Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

3 de abr de 2008

AÇÕES CONFIRMAM: MUNIZ JOGA A TOALHA

As últimas atitudes tomadas pelo deputado estadual Ruy Muniz demonstram claramente, que não apenas tenha desistido de ser candidato a prefeito, mas que definitivamente jogou a toalha de sua pré-candidatura. Isso ficou evidente ao declarar a seus correligionários sobre sua desistência em ‘bater’ chapa com o ex-prefeito e suplente de deputado federal Jairo Ataíde, que tem a maioria dos delegados dos DEMOcratas. Prevendo de que este não é o momento de encarar um derrota – principalmente cara a cara com o DEMO –, Ruy Muniz inicia uma série de ações que prevêem o futuro do empresário. Primeiramente, teria liberado os funcionários do O Norte – seu órgão oficial de imprensa –, para deliberarem a opção em apoiar e angariar votos. E o nome de Ruy não estava na lista. Para completar, a decisão não foi a favor do DEMO, fato que resume, uma distinta situação de ‘guerra velada’ entre Ataíde e Muniz. Uma retaliação ao ‘coronel’ do DEMO. Um outro indicativo, de que este é o momento para tomar as atitudes antipopulares uma vez que não será candidato à nada, e que nem emprestará seu nome a santinhos e à rádio-peão, se confirmou quando há alguns dias, Ruy decidiu ampliar a jornada de trabalho de seus professores e reduzir seus salários. O resultado não poderia ser pior: insatisfação geral. Por causa disso, hoje, 22 professores estarão reunidos na casa do deputado, para protestarem contra as injustiças. Ruy Muniz, não resistiu a toda pressão e acabou por jogar a toalha.

Nenhum comentário: