Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

8 de jul de 2007

Luz residencial no Brasil é das mais caras do mundo, 65% acima do que pagam os norte-americanos

As tarifas residenciais de energia elétrica no Brasil estão entre as mais altas do mundo e custam 65% acima dos preços pagos pelos consumidores residenciais norte-americanos. Os preços pagos no Brasil estão acima até dos vigentes em alguns países europeus, como Espanha e França. Conforme dados da Aneel, a tarifa média das 65 distribuidoras de energia no País está em torno de 327,21 reais por MW/h, o que corresponde a cerca de 172 dólares ao câmbio de 1 real e 90 centavos por dólar.
Nos Estados Unidos, pelos dados da agência de energia do governo americano, a tarifa média residencial está em torno de 104 dólares por MW/h. Na França o MW/h estava em torno de 144 dólares no final do ano passado, enquanto na Espanha a tarifa média oscilava em torno de 165 dólares.
Outra pesquisa aponta que o valor da energia elétrica cobrado em Minas é o segundo mais caro do Brasil
Fonte: Gilberto Costa
- gilbertoccosta@uaivip.com.br

Nenhum comentário: