Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

20 de jun de 2008

NOTA DE ESCLARECIMENTO - PREFEITURA DE MONTES CLAROS - MG

A Prefeitura de Montes Claros vem a público esclarecer ação da Policia Federal em suas instalações, na manhã desta sexta-feira (20), cumprindo mandado expedido pelo Supremo Tribunal Federal. A Operação ocorre simultaneamente em todo o Brasil, em centenas de municípios, com vistas a análise de documentos para subsidiar investigação do Ministério Público Federal. Em todos esses municípios estão sendo analisados processos de licitação referentes a convênios celebrados com a União, dentre eles, os que têm como objeto obras e serviços de engenharia do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
Sobre a ação, o prefeito Athos Avelino, que despachou normalmente em seu gabinete, tem a destacar:
1º ) Não há nada a esconder na Prefeitura de Montes Claros, principalmente em relação à aplicação dos recursos públicos, onde os processos se dão de forma absolutamente transparente.
2º) Todos os arquivos e documentos estão à inteira disposição para verificação e foi determinado aos nossos técnicos colaboração irrestrita com as incursões e informações necessárias para auxiliar na investigação.
3º) No caso particular de Montes Claros, os recursos provenientes do PAC ainda não tiveram seus gastos iniciados, aguardando finalização dos processos de licitação.
4º) Finalmente, o prefeito Athos Avelino entende ainda que todas as ações que visem fiscalizar a aplicação de recursos públicos são bem-vindas e devem ser incentivadas por todos os gestores.
Montes Claros, 20 de junho de 2008.

Nenhum comentário: