Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

14 de jul de 2007

Estado de saúde de ACM piora e alta é cancelada

Vaso ruim não quebra nem na sexta-feira 13
O deputado federal Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA) disse, em entrevista coletiva na tarde de ontem sexta-feira 13, que seu avô, o senador Antônio Carlos Magalhães (DEM-BA), 79 anos, está lúcido e com quadro de saúde estável. Segundo ele, o senador sofreu, um agravamento de problemas gastrintestinais. ACM Neto disse ter feito questão de conversar com os jornalistas para afastar os boatos de que seu avô estaria em coma. ACM completou ontem um mês de internação na UTI do Instituto do Coração (Incor), em São Paulo. - O quadro é estável. Claro que depende de cuidados especiais para regularização das funções renais e cardíacas, mas ele está lúcido. Os médicos pedem agora um pouco de paciência para regularizar o funcionamento do intestino - explicou ACM Neto. Sobre a visita, dos senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e José Sarney (PMDB-AP), o deputado assegurou que os três conversaram apenas de questões pessoais e não trataram de política. ACM Neto disse, porém, que nos últimos dias falar de política tem ajudado a distrair o senador baiano. - Mas estamos exigindo o mínimo possível. Por outro lado, falar de política para ele, nesta situação, acaba sendo uma diversão - afirmou. O senador estaria em fase final de tratamento em relação a problemas renais e cardíacos, mas a equipe médica o manterá no hospital agora por tempo indeterminado. Esta é a terceira vez este ano que ACM, que é cardiopata, é internado no Incor.

Nenhum comentário: