Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

5 de out de 2007

Ministro apresenta à bancada resultado de programas sociais do Governo Lula

O ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome ( MDS), Patrus Ananias, apresentou ontem, quinta-feira (04) os resultados dos programas do ministério no combate à fome e distribuição de renda do governo Lula. Segundo o ministro, "os pobres brasileiros experimentaram, nos últimos quatro anos, um crescimento social chinês, onde mais de 14 milhões de pessoas saíram da linha da pobreza".
A economia chinesa cresce cerca de 10% ao ano, e o crescimento da renda per capita domiciliar das famílias brasileiros mais pobres, em 2006, foi em torno do mesmo índice, se comparado a 2005.
Ananias esteve reunido nesta manhã com a bancada do PT na Câmara para apresentar as prioridades e avanços de sua pasta.
Durante o encontro, o ministro fez um balanço dos programas do órgão e ressaltou os ganhos sociais da população pobre como programa Bolsa Família e outros.
"Temos programas em diversas áreas em todos os municípios do país. Pesquisas revelam que 86% das famílias atendidas pelo Bolsa Família relatam melhoria na alimentação familiar, 73% afirmam que aumentou a variedade alimentar e 93% fazem três ou mais refeições por dia", destacou.
Orçamento - O ministro ressaltou o volume histórico de recursos voltados para os programas de distribuição de renda no governo Lula. Segundo dados do ministério, em 2003 o governo gastava cerca de R$ 7 bilhões no setor. No governo Lula, segundo o ministro, os investimentos foram crescentes: em 2004 os recursos saltaram para R$ 14,3 bilhões; em 2005 para R$ 18 bilhões; em 2006 para R$ 21,6 bilhões e em 2007 estão sendo investidos R$ 24,9 bilhões. A expectativa, segundo o ministro, é de que os recursos saltem para R$ 28,5 bilhões em 2008.

Nenhum comentário: