Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

26 de set de 2008

Aécio e Dantas: sócios na PATRANHA da CEMIG

O PIC, o PIG e o PACO querem jogar para debaixo do tapete, mas a gente mostra.
Aécio Neves, através do governo de Minas, e Daniel Dantas são sócios na CEMIG (companhia de eletricidade mineira).
Dantas montou na CEMIG o mesmo esquema com o governo de Eduardo Azeredo que montou depois com os fundos de pensão na Brasil Telecom: um acordo de acionistas onde o governo entrava com o dinheiro e entregava o comando da empresa para Daniel Dantas.
Dantas perdeu o controle da CEMIG com a eleição de Itamar Franco no governo de Minas (mas continua sócio do governo de Aécio, minoritário).
O mensalão Tucano foi criado justamente através de Marcos Valério na eleição de 1998 para reeleger Azeredo, e ficou provado que recebeu dinheiro público da CEMIG.
Será que precisa desenhar?
1) Azeredo privatiza 33% da CEMIG para um consórcio estrangeiro montado por Dantas com a AES e Southern Electric.
2) Faz um acordo de Acionistas para o minoritário Dantas assumir o controle da empresa.
3) A CEMIG (sob comando de Dantas) financia o mensalão tucano via Marcos Valério para reeleger Azeredo.
4) Azeredo perde, e Dantas perde o controle da CEMIG.
E onde entra Aécio? Bem... além de ser tucano envolvido até o pescoço na eleição mineira de 98...
Aécio elevou o pagamento de dividendos de 25% para 50%, duplicando a retirada dos lucros de Dantas da empresa.
Sentam lado a lado no Conselho de Administração e Fiscal da CEMIG (ver tela copiada da internet abaixo):
- Aécio Ferreira da Cunha (pai do governador tucano Aécio Neves)
- Maria Amália Delfim de Melo Coutrin (uma das cabeças do Grupo Opportunity, presa na operação Satiagraha)
- Luiz Otávio Nunes West (Cotista identificado na perícia do HD do Opportunity Fund em Cayman, em operação suspeita de EVASÃO DE DIVISAS)
Clique na imagem para ampliar
Tudo isso é fato mais do que conhecido.
No entanto alguém já viu o PIG ou o Paulo Henrique Amorim tocar no assunto "patranha" da CEMIG?
Paulo Henrique Amorim (Paco) poupa Aécio Neves de qualquer crítica, mesmo com todo esse seu envolvimento com Dantas.
Paco só critica tucanos paulistas. Tucanos mineiros ele elogia, como aqui, aqui, aqui, e outro mais antigo copiado em outro blog aqui.
Será por que Paco poupa Aécio Neves (que é nada menos do que sócio amigável de Daniel Dantas), e passou a criticar Lula e Dilma (justamente o governo que colocou Dantas na cadeia e no banco dos réus)?

Nenhum comentário: