Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

28 de ago de 2008

E aí, seu doutor

*Juarez Campos

E aí,
Minha formação cristã, moral, ética e a própria vida, em si, ensinaram-me a não julgar os outros. Mesmo porque, como disse Horácio, o homem "Desdenha o que pediu, volta ao que largou e, sempre hesitante, contradiz-se sem cessar.". Em 1 João 2.21 está escrito: "...mentira alguma jamais procede da verdade.". Portanto, aqui não se trata de julgamento, apenas reminiscências afloradas pelos programas eleitorais.
Seu doutor?,
quer dizer que, como relatou em programa eleitoral, o candidato de agora resolveu "lutar" contra o Governo Militar depois que esse acabou em 1985?, ano em que o General Figueiredo entregou o poder a um civil, no dia 15 de abril? O fato revelado, sobre o Banco do Brasil aconteceu em 1987, já com dois anos de governo civil e a "Abertura" praticamente consolidada e preparando-se para as eleições diretas.
Em 1979 também eu estive em Ouro Preto. Houve, realmente, um Encontro da UEE e UNE, mas para comemorar e manifestar-se sobre o seu retorno, pois havia sido extinta anos antes. Eu era freqüentador assíduo das Repúblicas em Ouro Preto, festivais, encontros etc.. No mesmo dia encontros semelhantes realizaram-se pelo Brasil, como, por exemplo, em Salvador, com José Serra discursando. Em Ouro Preto, a principal palestrante foi Doralina Rodrigues, uma das fundadoras, presidente e depois cassada, da União dos Estudantes de Minas Gerais – UEE-MG.
Embora recheada de protestos, palavras de ordem etc., Doralina arrematou seu discurso de quatro laudas datilografadas, afirmando: "...sim, os estudantes brasileiros, como de resto todo o povo brasileiro, querem tomar de assalto o céu do Brasil..." . Em momento algum disse para assaltarem o Banco do Brasil pela "luta contra a ditadura".
Com todo respeito aos que ali estavam, realmente, por um ideal, a maioria estava interessada, mesmo, era nas farras em Repúblicas ou bares pela cidade, que eram ótimas naquela época. E o pior, esse 21 de abril (?) foi de 1979, e a parte do agora candidato nessa "luta" contra a ditadura só viria ocorrer quase 10 anos depois, em 1987??? ou simplesmente, com retardo, entendeu errado a frase do discurso de Doralina? É muito desrespeito para com aqueles que de fato e com muito sacrifício lutaram contra o regime de então. É gritar, em alto e bom som, vocês são todos uns idiotas desmemoriados!! Eu não aceito esse rótulo. E, mais do que ele, eu também vivi a história recente do País, fiz minha parte, continuo fazendo, mas sem ser dono de coisa alguma, mas tenho respeito e consciência. Limpa, assim como a minha conta bancária...

*Juarez Campos é jornalista

Nenhum comentário: