Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

25 de out de 2007

DESASTRE NO SÃO FRANCISCO

O deputado Paulo Guedes (PT/MG) denunciou, na tarde desta quarta-feira (25), na tribuna da Assembléia Legislativa de Minas Gerais, a inércia do governo de Minas, da Copasa, dos órgãos ambientais e Ongs defensoras do meio-ambiente, que silenciaram sobre a contaminação por cianobactérias (algas azuis) do rio São Francisco.
O desastre ambiental foi causado pelo esgoto da região metropolitana de Belo Horizonte, jogado sem nenhum tratamento no rio das Velhas, que deságua no rio São Francisco.
A população ribeirinha de Barra do Guaicuí, distrito da cidade de Várzea da Palma, nas proximidades de Pirapora, é considerada a mais afetada, porque é o local que recebe o esgoto da capital e de outras cidades do entorno.
Segundo o parlamentar petista, a poluição do São Francisco é mais grave que o leite contaminado com soda cáustica e água oxigenada, substâncias usadas pelas cooperativas que alteram a composição do alimento.
Guedes argumentou que o episódio ambiental compromete até o projeto Jaíba, considerado o maior projeto de irrigação da América Latina. “Quem vai querer consumir uma fruta do projeto Jaíba, sabendo que foi irrigada com esgoto?” questionou o Paulo Guedes.
Seu pronunciamento teve o apoio do também petista Weliton Prado e do peemedebista Antônio Júlio.

A culpa é de São Pedro, diz Ana Maria

Já a deputada Ana Maria Rezende, do PSDB, disse que a culpa não é do governador nem da Copasa. Para ela, o vilão é São Pedro, responsável, sustenta, pela estiagem prolongada. Segundo a tucana, a questão não é política, e sim técnica. E sua fonte é segura. Sua prima. Uma engenheira da Copasa.

O blogueiro Luis Cláudio Guedes , comentou esta nota em seu BLOG e rendeu 3 comentários:
Romualdo da Silva Gonçalves:
Como manguense saudoso, vejo com imensa tristeza a degradação do nosso velho chico. Aqui na capital, a saudade de ficar contemplando a beleza deste rio, força-nos a manifestar nosso apoio a luta pela sobrevivência do rio.

Fábio Oliva:
Pensei que a deputada Ana Maria tinha sido eleita para defender os interesses da região e da gente do Norte de Minas. Mas vejo que não. Ela defende é a Copasa, que joga esgoto sem tratamento nos rios, e o governador Aécio Neves, que dividiu a Copasa em duas: uma para os pobres e outra para os ricos.
Será que ela teria sido eleita, fosse esse o seu discurso em palanque.
Puro estelionato eleitoral

Rosângela Itacarambi:
Que bom q temos um deputado na nossa região q conhece a nossa realidade e nos defende de forma incondicionál. É o "grito " do Velho Chico... continue sendo porta-voz do nosso povo Paulo Guedes!!!!

Nenhum comentário: