Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

2 de set de 2008

Assim não dá! Tadeu usa laranjas do PC do B no jornal de Ruy

O Norte continua prestando um desserviço para a população. Qualquer informação contra a prefeitura de Montes Claros ele estampa na manchete sem ter o cuidado de fazer as devidas investigações ou pelo menos ouvir o outro lado.
A VERDADE
No último domingo, a turma do pombo-correio do PC do B ateou fogo em sofás, pneus e madeiras, interditando as ruas 7 de Setembro e Concórdia e causando pânico geral, numa manifestação contra a Prefeitura, com o objetivo de prejudicar a candidatura do prefeito ATHOS. A PM foi acionada para desobstruir as ruas e proteger a população, mas foi recebida a pedradas pelos líderes do movimento. Segundo a ocorrência policial, o Corpo de Bombeiros foi chamado para apagar as chamas, "que estavam bastante altas", mas as pessoas que provocaram a confusão tentaram impedir o trabalho dos bombeiros, sendo necessária a intervenção dos militares para que o fogo fosse apagado. Ainda de acordo com o Boletim de Ocorrência, a via foi liberada depois que os policiais conversaram com os líderes do motim, informando sobre a ilegalidade da manifestação. Entretanto, ao deixarem o local, alguns manifestantes não identificados começaram a apedrejar a viatura, que teve o capô amassado. Com isso, foi iniciada nova confusão, culminando com a prisão do líder da baderna, Ezequiel Dias da Silva, que reagiu, sendo necessário algemá-lo e conduzí-lo à delegacia. O vigilante Laércio Ferreira Campos e o assessor parlamentar José Geraldo Rodrigues, mais conhecido como Dedé, também constam na ocorrência policial como envolvidos no ato criminoso. Dedé é presidente do diretório local do PC do B e assessor de gabinete do vereador Lipa Xavier (PC do B), candidato à reeleição. Xavier apóia o candidato do PMDB. Nenhum deles portava documentação, estratégia comum nas ações das milícias, para dificultar a identificação dos seus integrantes. O Boletim de Ocorrência número 45.305 é assinado pelo 2º Sargento Paulo Giovani Alves Coutinho, que comandou a primeira viatura a chegar ao local, tendo ainda o apoio do cabo Éder Júnior Conceição dos Santos. O desespero dos adversários é um sintoma claro do crescimento da candidatura de ATHOS 23. É a perspectiva de nova derrota nas urnas que faz o candidato do PMDB resgatar seus velhos e ilícitos métodos de fazer campanha, apelando para a violência e o vandalismo. A população do Alterosa reagiu e não aceitou ser manipulada. Se recusou a fazer o jogo sujo do candidato do PMDB e denunciou o fato às autoridades. Foi justamente para enterrar esse passado de agressões e desrespeito à cidadania que a população elegeu ATHOS. E é para garantir que a cidade não caminhará para trás que esse mesmo povo ordeiro de Montes Claros já optou por manter ATHOS como seu prefeito.
A assessoria do candidato Ruy Muniz não percebeu que a equipe do jornal O Norte vem jogando bolas nas costas de Muniz. A maioria esmagadora daquele jornal joga no time de Tadeu.

Nenhum comentário: