Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

12 de set de 2007

O futuro de Renan Calheiros

A sessão do Senado que votará a cassação do presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), começa hoje às 11h aberta ao público. Logo depois de aberta a sessão, o vice-presidente do Senado, Tião Viana (PT-AC), pedirá o esvaziamento da tribuna de honra e das galerias do plenário. Terão permissão para permanecer apenas os 81 senadores, mais dois servidores da Casa: a secretária-geral da Mesa Diretora, Cláudia Lyra, e o secretário adjunto, José Roberto Leite de Matos. Desde a noite de ontem o plenário do Senado está lacrado. Os seguranças da Casa retiraram os computadores das bancadas dos parlamentares, que serão instruídos a não utilizar celulares durante a sessão. Gravadores também estarão proibidos no plenário, enquanto durar a votação que definirá o destino político do presidente do Senado.

Nenhum comentário: