Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

13 de jun de 2008

Bomba para Aécio - Minas tirou nota zero no Ideb

Nenhum dos 853 municípios mineiros conseguiu erradicar o fantasma do analfabetismo. Só a capital BH tem 74 mil jovens e adultos analfabetos
A pesquisa foi feita com base no último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e destaca o trabalho feito por secretarias municipais e estaduais do Rio Grande do Sul, com 40 prefeituras premiadas, Santa Catarina (16), Paraná (3), São Paulo (3) e Rio de Janeiro (2). O presidente Lula entrega em Brasília, um selo a estas cidades que dão o exemplo, com taxas iguais ou inferiores a 4% de analfabetos entre o total de jovens e adultos – pessoas com 15 anos ou mais.
A educação básica pública brasileira superou em 2007 as metas de qualidade determinadas pelo governo federal para 2009. É o que revelam os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado hoje pelo Ministério da Educação (MEC).
Segundo dados aos quais o Estado teve acesso, a nova média brasileira de 1ª a 4ª série é 4,2. O Ideb vai de 0 a 10. No ano passado foram divulgados os índices com relação às avaliações de 2005 e a média era de 3,8 (crescimento de 10,5%). No entanto, a meta que tinha sido traçada para que o País alcançasse em 2007 era de 3,9. Chegou, inclusive, ao objetivo para 2009, que era 4,2.Segundo informações do MEC, o Nordeste foi a região que mais contribuiu para o aumento da nota do País. As médias dos nordestinos superaram as metas de 2007 e de 2009.
Minas Gerais foi o único Estado que não atingiu a meta. E a propaganda enganosa continua no ar: Minas caminha para frente.
Cara de pau – O secretário-adjunto de Estado de Educação, João Silocre, se diz surpreso com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e pediu ao Ministério da Educação (MEC) acesso aos dados que formaram o resultado do IDEB.
Pelos números divulgados hoje, Minas foi o único Estado que não atingiu a meta de 2007 entre 1ª e 4ª série. "Esse resultado é surpreendente para nós mesmos", afirmou

Um comentário:

Anônimo disse...

Este resultado não é nenhum novidade. Novidade mesmo será está notícia sair na grande impresnsa mineira, vassala do Governo de Minas.
Em poucos meses, uma peça publicitária com a Fernanda Montenegro mostrará uma nova versão a este resultado.