Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

11 de ago de 2008

Serra e Aécio contra os professores

José Serra e Aécio Neves estão liderando um movimento contra o piso nacional dos professores, recém-aprovado pelo Senado. Estados mais ricos, governados pelo PSDB, como São Paulo (Serra) e Minas Gerais (Aécio), pagam a metade, cerca de R$ 850,00. Isso sem contar que essa metade é recheada de abonos e complementações que não se estende, por exemplo, a aposentados.
Em Minas, há até neologismo, o governo criou um novo nome: “piso remuneratório”. Ou seja, o piso é bem menor, mas o professor acaba recebendo complementos. No ano passado, Aécio Neves pagou R$ 328 para os professores que receberam o piso. Isso mesmo, R$ 328 !!!.
Aécio Neves e José Serra querem ser presidente do Brasil.
Esse é o compromisso deles com a Educação

Um comentário:

Marcelo Professor disse...

Então quer dizer que os demais estados brasileiros, os salarios são totalmente justos na hora de pagar né, como Bahia, Acre, Rio de Janeiro, e os demais estados? Se for eu vou me mudar para la, principalmente onde tem raça vermelha estrelada.