Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

13 de jun de 2007

Jornal argentino critica imprensa brasileira

'Clarín' destaca investigação de irmão de Lula

As investigações da Polícia Federal envolvendo Genival Inácio da Silva, o Vavá, irmão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, são destacadas nesta quarta-feira em reportagem do diário argentino Clarín, que relata que o escândalo agora envolve também outro irmão, José Ferreira da Silva, o Frei Chico.
» Lula duvido que Vavá tenha feito lobby
"O envolvimento de Frei Chico foi um golpe para o chefe de Estado brasileiro", afirma a reportagem. "Ainda que sua participação tenha se limitado a advertir Vavá, o mais afetado, de que deveria 'parar' com suas vendas ingênuas de 'influências' que nunca puderam se concretizar a empresários de não muito boa índole".
O jornal relata a argumentação de Lula de que Vavá "é um ser 'limitado', sem condições de fazer nenhum tipo de lobby". "Algo que a própria Polícia Federal reconhece", diz o Clarín.
Para a reportagem, é curioso que "o caso estoure quando tudo parecia estar em calma, e ninguém sabe como nem por que surgiu". "De repente, os irmãos de Lula se viram envolvidos em uma história de conspirações quando Lula estava no exterior".
FHC protegido
O jornal diz ainda que "não deixa de chamar a atenção que com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso a imprensa tenha evitado e ocultado situações dessa magnitude que teriam se mostrado extremamente incômodas a ele". "Salvo algumas exceções, poucas vezes se lembra que o ex-presidente tem mais de 200 processos contra ele, freados pelo atual governo".

Nenhum comentário: