Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

15 de set de 2007

Valerioduto tucano sai do armário

Neste fim de semana a Revista IstoÉ publica matéria de capa sobre o valerioduto tucano de Eduardo Azeredo, Aécio Neves, Walfrido dos Mares Guia e outros.
A notícia é velha, pois a PF investiga o esquema desde 2003, há 4 anos, mas era tabu na imprensa.
Imagine o então presidente do PSDB Eduardo Azeredo ser exposto no imprensalão? Nem pensar.

Descobrimos que o site "Lista de corruptos" que já publicou na internet a cópia dos documentos que a revista IstoÉ apresenta em 20 de agosto último, quase um mês atrás.
Mas o imprensalão não se interessou. Estava muito ocupado em encostar a faca no pescoço dos Ministros do STF, e no pescoço dos Senadores para cassar Renan.
Para o imprensalão Marcos Valério só era notícia quando envolvido com gente que apóia o governo Lula.
O mesmo Marcos Valério, envolvido com tucanos em caso mais escabroso, não era notícia.
Agora não dá mais para segurar, o inquérito da PF já está pronto, e aponta que dinheiro público do governo do Estado e Estatais Mineiras foi usado para financiar a campanha de reeleição do próprio Governador Eduardo Azeredo (na época) que tinha a chave do cofre.
O Procurador Geral da República vai apresentar denúncia ao STF nos próximos dias.
Será que a imprensa vai dedicar o mesmo espaço e fazer o mesmo estardalhaço que fez na outra denúncia do dito "mensalão"? Duvido, pelo que temos visto.
A revista IstoÉ saiu na frente, mesmo atrasada em 25 dias em relação à informação disponível na internet.
O Globo e o Estadão, na impossibilidade de continuar com a matéria na gaveta, tenta "passar batom no porco", como diz o ditado. Tenta maquiar a notícia mal cheirosa, numa tentativa de reduzir danos aos demo-tucanos.
A manchete dos 2 jornais é nada mais, nada menos do que a declaração do próprio Azeredo negando culpa: "Senador Eduardo Azeredo nega 'mensalão mineiro 'Quanta diferença em relação ao tratamento dado aos petistas.
Dá pra levar a sério estes jornais? É a mesma coisa que na recente prisão do traficante colombiano Chupeta, colocar como manchete: "Empresário Abadia nega tráfico e diz exportar frutas para a Europa".
Fonte: AQUI

Nenhum comentário: