Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

19 de nov de 2008

FERIADO DA CONSCIÊNCIA NEGRA - Sindicato pelego apóia desobediência patronal

É inaceitável o conluio feito entre os sindicatos de empregados e patrões do comércio varejista de Montes Claros.
Ao invés de agir na prática como representante dos trabalhadores, o Sindicato dos Empregados no Comércio faz eco aos interesses dos empresários e se coloca contra o feriado do dia 20 de novembro (quinta-feira), instituído como o Dia Municipal da Consciência Negra.
Ao apoiar a desobediência e o desrespeito à lei por parte dos comerciantes, que decidiram abrir as lojas no dia, o sindicato joga contra àqueles que deveria defender.
Cabe a pergunta: qual será a posição da entidade caso os patrões resolvam punir os empregados que não comparecerem para trabalhar?
Sim, porque como a data é um feriado oficial, o empregado não é obrigado a trabalhar.
Causa mais estranheza ainda o fato de o representante dos comerciários, Osanan Santos, ser um afro-descendente.
Não custa lembrar que a instituição da data é uma forma de fazer com que as pessoas reflitam sobre a importância de se garantir a igualdade racial. E, ao contrário do que dizem empresários e seus porta-vozes da imprensa, que só pensam no próprio umbigo, não causaria nenhum efeito colocar o Dia Municipal da Consciência Negra num domingo.
A medida apenas preservaria os interesses, muitas vezes escusos, de uma gente que pensa exclusivamente no lucro, não estando nem um pouco interessada na promoção da cidadania.
Essa classe, egoísta e representante do mais selvagem capitalismo, ganha, agora, o apoio de dirigentes sindicais pelegos. Lamentável!

3 comentários:

Ramon Fonseca disse...

Parabéns pela denúncia. Os comerciários sofrem mais uma vez com o sindicato pelego que têm.
Depois confira no meu Blog artigos sobre o dia da consciência negra.
Bom feriado!

Hilário Bispo disse...

Parabéns pela divulgação do feriado e cologando o desrespeito dos patrões com o apóio do sindicato; curioso que em uma conversa com o combativo Osanan Gonçalves presidente do sindicato, ele cologou a disposição do movimento social negro e ainda falou do orgulho de ser negro de ser um autêntico representante dos trabalhadores em especial dos negros o sindicato não é meu o sindicato são dos trabalhadores, como a maioria são negros como eu,palavra de Osanan...

Hilario Bispo disse...

O Movimento Social Negro de Montes Claros, está fazendo um levantamento das lojas que desrespeitou o feriado,pois vamos fazer um boicote não vamos compra nessas lojas em repúdio.....Valeu Zumbi.