Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

4 de set de 2008

Cidade administrada pelo demo, homem vira comida de jacaré

Jacarés comiam os adversários
Traficantes do Rio de Janeiro alimentavam os animais com os corpos dos concorrentes do tráfico
Policiais civis apreenderam dois jacarés na favela da Coréia, em Senador Camará, na zona oeste do Rio de Janeiro. Segundo o titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis, Ronaldo Oliveira, traficantes jogavam corpos de criminosos rivais mortos na região para alimentar os animais. Oliveira informou que os jacarés também eram utilizados para ameaçar moradores e vítimas de seqüestros. Os animais foram localizados no quintal de uma casa. "Os jacarés são um símbolo de poder do tráfico. Quando eles conseguem pegar um traficante rival, eles matam o criminoso e dão para os jacarés, que são carnívoros", destacou.
A operação na área da favela da Coréia mobilizou cerca de 200 policiais. Os agentes também estiveram nas favelas do Taquaral e da Vila Aliança. Eles prenderam três suspeitos até às 12h30. Entre eles, Welington Celestino dos Santos, de 22 anos, conhecido como Beleza. Além dos jacarés, os agentes recolheram uma moto, uma metralhadora, três granadas, dois fuzis, um revólver, fogos de artifício, roupas camufladas, 8 kg de maconha e cocaína. Parte do material estava escondida em uma parede dupla.

Nenhum comentário: