Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

3 de set de 2008

TADEU ESTÁ NA LISTA SUJA

Candidato do PMDB é apontado na lista dos magistrados brasileiros como alguém em quem não se deve votar

Associação que representa os juízes brasileiros, a AMB, incluiu Luiz Tadeu Leite (PMDB) na “Lista Suja” que apresenta os candidatos às próximas eleições que respondem a processos na Justiça por corrupção. Um dos processos contra ele se refere à ação civil pública, de número 043301038756-4, que tramita na 2ª Vara da Fazenda de Montes Claros. Tadeu responde por improbidade administrativa.
A lista está disponível no site http://www.amb.com.br/, da Associação dos Magistrados Brasileiros.
Ruy Muniz também integra a lista. O candidato do DEM responde à ação penal número 1997.38.00.027890-7, na 4ª. Vara Federal de Minas Gerais/8137/90 - crimes contra a ordem Tributária ( Art. 1º. ao 3º. da Lei 8137/90 e art. 1º. da Lei 4729/90 ). Segundo a AMB, o objetivo em divulgar a lista é munir o eleitor brasileiro do maior número de informações a respeito dos candidatos às eleições de outubro. Por isso, decidiu tornar público os nomes daqueles que respondem a ações penais, de improbidade administrativa e eleitoral.
“Todos os dados disponibilizados foram rigorosamente checados para evitar que informações incorretas venham a prejudicar qualquer candidato”, esclarece a AMB.
Segundo a Associação, a intenção é apenas facilitar o acesso da população e da imprensa a informações públicas, que podem balizar e fundamentar a escolha dos eleitores e, assim, contribuir para que as eleições de 2008 transcorram da maneira mais transparente possível.

Aqui você corta caminho

Nenhum comentário: