoiavam o mesmo governador para evitar que depois das eleições fossem nomeadas autoridades (...) para o grupo adversário”.

    ASSEMANS – Dia 22 deste mês, na ótica da lei, os golpistas da sede dos servidores, serão desautorizados a falarem para eles. Isso explica o desespero daqueles que foram contra a fundação da entidade e asseclas do ex-prefeito que construiu o invisível CESU, para tentar continuar à frente da fantasma entidade.

    LAVAGEM – Antônio Carlos Magalhães não foi à festa do Senhor do Bonfim. Alguns puxa-sacos tentaram passar a desculpa segundo a qual ele temia ser hostilizado por petistas. Na verdade, ACM e seus correligionários do PFL sempre utilizaram à fé popular para fazer política. Como perdeu o poder na Prefeitura de Salvador, para João Henrique, e no Governo do Estado, para Jaques Wagner, ele não teve como se aproveitar da Lavagem do Bonfim neste ano. Com toda a corda, o que ganharia o PT ao hostilizar um derrotado? Não se chuta cachorro-morto, como se sabe.

  • DESCASO - Ao anunciar que no seu segundo mandato a educação será prioridade, o governador de Minas, Aécio Neves, reconheceu seu descaso no ensino público no primeiro mandato. E não é para menos. Um profissional da maior responsabilidade social não ganha 10% que um vereador de Montes Claros ganha. E sem as vantagens de combustível, correios...
  • SEXO - Uma cena que pode assustar famílias conservadoras deve fazer parte da rotina das escolas a partir de 2008. Uma adolescente aperta o botão da máquina e tira, ao invés de um refrigerante ou de um pacote de salgadinhos, uma camisinha. Não é um cenário de filme de ficção. As camisinhas, antes distribuídas em postos de saúde, estarão acessíveis aos adolescentes nas próprias escolas depois da implantação da máquina de distribuir camisinhas. É uma parceria dos Ministérios da Educação e Saúde para a prevenção à AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis.

    VIVA! - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, repetiu o lema de Fidel Castro, "Socialismo ou morte", na cerimônia de posse para mais um mandato de seis anos, prometendo acelerar a transformação da Venezuela em um Estado socialista.

    CONTA DE LUZ – Depois do galo, agora é a vez do PT. O partido do presidente Lula quer os militantes pagando o partido, via CEMIG. Se a campanha conseguir contagiar a militância petista igual contagiou a “massa” atleticana e que teve até cruzeirense entusiasmado, o sucesso é na certa. Mesmo que o padrinho de Juvenil, Durval Ângelo, não goste.

  • ARTIGO – Dener Kroger não toma jeito. Continua chutando o balde para onde o dedão do pé aponta e confudindo caçarolinha de assar leitão com Carolina de Sá Leitão. Dias desses, ele encheu lingüiça num artigo para criticar os agentes da Transmontes e acabou confundindo alhos com bugalhos, e fez foi criticar a guarda municipal, pelas multas de trânsito. Não precisava falar tantas abobrinhas se tivesse lembrado que o apressado come cru e acabou pulando da frigideira pro fogo, porque não checou a informação. Ou seja, a guarda municipal não exerce esta função de multar veículos. Para o futuro causídico as quatro coisas melhores do mundo são três: comer e dormir.

    SINA - Haroldo Tourinho, o cabaré, baterista da Banda Brucutus, comeu o pão que o diabo amassou no hospital que seu pai foi um vanguarda. Ele padeceu nos corredores da Casa de Misericórdia, durante vários dias, sem conseguir leito para fazer uma cirurgia de urgência. Só após de um telefonema de uma autoridade da saúde, é que as coisas foram resolvidas. E olha que aquela casa é santa. Imagine se não fosse?

    BRIGA – Segundo as más línguas, para vingar do promotor que denunciou o réu confesso no roubo do Banco do Brasil, o parlamentar pefelista armou uma arapuca para seu filho procurador, fazendo um fotógrafo de boi de piranha. Ou melhor, fazendo um fotógrafo de caçote de piranha.

    CONJUNTURA E CONJECTURAS – O advogado trabalhista João Avelino,
    disse entre outras coisas, num artigo aqui no JN domingo passado, que a Administração Municipal vem padecendo nas ondas da Rádio Terra e nas páginas de “O Norte de Minas”. Uma, sob as rédeas de Tadeu. O outro, sob o império de Ruy. São adversários políticos do Prefeito e de sua administração? Não. São inimigos. Porque agem desta forma. Como nos velhos tempos dos coronéis. Aliás, não tão velhos assim. Ambos os mandantes se elegeram Deputados Estaduais. Um, graças a coligação com o PT, por ironia do destino. O outro, pela força do poder econômico, o mesmo poder que o levou a Câmara Municipal e que fora cassado na primeira instância, onde o Juiz é concursado, e resgatado na segunda, cujos os Juízes são nomeados. Configuram-se como métodos e práticas demagógicas que só prestam para atar ainda mais o nó das desigualdades sociais.

    FESTIVAL - Encerra hoje, o I Festival de Cinema de Montes Claros, com os filmes Menino Maluquinho; Vida de Menina; Cinema, Aspirantes e Urubus e Aleluia, Gretchen, a partir das 10 horas. Os shows de Vozes de Lá e Tavinho Moura serão a partir das 22 horas, na Praça da Matriz.

    CÔCO – As famosas carteiras de habilitação da Bahia, que fez e faz sucesso por aqui, principalmente no meio policial, continuam chegando a rodo. Sem interferência de nenhum cabo, sargento ou tenente, mesmo sendo sena, quina, quadra ou terno. Agora, precisa apenas “Dajuda” de Itamaraju.

    FORA - Depois que teve sua filiação desaprovada no PV, uma ex-vereadora foi cotada para filiar-se ao PT. Caso concretize, a debandada de filiados do Partido dos Trabalhadores será certa, começando por este escriba.

    FANTASMAS
    – É lamentável, mas ainda existem muitos funcionários fantasmas nestas prefeituras afora, que só aparecem ao trabalho para assinar a folha de ponto. E olha lá.

    PERIGO – O governo Athos precisa livrar-se de alguns “Zés Dirceus” que vive jogando bolas em suas costas, mesmo que alguns partidários fiquem chateados. Em política, dá corda para o adversário é dá sopa para o azar.

    BALADOCIANAS - As crônicas de Augusto Vieira merecem uma campanha: “Fica Bala-Doce!”

    OAB - No dia 31 de janeiro, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil se liberta. Sai o direitista tucano catarinense Roberto Busato e entra no lugar dele o sergipano Cezar Britto. A direita brasileira perde, assim, um dos mais importantes aparelhos na luta sem tréguas e sem ética que travou, em 2005 e 2006, contra o povo, o presidente Lula e a democracia brasileira. Nestes dois anos a gloriosa OAB sofreu uma escandalosa utilização partidária. Sem disfarces. Enquanto isso... o Ministro Marco Aurélio, o guardião da "Lei, da Moral e dos bons costumes", que fez de tudo para derrubar Lula, é citado por lobistas. Sem comentários.

Nenhum comentário: