Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

8 de out de 2007

Cobertura da Globo nas eleições fez Lula acelerar projeto da TV pública

A maneira como a Globo cobriu a revelação do “dossiê dos aloprados” e a abordagem dada à ausência de Luiz Inácio Lula da Silva no debate do primeiro turno nas eleições foram determinantes para a criação da nova rede de TV pública, segundo reportagem da Folha de S. Paulo publicada no domingo (07/10).
Lula considerou a cobertura dos episódios “desequilibrada”, e viu na TV pública um contraponto.
Segundo o jornal, Lula disse a auxiliares que sentiu pressão acima do normal para comparecer no debate, realizado uma semana antes das eleições. E que sua ausência foi retalhada com uma cobertura mais negativa do episódio do dossiê. Para o presidente, então candidato à reeleição pelo PT, as fotos do dinheiro em toda a imprensa geraram perda de votos, mas o Jornal Nacional da véspera do dia de votação foi essencial para que Geraldo Alckmin, do PSDB, chegasse ao segundo turno.
Na época, jornalistas da emissora reagiram com um abaixo-assinado contra as acusações de cobertura tendenciosa. Dezembro passado, Rodrigo Vianna, após ser informado que seu contrato não seria renovado, redigiu uma carta criticando a falta de pluralismo no jornalismo da Globo.

Nenhum comentário: