Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

10 de nov de 2008

Se você é homem, assine o manifesto pelo fim da violência contra a mulher

"Homens unidos pelo fim da violência contra as mulheres" é o nome da campanha da ONU que o governo brasileiro lançou no dia 31 de outubro, por meio da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SNPM).
O objetivo da campanha é a de mobilizar homens de todo o mundo na luta contra a violência cometida contra as mulheres.
Eles podem dar seu apoio assinando o manifesto AQUI
A ministra Nilcéa Freire, titular da SNPM enfatiza que “Ao aderirem à campanha, por meio de assinaturas, os homens se comprometem publicamente a contribuir pela implementação integral da Lei Maria da Penha (11.340/06) e pela efetivação de políticas públicas que visam o fim da violência contra as mulheres”.
A meta é de atingir no mínimo 500 000 assinaturas até o dia 6 de dezembro. Os resultados da campanha serão divulgados em um grande evento e as assinaturas serão enviadas "on line"ao Secretário Geral da ONU.
A partir daí, os apoiadores brasileiros passarão a compor a campanha internacional.
A SNPM também lança o apelo para que todas as instituições, cidadãos e cidadãs brasileiras divulguem a campanha. Se você é homem, assine, se você é mulher, divulgue.

Um comentário:

Álbano Silveira Machado disse...

É isto mesmo, Luis!
Só assina quem for homem com H.
Quem não assinar é outra coisa, até macho pode ser, menos homem.

"Quem ama,não mata" pixavam as mulheres de BH, nos muros da cidade, em 79. Elas protestavam contra o assassinato de mulheres, "em defesa da honra". E os réus eram absolvidos pela "justiça" dos machos.

Poderia ser atualizado assim:
Quem ama, não bate.
Quem ama, cuida.

Minha solidariedade a todas e todos que lutam por respeito, dignidade e jutiça.

Álbano