Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

1 de jul de 2009

Câmara dos Deputados: Conselheiros sem ética da comissão de ética absolveram dono do castelo

O deputado Edmar Moreira(sem partido-MG) eleito pelo Dem, foi absolvido pelo Conselho de Ética da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (1). Não foi acatado o relatório de Nazareno Fonteles (PT-PI), que havia pedido a cassação no dia 17 de junho. Foram nove votos contrários ao relatório, quatro a favor e uma abstenção.
Ao defender o seu parecer, o relator tentou apelar para a consciência dos parlamentares, afirmando que cabia "a cada um olhar o decoro da Casa, ou apenas fazer um acordo político". O deputado Nazareno Fonteles (PT-PI), relator do processo que pedia a cassação do mandato do deputado Edmar Moreira, atribuiu nesta quarta-feira a absolvição do parlamentar a uma combinação de "amizade e corporativismo". “Mais uma vez, foi elaborada aqui uma pizza e a meu ver em detrimento da imagem do Parlamento. O Parlamento se apequena por não ter coragem de crescer. Só espero que, pelo menos, a gente daqui para a frente tenha mais zelo preventivo, já que mais uma vez o curativo é difícil. Esta Casa tem dificuldade de aplicar medicamento curativo para as doenças”, considerou Fontelles
Famoso por ser proprietário de um castelo com 36 suítes, avaliado em R$ 25 milhões, no município de São João Nepomuceno (MG), Edmar Moreira foi processado por mau uso da verba indenizatória da Câmara, recurso no valor de R$ 15 mil a que todo parlamentar tem direito.
Segundo a acusação, o deputado justificava os gastos com segurança apresentando notas fiscais de sua própria empresa, além de receber mensalmente o valor em dinheiro vivo, e não em conta bancária como determina a legislação.

3 comentários:

Anônimo disse...

é um absurdo um ladrao ser absorvido.

Anônimo disse...

Tanta gente passando fome nesse brasil e deputado construindo castelo, isso é uma picaretagem. São coisas do DEM.

Anônimo disse...

Esse DEM só tem politico filho da puta.