Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

5 de mar de 2008

Vereador Maia: na ilha do "falatório pelos cotovelos”

Ainda existem pessoas, formadores de opinião pública e até mesmo Imprensa, que consegue levar a sério as esdrúxulas declarações do vereador pepebista Ildeu Maia (Na foto distribuindo canos do governo Federal para amenizar a seca no Norte de Minas). Ele – que é conhecido –, pela arte do não pensar antes de falar, causou um verdadeiro desserviço à população, ao irresponsavelmente declarar da tribuna da Câmara Municipal, sobre um suposto não atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU-192). Exatamente pelo fato de não ter conhecimento dos fatos, Maia pecou contra a população montesclarense ao transmitir uma informação e mentir sobre outra. Publicada no jornal “O Norte”, a primeira, ele no alto de sua onipotência afirmou no solitário microfone da tribuna, que o SAMU-192 não quis fazer um atendimento na zona rural. Mas, será que Maia sabe pelo menos o que é macrorregionalização? Será que ele sabe que a contrapartida dos serviços prestados pela unidade de socorro é da prefeitura de Montes Claros? Será que ele acompanha outras fontes de notícias, nas quais informam que em breve Montes Claros será a primeira cidade de Minas Gerais a ter o serviço macrorregional do SAMU-192? Se todas estas questões não são e nem foram levadas em consideração antes de seu discurso, o vereador Ildeu Maia, na mesma matéria publicada no O Norte, mentiu e ludibriou os montesclarenses e os jornalistas, ao afirmar que o SAMU-192, não atendeu um acidente na zona rural, que envolveu dois motociclistas. Ele esqueceu – antes de passar a informação errada e inverídica –, de consultar se existia ou não um boletim de ocorrência sobre o atendimento. O que para comprovar sua atitude pessimamente intencionada, existe. A promotoria pública deve tomar uma atitude contra este desserviço à população. Um caso evidente para o Mistério Público.
Mas sua fama do “falatório pelos cotovelos” já rompeu as fronteiras da mídia local. Quem não se lembra quando ele tomou as dores de Itamar Franco e protestou – em termos candentes –, contra a falta de vergonha da atriz Lílian Ramos, que em sua opinião não tinha o direito de aparecer sem calcinha e posar ao lado do então presidente da República. Ele na época, inclusive proibiu – quando lamentavelmente presidiu o legislativo – a palavra “calcinha” no plenário da Câmara, sob pena de retaliar os colegas edis aplicando o temido “decoro parlamentar”. Leia AQUI
E para compreender sua soberania opinativa, ele que se diz pertencer à base de sustentação da atual administração já é o único vereador a declarar publicamente o apoio a uma candidatura. O nome escolhido ficou definido durante o lançamento da pré-candidatura do deputado Gil Pereira ao paço municipal, onde defendeu (e defende) com unhas, “falatório pelos cotovelos” e garra, o nome do deputado, criador das taxas em Minas Gerais. No mínimo, este acontecimento evidencia dois argumentos: O primeiro, de que Gil Pereira já sinaliza apoio ao prefeito Athos Avelino, em sua candidatura rumo à reeleição; a segunda, de que o que está sendo comido – antes mesmo da digestão – já está esquecido. Este indício mostra que mais um vereador acende a vela da política, para dois ou três senhores.
E por fim, o último capítulo na ilha do “falatório pelos cotovelos”, roteirizada pelo vereador Ildeu Maia emplaca mais uma de suas façanhas, só que desta vez no Jornal de Notícias, quando acusou o governo Lula de nada fazer pela região, mas colocando sobre o pedestal o governador Aécio Neves, a quem considera o salvador.
Justiça seja feita: Maia consegue convencer “Gregos e Troianos” em sua verborréia desvairada. Com o apoio de Edgar Perera & Cia.

Nenhum comentário: