Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

31 de mai de 2009

PMDB VAI APLICAR GOLPE NO PT

Estamos sentindo algo de estranho no ar.
Um certo ar de golpe. Uma certa rasteira, certeira, que esta preste a acontecer. No mar de lama, a que se declara o jeito de fazer política governista implantada pelo PMDB, apenas um partido teria a coragem para peitar isso. Mas foi comprado.
Não é possível que nenhum petista de coração, nenhum petista sério, possa ler nas entrelinhas do golpe que será aplicado.
RECADO AO PT
No sábado Hélio Costa mandou um recado ao Partido dos Trabalhadores, que se divide entre o ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, e o ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel.
“Uma aliança, só sai do papel se não houver imposição de nomes de candidatos. Não adianta alguém querer ser candidato à força. Esse é um caminho que não interessa. Tem que ter viabilidade e apoios”, revelou o peemedebista em jornal de circulação estadual.
A MENTIRA
“O ex-prefeito tem se posicionado como candidato irreversível, sem querer dialogar com o PMDB, e isso não ajuda em nada a construção de uma aliança. Diferentemente de Pimentel, as conversas com Patrus Ananias são mais tranquilas, já que não há imposição antecipada de seu nome para a cabeça da chapa que poderá disputar as eleições para o governo do estado”.
A VERDADE
O PMDB vai forçar uma coligação com o PSDB, que tem como pré-candidato o vice-governador Antonio Augusto Anastasia. A aliança entre os tucanos e o ministro do PMDB, na última hora vai passar a rasteira nas pernas do PT. “Nosso partido está mais próximo do PSDB do que do PT na disputa pelo Palácio da Liberdade”, falou Costa. Sua determinação indica que novamente a estrela solitária vai ficar a ver navios, como uma noiva abandonada no altar.
NO COMANDO ESTADUAL
Sábado, a Coerência Petista lançou o nome do deputado estadual Padre João para disputar o comando do partido que poderá ter o apoio da corrente do ministro Patrus. O lado do ex-prefeito Pimentel (que tem o Virgilio e Paulo Guedes de carona, nesta campanha do “goela abaixo”) deve lançar o nome do atual presidente do partido em Minas, deputado federal Reginaldo Lopes, para mais um mandato e continuar manchando o partido nestas Minas Gerais.
As chapas têm de ser decididas até junho. O comando da legenda é fundamental para quem pretende disputar a sucessão estadual.
NO COMANDO MUNICIPAL
O comando municipal do PT deve sofrer mudanças também. Apesar de uma votação que selou o apoio à atual administração, o ato foi considerado demasiadamente “infantil”, sem coerência, para atender exclusivamente os interesses de pequenos grupos que querem manter as boquinhas bem alimentas com o dinheiro do PMDB. O PT, que deveria ser a referência de luta e independência, corre o risco de ficar sem nada, tendo inclusive a transferência de nomes como o de Alfredo Ramos, Virgilio Guimarães e Paulo Guedes para o PMDB. Enquanto isso no Palácio da Cula, estão todos torcendo para o acordo com o PSDB. “Queremos ver o PT frito para ser comido”, disse um assessor tadeuzista.
COMO FICA O PT EM MONTES CLAROS
Sem futuro. Isso depender da atual situação comanda pelo trio mais temido pelos petistas de verdade e de coragem, com o apoio do ex-sindicalista Edi Valmore, do mega-empresário Marcos Maia, entre outros. Acontece que a situação vai se complicar porque o PT não vai conseguir indicar ninguém para trabalhar até outubro, prazo de filiações. Com exceção aos quatro empregos já obtidos com os servidores petista tendo o incrível salário de R$ 645,00. Aí já era. Porque depois, o Sérgio Amaral que se acha a última bolacha do saco, e que acredita já estar com a campanha ganha, vai colocar o PT da porta pra fora da prefeitura, um sutil chute no “traseiro”. Uma pena, o PT aqui refém deste Amaral, escravo do Tadeu, sob a batuta de Alfredo.
Vamos refazer o PT aqui. Coerência PT.
(*) E-mail encaminhado aos petistas de verdade.

2 comentários:

Maurício Veloso disse...

Parabéns, mais uma vez, Luís Carlos. O PT está amarrado e amordaçado. Poderia ser hoje uma referência municipal contra o governo de Tadeu, mas preferiu "apequenar-se" em troca de algumas boquinhas. É triste!

Anônimo disse...

Muito bem, Luís!
Você está fazendo um grande favor para o Pimentel com notícias desse tipo. O Reginaldo vai ser reeleito presidente do PT com apoio de lideranças ligadas ao Patrus também. Basta observar a situação de Bocaiuva, terra natal do ministro. Lá, o PT é unânime em apoiar o Reginaldo e não abrem mão do Patrus para governador.
Dentro da articulação não definiram o candidato ainda porque lideranças como o deputado André Quintão são defensores do apoio à reeleição do Reginaldo Lopes.
Você, que ainda parece ser petista, precisa estar atento que uma coisa é o PED, outra coisa são as prévias no PT. Patrus pode ser prejudicado pelos oportunistas...
Até parece que você não conhece seus companheiros da TM... eu hein!
As prévias são outro processo interno e todo filiado ao PT vai votar. Em BH foi assim... por mais que tentaram colocar de outra forma, todos os filiados ao PT de BH tiveram a oportunidade de escolher entre a aliança ou não...
Seu parente, inclusive, que é assessor do Reginaldo Lopes, fala em alto e bom som que é também apoiador de Patrus.
Se liga, meu irmão!