Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

1 de ago de 2008

Debate gelado

Os candidatos à prefeitura de Belo Horizonte Leonardo Quintão (PMDB), Sérgio Miranda (PDT), Jô Moraes (PC do B), Vanessa Portugal (PSTU), Gustavo Valadares (DEM), Pedro Paulo de Abreu Pinheiro (PCO), Jorge Periquito (PRTB), e Marcio Lacerda (PSB-PT), participaram na noite de ontem, quinta-feira (31), do primeiro debate realizado pela TV Bandeirantes.

O candidato Pedro Paulo de Abreu (PCO) e a candidata Vanessa Portugal (PSTU) fizeram as críticas mais duras, principalmente contra o candidato pimentécio, que é apoiado pelo governador Aécio Neves (PSDB) e pelo prefeito Fernando Pimentel (PT).

Pedro Paulo disse que as eleições em BH são de cartas marcadas onde de um lado tem o PT, junto com o PSDB, organizando a campanha do PSB. De outro lado o PT, com o PRB, organizando a candidatura do PC do B, atacando Marcio Lacerda (PSB), candidato apoiado por Aécio Neves (PSDB) e pelo prefeito Fernando Pimentel (PT) e também alfinetou Jô Moraes. Já Vanessa Portugal (PSTU), denunciou existir na cidade um "esquemão", que envolveria empresários do setor de transporte, grandes construtoras em financiamentos de campanhas para garantir lucros em negócios com o poder público. Ela se classificou como sendo opositora efetiva dos governos de Aécio Neves, Pimentel e do presidente Lula.

Nenhum comentário: