Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

23 de set de 2007

OAB suspende advogado que xingou juízes

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) suspendeu por três meseso advogado Manoel da Silveira, de 78 anos, que insultou dois juízes deMarília, no interior de São Paulo. Em 30 de março, Silveira protocolou naJustiça do Trabalho uma petição com xingamentos contra os juízes KeylaNogueira e Flávio Henrique Garcia Coelho.
No texto, intitulado 'A Dignidade de um advogado: humana e profissional', oadvogado ataca os juízes com palavras de baixo calão e insultos pessoais.
Silveira dá a entender que se revoltou contra irregularidades cometidaspela Justiça Trabalhista, como retê-lo por horas na sala de audiência edeixar seu cliente ser lesado em dinheiro. Na petição, o advogado atacoutambém a OAB, à qual acusou de estar "subornada, subordinada e acorrentadacom este judiciário corrupto".
O afastamento foi decidido por unanimidade, na noite desta quinta-feira,pela 10ª Turma da subsecção de Bauru, em resposta à representação feita pelaassociação dos Magistrados da Justiça Trabalhista (Amatra), que classificou a atitude do advogado como "descabida, insana e covarde".
Os nove membros da 10ª turma votaram pela suspensão preventiva,acompanhando a posição do advogado Cleber Batazini, relator do processo, Oafastamento vai durar enquanto a OAB discute a cassação dos direitos doadvogado, cuja decisão deve sair em 90 dias, informou o presidente doTribunal de Ética, Henrique Alvarez.Silveira declarou-se indignado e disse que vai recorrer da decisão. Oadvogado corre sério risco de ser cassado porque esta é a terceira vez que épunido por desacatar magistrados e Ministério Público.
Além da punição da OAB, o advogado ainda responde processos civil e criminal movidos pelosjuízes ofendidos.
JB Online

Um comentário:

Dario Prada disse...

Em que pese a atitude agressiva e pouco política do advogado, entendo que ele está certo em sua indignação.
Os advogados que litigam na Justiça do Trabalho sabem que é uma vergonha a pauta de audiências montadas pelo Juízo, ficando o profissional aguardando por horas o pregão.
Isso é uma vergonha.