Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

24 de jul de 2009

“PalhaSADA”

Depois de fazer uma passeata pelas ruas de Bocaiuva com faixas e cartazes e até um plebiscito contra a Reforma Agrária (leia aqui), os assentados das terras da antiga Malvina, em Engenheiro Dolabela - o PA Betinho, estão entrando com ações na justiça pedindo usucapião de suas posses, para depois, segundo o zum, zum, zum, torrarem no cobre para grupo Sada aumentar a área de 100 mil metros quadrados, recebida de mão beijada da Prefeitura de Bocaiúva, para instalar uma usina de álcool e açúcar no local.
Não custa lembrar, que o Grupo Sada é um dos maiores conglomerados de empresas que atua no setor de transporte de veículos no país, e pertence ao ex-deputado federal por Minas Gerais Vittorio Medioli (PSDB - 1989-2005, PV - 2005), dono do jornal tradicional gaúcho Correio do Povo, além dos jornais O Tempo, Pampulha, o tablóide Super Notícia entre outros.
Vittorio Medioli é também acusado de cometer vários crimes em inquéritos que tramitam no Supremo Tribunal Federal (STF), a pedido do Ministério Público Federal e da Polícia Federal de Minas Gerais. Dentre eles, o inquérito 1929 - Crime contra a ordem econômica, domínio de mercado, cartel (transporte de veículos "cegonheiros") e o inquérito 1376 - Crime contra a ordem tributária e sonegação fiscal.
O Projeto de Assentamento (PA) Betinho - uma homenagem ao sociólogo Herbeth de Souza, é o maior de Minas Gerais e o segundo do país – ocupando uma área de 24.000 hectares desapropriada, onde vivem hoje 800 famílias em Engenheiro Dolabela no município de Bocaiúva, próximo de Montes Claros, no Norte de Minas Gerais.
Há quem diga que tudo isso tem o dedo do governador para inviabilizar o Projeto de Reforma Agrária do governo Lula.

Nenhum comentário: