Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

5 de nov de 2008

VERGONHA NACIONAL: Assassino continua com foro privilegiado

A cidade de Unaí, reelegeu como prefeito um assassino. Trata-se de Antero Mânica, do PSDB, latifundiário, e principal acusado da morte de quatro trabalhadores do ministério do trabalho, que fiscalizavam em suas terras denúncias de trabalho escravo. Mais do que acusado, Antero estava preso em BH, aguardando julgamento, quando candidatou e elegeu-se prefeito com mais de 70% dos votos. E agora, foi reeleito com 59,01% dos votos válidos para o cargo. Um bandido portanto continua prefeito de Unaí, cidade que deveria a passar a ser a "capital da vergonha nacional". Uma população conivente com este criminoso, dá amostra de sua ignorância ou medo, talvez porque o canalha deve ter comprado votos, ameaçado moradores, mas nada disso justifica que a grande maioria de um eleitorado o reelegesse.
A chacina, que ocorreu em janeiro de 2004, foi tramada, segundo o Ministério Público, por Mânica e seu irmão, Norberto Mânica. Na ocasião, três auditores fiscais e um motorista da Delegacia Regional do Trabalho foram assassinados.
+
Os pistoleiros dispararam nove tiros: dois em Nelson, três em João Batista Lages, dois em Erastótenes de Almeida Gonçalves e dois no motorista Ailton Pereira de Oliveira. Todos levaram tiros na cabeça.

Um comentário:

Anônimo disse...

Sou unaiense, votei no Antério SIM. Não comprou meu voto ou me ameaçou como você diz no texto, também não pode ser considerada 'burra' uma pessoa q estuda na area da tecnologia, fala 3 idiomas e recusa várias ofertas de emprego por ano. Você simplesmente humilhou a cidade e os habitantes. Votamos no Antério porque ele pode ter matado 1156485 de pessoas mas foi um bom prefeito pra cidade.