Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

26 de jun de 2008

PF poderá prender mais 30 prefeitos

Justiça determina que inquérito corra em segredo de Justiça, mas PF aguarda autorização para prender mais 30 prefeitos
A Justiça determinou que o inquérito da Operação João-de-barro, que apura desvios de recursos da União para municípios, corra em segredo de Justiça. O indício de envolvimento de pelo menos dois deputados federais, dezenas de prefeitos e quatro funcionários da União foi um dos motivos do sigilo.
A Polícia Federal ainda aguarda a autorização para efetuar a prisão temporária de pelo menos 30 prefeitos.
Com a análise dos documentos apreendidos, que começou a ser feita ainda no domingo, os investigadores esperam chegar a nome de outros envolvidos, o que pode gerar uma nova ação da PF.
Além de empresários e lobistas, a PF prendeu vários servidores públicos de Minas e dois assessores do Ministério das Cidades, um da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf) e da Secretaria do Tesouro Nacional (STN).
Um relatório da PF mostrou que todos estavam envolvidos no esquema, no qual os deputados João Magalhães (PMDB-MG) e Ademir Camilo (PTB-MG) são suspeitos de intermediar a liberação de recursos para os municípios. Os dois tiveram seus gabinetes vasculhados pelos agentes federais na última sexta-feira(20).

Nenhum comentário: