Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

26 de jul de 2007

Waldir Pires diz que alvo é Lula

O ex-ministro Waldir Pires "Eu disse: Presidente, há uma sanha para atingi-lo. Novamente se movem para atingir o senhor e seu governo, é a mesma sanha de sempre e, desta vez, me usam para este fim", afirmou Waldir Pires, em entrevista ao site Terra Magazine.
Waldir Pires disse que se preocupa com "essa eleição que não quer terminar nunca". "Deixo o ministério honrado, mas me preocupa essa insânia que não aceita a decisão do povo, que não respeita de verdade as instituições democráticas", afirmou Waldir Pires, que foi consultor geral da República em 1964, quando João Goulart foi destituído pelos militares.
Desde a campanha eleitoral de 2006, nós temos repetetido a tese de que há uma "elite golpista" com interesse permanente em atingir a gestão do Presidente Lula. Ainda na entrevista ao site, Pires afirmou que o ministro da Defesa não tem poder ou atribuições sobre o setor aéreo. "Isso pode vir a ser modificado, mas hoje o ministro não tem atribuição, mecanismos ou poder de atuar nesse setor."
De acordo com Waldir Pires, o momento de dor das famílias que perderam parentes no acidente com o Airbus A-320 da TAM não é levado em consideração no "desejo de atingir o Presidente e seu governo".

Nenhum comentário: